conecte-se conosco


Destaque

MT registra 38 mortes de mulheres nos últimos 5 meses

Publicado

Nnúmero de homicídios envolvendo vítimas femininas em Mato Grosso, entre janeiro e maio de 2019, manteve-se igual ao mesmo período do ano passado, com 38 casos em cada ano.

O levantamento, feito pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), é referente às mortes de mulheres, incluindo todas as motivações, e não apenas feminicídios.

Leia também – 5 bandidos invadem restaurante e fazem clientes de reféns

O dia da semana que mais apresentou registros foi a sexta-feira, com oito casos, seguido de quarta-feira, com sete. No domingo, quinta-feira e sábado foram registrados cinco homicídios em cada dia, enquanto na segunda-feira e terça-feira foram quatro cada.

A arma de fogo foi o meio mais empregado, conforme o levantamento, com 39% dos casos. Arma cortante ou perfurante foi utilizada em 32% das mortes, seguida por “outros”, com 18%; arma contundente, com 8%, e força muscular, responsável por 3% dos casos.

Já quanto a motivação, a maioria dos casos foi identificada como passional (37%), enquanto em 29% as circunstâncias ainda serão apuradas. Envolvimento com drogas corresponde a 16% das motivações, vingança a 10%, rixa a 5% e álcool a 3% dos casos.

Leia mais:   Interessados em leilão do Detran podem verificar as condições dos 877 veículos

Os dados

A fonte dos dados é o Sistema de Registro de Ocorrências Policiais (SROP), que congrega todos os Boletins de Ocorrências da Polícia Militar (PM-MT) e Polícia Judiciária Civil (PJC-MT).

É importante reforçar que os números são referentes a homicídios envolvendo vítimas femininas, e nem todos os casos são identificados como feminicídios.

Este levantamento específico será feito semestralmente pela Coordenadoria de Estatística da Sesp, pois trata-se de uma qualificadora que é averiguada ao longo da investigação criminal.

Da assessoria

Comentários Facebook

Destaque

Estado prevê pagar 100% do ponto cortado dos professores até terça

Publicado

Executivo alega que não pagou todos servidores por conta de falta de informações de escolas

O governo do Estado se comprometeu nesta quarta-feira (21) a fazer o pagamento de 100% dos salários cortados dos professores durante a greve que durou 75 dias – entre 27 de maio e 9 de agosto – até a próxima terça-feira (27), em uma nova folha complementar. O acordo ocorreu em reunião na manhã desta segunda, quando o Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público esteve no Palácio para cobrar o pagamento dos salários do ponto cortado nos meses de maio e junho, que estava previsto para ocorrer nesta terça (20).

Em reunião realizada na Casa Civil com diretores do Sintep, o governo explicou que parte dos pagamentos não foi realizado porque até o fechamento da folha algumas escolas deixaram de enviar as informações com o nome dos profissionais que retornaram da greve. São cerca de 5 mil profissionais que ainda não receberam. Também anunciou que os pagamentos realizados nesta terça, já contava todo o ponto cortado durante a paralisação,

Leia mais:   Politec conclui nesta semana perícia que pode esclarecer o que causou acidente que matou quatro pessoas em Cáceres

Ontem, o Sintep (Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público) emitiu uma nota cobrando o governo do estado pelo cumprimento do acordo, que estabelecia o pagamento do salário de maio a junho no dia 20 de agosto, o que não ocorreu para um número “significativo” de trabalhadores da Educação.

No acordo feito pelo governo antes do fim da greve, também ficou acertado que os valores referentes ao corte de julho e o salário de agosto serão pagos no dia 10 de setembro.

Caso não fosse anunciada hoje uma solução, o Sintep anunciou que buscaria outros meios legais para resguardar seus direitos. Entre as ações que seriam colocadas em prática, estava a convocação de atos públicos na Capital e interior para denunciar a situação do descumprimento do documento do próprio governo.

CARLOS MARTINS

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Instituto Cometa promove Natal Solidário em parceria com os municípios de Mato Grosso

Publicado

‘Fazer o bem é o melhor caminho’. Este é o foco da campanha Natal Solidário do Instituto Cometa de Cáceres, que será lançada nesta quarta-feira (21), às 14h, na Assembleia Legislativa, para todos os municípios de Mato Grosso. A campanha é destinada à arrecadação de alimentos para atender as comunidades mais carentes de todas as regiões do Estado. O Instituto conta com a parceria da Associação Mato-grossense dos Municípios-AMM, Associação para o Desenvolvimento Social dos Municípios-APDM, Rotary Clube, Lions, OAB/MT e outros.

Conforme explica o prefeito de Cáceres, Francis Maris, o Instituto Cometa doará os prêmios: uma HB 20, uma moto, uma geladeira, um fogão e uma televisão. Para concorrer a esta premiação, os participantes podem trocar 3 quilos de alimentos não perecíveis por cupons. O sorteio está marcado para o dia 10 de dezembro. A meta da campanha é arrecadar cerca de 600 toneladas de alimentos, com 200 mil cupons.

A participação das prefeituras será através das secretarias municipais de Ação Social e outras indicadas pelos gestores. Para isto, será feito um termo de parceria entre cada Prefeitura e o Instituto Cometa. ”A nossa expectativa é que os prefeitos entrem nesta campanha e façam parcerias com as empresas locais, entidades de classe, supermercados, com os fazendeiros da região, e outros interessados em se engajar na campanha. Além de alimentos, podem doar também brinquedos para as crianças”, disse o prefeito de Cáceres.

Leia mais:   Estado prevê pagar 100% do ponto cortado dos professores até terça

Cada prefeito pode realizar a campanha no município da maneira que achar conveniente, seja em um evento em praça pública, com atrações musicais ou em outros ambientes. “O importante é mobilizar a população para participar deste momento tão importante e essencial, que visa oferecer um Natal com mais solidariedade. A arrecadação dos alimentos vai resultar em milhares de cestas básicas, que serão distribuídas para as famílias em todos os municípios”, garantiu Francis.

Para o lançamento da campanha Natal Solidário, já estão inscritos 60 municípios, que confirmaram adesão ao Projeto do Instituto Cometa: Alta Floresta; Alto Araguaia; Alto Boa Vista; Alto Garças; Alto Paraguai; Alto Taquari; Apiacás; Araguainha; Aripuanã; Barão de Melgaço; Barra do Bugres; Barra do Garças; Brasnorte; Cáceres; Campos de Júlio; Canabrava do Norte; Canarana; Chapada dos Guimaraes; Colíder; Curvelândia; Gaúcha do Norte; General Carneiro; Ipiranga do Norte; Itaúba; Itiquira; Juscimeira; Lambari D’ Oeste; Luciara; Marcelândia; Mirassol do Oeste; Nobres; Nortelândia; Nossa Senhora do Livramento; Nova Brasilândia; Nova Marilândia; Nova Monte Verde; Nova Ubiratã; Novo São Joaquim; Paranatinga; Pedra Preta; Peixoto de Azevedo; Pontes e Lacerda; Porto Alegre do Norte; Porto Esperidião; Porto Estrela; Poxoréo; Ribeirão Cascalheira; Rondonópolis; Salto do Céu; Santa Cruz do Xingu; Santa Rita do Trivelato; Santo Afonso; São Felix do Araguaia; São José do Povo; São José do Xingu; São Pedro da Cipa; Tangará da Serra; Terra Nova do Norte; União do Sul e Vila Bela.

Leia mais:   Politec conclui nesta semana perícia que pode esclarecer o que causou acidente que matou quatro pessoas em Cáceres

Agência de Notícias da AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana