conecte-se conosco


Cáceres e Região

Moradores do Jardim Imperial são os primeiros a receberem documentos de posse dos imóveis

Publicado

Moradores do Jardim Imperial, em Cáceres, são os primeiros a receberem os Certificados de Regularização Fundiária emitidos por meio do Programa de Regularização Fundiária Urbana de Cáceres (Reurb). O Programa é fruto de uma parceria entre a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Prefeitura Municipal e Faespe (Fundação de Apoio ao Ensino Superior Público Estadual) .

Os primeiros 75 documentos foram entregues aos moradores nesta sexta-feira (10) no gabinete da Prefeitura Municipal. Os moradores do Jardim Imperial que não foram contemplados com os documentos, e que não ingressaram com o pedido de Reurb junto a Prefeitura Municipal ainda podem procurar o setor de atendimento para requerer a documentação definitiva do imóvel. Nesses casos, o processo deve ser mais ágil, uma vez que todo o levantamento e etapas para a emissão das CRFs já foram cumpridas pelo Poder Público Municipal, como o levantamento topográfico, ações administrativas e jurídicas, restando somente a análise documental dos requerentes.

O prefeito municipal Francis Maris Cruz, lembrou que esse é um marco na história de Cáceres, uma vez que cerca de 50% dos imóveis urbanos do município não possuem documentação. “Essa é a primeira vez na história que estamos fazendo a regularização fundiária. Não foi um processo fácil, e para isso queremos agradecer a todos os envolvidos, a equipe da Unemat, aos bolsistas, aos vereadores que nos ajudaram. Com esses documentos estamos devolvendo a dignidade para as pessoas”, afirmou

Leia mais:   Oportunidade: IFMT Cáceres abre inscrição para novo seletivo de ingresso no primeiro semestre do Curso Técnico em Agropecuária

A realização de um sonho. É assim que o senhor Aristides Damasio definiu esse momento. “Eu tenho 75 anos, e a aguardo esse documento há 60 anos. Eu achei esse projeto muito bom, pois nem todos tem condições de pagar e deveria procurar para ter o documento”, afirmou.

A senhora  Elizabeth de Lima Rocha também comemorou ao receber o Certificado de Regularização Fundiária. “Uma satisfação receber esse título, porque agora eu sei que a propriedade é minha”, disse. A dona Maria Candelária afirmou: “Estou muito feliz, graças a Deus”, disse.

O coordenador do Programa de Regularização Fundiária, professor Weily Toro Machado,  da Unemat, afirmou que “esse é um momento de muito orgulho para a Unemat, porque estamos podendo fazer extensão, atender a comunidade, colocar a serviço da sociedade, o conhecimento que a universidade produz. Estamos muito felizes em participar da realização deste sonho. E fazemos um pedido a cada um que recebeu esse titulo hoje, que espalhem essa notícia, que mostrem aos seus vizinhos e amigos, que em Cáceres está aberta a possibilidade de regularizar o imóvel”, afirmou.

Leia mais:   Governo facilita vida de haitianos no Brasil; grupo que está em Cáceres diz que só volta ao país a passeio

A partir da entrega desses certificados, a Prefeitura Municipal estará encaminhando para o Cartório de Registro de Imóveis uma cópia para que sejam emitidas as escrituras com as devidas matrículas em nome dos proprietários, num prazo de até 60 dias.

Serviço:

As pessoas que desejam ingressar com o pedido de regularização fundiária dos seus imóveis podem procurar o setor de atendimento na Prefeitura Municipal.

Assessoria

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Oportunidade: IFMT Cáceres abre inscrição para novo seletivo de ingresso no primeiro semestre do Curso Técnico em Agropecuária

Publicado

Inscrições serão realizadas, exclusivamente pela internet, até as 17 horas do dia 20 de Janeiro

Pessoas que já concluíram o Ensino Médio terão nova oportunidade de ingresso, já no primeiro semestre deste ano, no Curso Técnico em Agropecuária Subsequente do Instituto Federal de Mato Grosso, IFMT Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo. O campus oferta 13 vagas remanescentes em edital de seleção com inscrições abertas até as 17 horas do dia 20 de janeiro.

Ofertado gratuitamente, o curso de formação técnica profissionalizante em Agropecuária, subsequente ao Ensino Médio, tem duração de um ano e meio e as aulas para a turma 2020/1 ocorrerão no período vespertino.

De acordo com a instituição, uma das marcas do curso é a boa inserção de ingresso no mundo do trabalho, além do registro pela opção de continuidade aos estudos, após o curso. Exemplo recente das formandas e formandos 2019/1: ao concluir o curso mais de 80% da turma já tinha assegurado vaga no mundo do trabalho (46,4 %) e ou na vida acadêmica.(35,7 %).

Inscrição e Seleção

A seleção para ingresso no curso será realizada por meio da análise do histórico escolar de todos os anos do ensino médio. No caso das pessoas que ainda estão cursando o 3º ano do ensino médio do ano 2019, as notas do 3° ano do primeiro semestre de 2019 constantes no histórico parcial serão repetidas para o segundo semestre.

Para a inscrição, basta acessar o site selecao.ifmt.edu.br , escolher a opção ‘Edital 001/2020Processo Seletivo 2020/1Cursos Técnicos Subsequentes(vagas remanescentes)’, preencher questionário eletrônico e anexar o histórico escolar do ensino médio em um único arquivo em formato pdf. Outra opção é acessar o link direto do seletivo do edital na página do campus cas.ifmt.edu.br e seguir as orientações descritas. Não será cobrada taxa de inscrição.

O resultado final será divulgado dia 24 de Janeiro, pela internet, na página do seletivo. 

Edna Pedro  DRT RJ 5056/2001
Assessoria de Comunicação
IFMT/Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo
(65) 3221-2631
Comentários Facebook
Leia mais:   Filho mata a mãe esfaqueada após vítima se recusar a dar cartão para ele comprar drogas em MT, diz polícia
Continue lendo

Cáceres e Região

Filho mata a mãe esfaqueada após vítima se recusar a dar cartão para ele comprar drogas em MT, diz polícia

Publicado

Marina Garcia, de 66 anos, e o filho teriam discutido durante a noite. Em seguida, testemunhas ouviram os gritos da vítima e chamaram a polícia.

Um filho de 28 anos é suspeito de matar a mãe esfaqueada depois que ela se recusou a dar o cartão de crédito para ele comprar drogas, no Bairro Jardim Guanabara, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, na noite dessa segunda-feira (13).

Marina Garcia, de 66 anos, e o filho teriam discutido durante a noite. Em seguida, testemunhas ouviram os gritos da vítima e chamaram a polícia.

Marina Garcia foi encontrada morta na casa onde morava com o filho — Foto: Cáceres Notícias

Marina Garcia foi encontrada morta na casa onde morava com o filho — Foto: Cáceres Notícias

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito, que não teve o nome divulgado, trocou de roupa e fugiu do local após o crime. No entanto, após denúncias, ele foi localizado e preso na Avenida dos Estados.

Perícia foi realizada no local do crime — Foto: Cáceres Notícias

Perícia foi realizada no local do crime — Foto: Cáceres Notícias

Os policiais foram até a casa e encontraram Marina já morta nos fundos da casa. O Corpo de Bombeiros também esteve no local e confirmou a morte.

Leia mais:   Filho mata a mãe esfaqueada após vítima se recusar a dar cartão para ele comprar drogas em MT, diz polícia

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana