Dois médicos que prestavam serviços no Pronto Atendimento Médico – PAM, em Cáceres, foram exonerados por descumprimento ao horário de trabalho e mau atendimento a pacientes.  A demissão foi feita na semana passada. Os nomes não foram revelados pela Secretaria Municipal de Saúde. Há informação de que, além de não cumprirem ao horário estabelecido nos plantões, os médicos teriam sido denunciados por pacientes, por mau atendimento.

“Além de, geralmente, chegarem atrasados para o trabalho, as denuncias são de que eles deixavam os pacientes, na maioria das vezes, passando mal, longo tempo na sala de espera do Pronto Atendimento Médico” explicou o secretário Roger Aparecido Pereira.

Ao todo, de acordo com a Secretaria de Saúde, 14 médicos são lotados no PAM para atendimentos 24 horas por dia.  A princípio, conforme o secretário, foram exonerados os dois, mais há ainda denúncias semelhantes contra outros profissionais que estão sendo avaliadas. “Se tais denuncias forem comprovadas, eles poderão ter o mesmo destino. A orientação do prefeito Francis Maris é proporcionar atendimento digno de saúde a população”.

Roger Pereira informou ainda que, a secretaria vem tomando todas as providências no sentido de sanar as irregularidades, verificadas no PAM, apontadas na auditoria realizada pelo Conselho Regional de Medicina (CRM) no início do ano. “Através do processo seletivo realizado no mês de maio, contratamos um diretor técnico, uma médica pediatra, os consultórios estão melhores estruturados e adequados para o funcionamento” disse.

Além disso, conforme o secretário, para evitar o descumprimento de horário de trabalho, a secretaria está instalando um relógio de ponto biométrico, instalou câmeras e contratou segurança armada para proteção de servidores, pacientes e acompanhantes na unidade. Revelou que, ao contrário de outros tempos, os médicos não tem um número específico de atendimentos. “Eles irão atender todos pacientes. Antes, uns trabalhavam mais e outros menos. Hoje trabalham de forma igualitária”.

 Sinezio Alcântara

Da Editoria

2 Comentários

  1. Ótimo, é papo comum na categoria, que a Prefeitura paga mau seus funcionários, não discuto essa verdade, mas cada servidor que está lá, sabe dessa realidade e não são servidores por desejo do prefeito, mas pelo seu desejo, concorrendo com muitos concorrentes, e isso é valido para todas as categorias funcionais e antecipadamente sabem o valor do salário e o tamanho da carga horária e demais obrigações atribuídas a um funcionário publico, e se não estiver contente com a carga horária e salários, o melhor é pedir demissão e não esperar denuncias, apurações e sua Excia. tendo que tomar decisões amargas para provar a certos funcionários que a prefeitura leva a coisa muito a sério.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here