conecte-se conosco


Estadual

Cuiabá e Remo empatam na estreia da Série C

Publicado

Com pênalti perdido, o Cuiabá empatou com o Remo por 1 a 1, neste sábado, pela estreia da Série C do Campeonato Brasileiro. A partida foi disputada na Arena Pantanal. O Leão saiu na frente com Fernandinho, após deixar Joilson no chão. O Dourado empatou com Gilson, de cabeça. A penalidade desperdiçada pelo time mato-grossense veio na segunda etapa: Tito chutou por cima.

Na próxima rodada, o Cuiabá enfrenta o Botafogo-PB, sábado, no estádio Almeidão, em João Pessoa, às 19h (de Brasília). O Remo joga na segunda-feira contra o ASA-AL, no Mangueirão, às 20h (de Brasília).

A partida começou truncada com o Cuiabá tentando dominar a posse de bola. Era o Remo, porém, quem chegava com mais perigo. Tanto que abriu o placar aos 14 minutos com Fernandinho, após deixar o Joilson no chão. O Dourado tentou partir pra cima, mas via o Leão ainda com as melhores oportunidades. O empate veio nos acréscimos após cobrança de escanteio em que GIlson, de cabeça, mandou para o fundo da rede.

No segundo tempo, o Cuiabá voltou melhor e teve um pênalti à favor logo aos 6 minutos. Tito chutou por cima e desperdiçou a chance da virada. Depois, os times se alternaram nas chances de gol, mas o jogo acabou mesmo no empate, apesar da pressão do time da casa.

Leia mais:   Defensoria Pública recomenda que Estado adote medidas para garantir transparência e evitar “fura-fila” na aplicação de vacinas em MT

Fonte: GE/MT

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Após queimadas, Poconé começa ações para evitar nova tragédia

Publicado

Assessoria GD

Após bater recorde de queimadas no pantanal, situação de vexame ambiental que teve até mesmo repercussão internacional, o prefeito reeleito de Poconé (104 km ao sul de Cuiabá), Tatá Amaral (MDB), busca ações para amenizar e evitar novos focos de incêndios em sua segunda gestão.

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), as queimadas na região do Pantanal brasileiro aumentaram 210% em 2020, quando comparado ao mesmo período do ano de 2019.

Considerando o período de janeiro a setembro de 2019, foram registrados 4660 focos de incêndio, em 2020, foram registrados 14.489 focos. Até então, o recorde era de 12.536 focos de incêndio, no ano de 2015, fato esse superado nos sete primeiros meses de 2020.

Como prefeito de Poconé, município porta de entrada da maior planície alagada do mundo, Tatá já montou um pelotão do Corpo de Bombeiros. “Já estamos ali com o corpo de bombeiros no município sabemos que não é o que poderá evitar que aconteça o que aconteceu ano passado, mas pelo menos nós já temos ali para amenizar a situação, temos um socorro mais próximo”, garante.

Leia mais:   Profissionais da linha de frente se sentem fortalecidos com a vacina

Pontes foram perdidas nas chamas, mas o gestor afirma que o governo do estado vai construir outras de concreto para substituir e garantir maior acessibilidade.

Fora a questão ambiental, o emedebista comenta que o setor mais problemático do município é a saúde. Ele cita ainda a pandemia da covid-19, uma luta para vencer na nova gestão.

“[Vamos] manter a questão das melhorais e aprimorar mais a saúde, continuar fazendo e mantendo o compromisso de pagar nossos funcionários rigorosamente em dia, e melhorar a infraestrutura do município”, detalha.

Sobre o caixa, Tatá avalia que não há muitos problemas com os cofres públicos. “Ainda fica umas pendências de gestões anteriores, dívidas negociadas com questões de Energisa, dívida com o INSS, que nós estamos buscando fazer negociações e termos elas sob controle”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Catorze mortes por Covid-19 são registradas em MT no domingo

Publicado

G1 MT

Mato Grosso registrou 14 mortes e 341 novos casos de Covid-19 no último domingo (24), segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Desde o início da pandemia, foram 208.088 pessoas infectadas pelo vírus e 4.968 mortes em decorrência da doença no estado.

Do total, 8.296 estão em isolamento domiciliar e 193.762 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados, há 283 internações em UTIs públicas e 319 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 70,43% para UTIs adulto e em 37% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (45.380), Várzea Grande (13.815), Rondonópolis (13.840), Sinop (11.009), Tangará da Serra (9.173), Sorriso (9.048), Lucas do Rio Verde (8.388), Primavera do Leste (6.367), Cáceres (4.838) e Nova Mutum (4.373).

O documento ainda aponta que um total de 178.572 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.271 amostras em análise laboratorial.

Comentários Facebook
Leia mais:   Dois municípios registram alto risco de contaminação pela Covid-19
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana