conecte-se conosco


Entretenimento

Modelo diz ter recebido ameaças de morte por causa de monocelha

Publicado


Sophia Hadjipanteli, de 22 anos, afirma ser alvo de ataques e xingamentos constantes em suas redes sociais
A modelo Sophia Hadjipanteli revelou ter sido vítima de ameaças de morte por causa da monocelha dela. Hoje aos 22 anos e nascida nos Estados Unidos, a celebridade expôs os dramas vividos por ela em entrevista ao apresentador de TV inglês Piers Morgan, noticia o site britânico Metro UK.
“Eu recebo várias ameaças de morte e isso não é engraçado”, afirmou Sophie na conversa. “Eu definitivamente recebo várias reações negativas, eu não vou sentar aqui e dizer que a maioria é positiva, esse não é o caso, a maior parte delas é negativa”, expôs.

“É algo repulsivo, mas algumas pessoas acreditam ser tão inaceitável eu ser como eu sou que chegam a ameaçar a minha vida”, disse a modelo. “Eu tento não ler a maioria dessas mensagens, mas sou avisada pelos meus amigos. Eu não tenho paciência para ler todos os comentários”, relatou a celebridade, dona de uma conta no Instagram com mais de 200 mil seguidores.

veja também

Ofertas Amazon: veja TVs de alta definição Mais Vendidas
Ofertas Amazon: Moda Feminina – descontos para todos as idades

“Eu chego a sentir vergonha quando vejo todos os outros comentários agradáveis, eles fazem valer à pena”, ponderou a modelo. “Qualquer pessoa que envia uma ameaça de morte por causa da minha monocelha precisa reavaliar suas vidas”, finalizou. Além de sua carreira como modelo, Sophia é formada em marketing pela Universidade de Maryland, nos Estados Unidos.

Comentários Facebook

Entretenimento

Patricia Bonaldi apresenta o inverno 2018 da sua PatBO

Publicado


Entre as apostas da estilista para a coleção “see now buy now”, macacões de lurex e separates de veludo
Em clima de boate, a grife PatBO, comandada por Patricia Bonaldi, desfilou o seu inverno 2019 na última quarta-feira (13.03), em São Paulo. Com influência nos anos 80, o clima era disco sexy, com ares futuristas graças às botas metálicas e estampas gráficas. Na cartela de cores, o preto e o off-white, se contrapussram ao azul petróleo e fúcsia, além de delicados florais com inspiração japonista. O mix de tecidos e rendas com entremeios, além do veludo são algumas das apostas da estilista mineira para o inverno. Para complementar os looks, clutches da Isla e sapatos Paula Torres. As peças já estão disponíveis nas lojas e no e-commerce da PatBO.

+ Patrícia Bonaldi: Costurando o sucesso

+ As dicas de Patricia Bonaldi para escolher o vestido de noiva perfeito

+ Inovação: Patricia Bonaldi leva look vencedor do Desafio de Moda, da Braskem, para a passarela
Curte o conteúdo da Vogue? Ele está no Globo Mais, o app que é muito mais do que uma banca. Nele você tem acesso a um conteúdo exclusivo em tempo real e às edições das melhores publicações do Brasil. Cadastre-se agora e experimente 30 dias grátis.

por ALICE COY

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Yellow lança bicicletas elétricas no Brasil; veja como funciona e preço

Publicado


Equipamentos já estão disponíveis e podem ser retirados em pontos parceiros

A Yellow estreou seu sistema de bicicletas elétricas compartilhadas nesta segunda-feira (11). A empresa é pioneira no sistema dockless (sem estação para retirada e devolução) para esse tipo de veículo. Disponível para celulares Android e iPhone (iOS), o serviço custa a taxa fixa de R$ 5 para o desbloqueio da bike, mais R$ 0,40 centavos a cada minuto de uso. Os interessados podem se locomover das 8h às 21h, período de funcionamento do transporte. Para isso, precisam escanear o QR Code na parte traseira do equipamento e dar início à corrida. Inicialmente, novidade está disponível apenas na cidade de São Paulo e tem o funcionamento parecido com a Uber.

A retirada das bikes pode ser feita em pontos privados parceiros da companhia. Para entregar o equipamento após o transporte, o usuário pode optar pelos locais parceiros ou em qualquer local da área de atendimento da Yellow, 21 quilômetro quadrados – assim como as patinetes da marca brasileira. A velocidade máxima das bicicletas é de 25 km/h e o uso de capacete é obrigatório nesse tipo de veículo. O pagamento pode ser feito com cartão de crédito ou dinheiro. Os créditos podem ser comprados em estabelecimentos parceiros na cidade e transferidos na hora para o aplicativo do usuário.

Como usar a Yellow Bike no app para alugar bicicletas pelo celular
Yellow investe em bicicleta elétrica para enfrentar o tráfego de São Paulo — Foto: Yellow/Divulgação Yellow investe em bicicleta elétrica para enfrentar o tráfego de São Paulo — Foto: Yellow/Divulgação

Yellow investe em bicicleta elétrica para enfrentar o tráfego de São Paulo — Foto: Yellow/Divulgação

Ao fim do dia, as bicicletas são recolhidas para recarga, manutenção e limpeza. Na manhã seguinte estarão distribuídas nos estabelecimentos parceiros, prontas para serem utilizadas. Os equipamentos da Yellow não têm acelerador, mas oferecem pedal assistido, um sensor responsável por ativar o auxílio do motor conforme detecta as pedaladas. A promessa é que o dispositivo entregue maior leveza durante as pedaladas e facilidade para atingir a velocidade desejada. Além disso, as bikes recebem campainha, sinalização noturna dianteira, traseira e lateral e espelhos retrovisores, conforme resolução do Contran.

Vale lembrar que a empresa de mobilidade urbana individual já atua com outros serviços de transportes no país. Ela dispõe de bicicletas comuns e patinetes elétricas. Estas chegaram no Brasil em novembro de 2018, também na capital paulista, e um mês depois foram para a cidade do Rio de Janeiro. As opções de transporte servem como alternativa para fugir do trânsito nas grandes metrópoles.

Por Juliana Gálico, para o TechTudo

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana