conecte-se conosco


Destaque

Mato Grosso registra queda de 45% nas infrações de trânsito em 2020

Publicado

Detran – MT

Em 2020, foram registrados 554.505 autos de infração de trânsito em Mato Grosso, uma redução de 45% se comparada ao ano de 2019, quando foram contabilizadas 1.017.243 infrações. Os dados são do setor de Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (Renaest) do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT).

As duas maiores cidades do Estado, Cuiabá e Várzea Grande, também apresentaram redução significativa na quantidade de registro de infração de trânsito. Em Cuiabá, houve uma queda de 50%, somando 242.106 autuações em 2020, contra 489.008 em 2019.

Na cidade vizinha, Várzea Grande, os motoristas também cometeram menos infrações de trânsito em 2020. Foram 63% de registros de infrações de trânsito a menos, 25 mil, em relação ao ano de 2019, quando foram 69.140.

Conforme os dados do Renaest, transitar com veículo em velocidade superior à máxima permitida para o local, em até 20%, continua sendo a infração mais cometida por motoristas tanto na capital quanto no interior do Estado, totalizando 337.178 registros. Essa é uma infração considerada média pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) com penalidade de multa no valor de R$ 130,16.

Leia mais:   Mato Grosso receberá 24 mil doses da vacina AstraZeneca

Outras infrações praticadas pelos condutores de forma recorrente em todo Estado são: transitar com veículo em velocidade superior à máxima permitida para o local, entre 20% e 50%; avançar o sinal vermelho do semáforo eletrônico, o condutor não usar o cinto segurança e deixar de manter acesa a luz baixa do veículo nas rodovias durante o dia.

Como forma de conscientizar os condutores quanto à importância da segurança no trânsito, o Detran-MT realiza frequentemente diversas atividades através das gerências de Ação Educativa de Trânsito e de Escola Pública de Trânsito, com campanhas e cursos sempre no intuito de sensibilizar condutores, passageiros, pedestres e ciclistas para a adoção de comportamentos mais seguros no trânsito.

Segundo a gerente de Ações Educativas de Trânsito do Detran-MT, Rosane Gerda Prachthäuser Pölzl, a imprudência é um dos principais fatores de risco que acarretam acidentes.

“A menor das consequências de uma infração é a autuação ou até a prisão, como nos casos de embriaguez ao volante. A inobservância das normas de segurança gera acidentes graves e até mesmo fatais. Por isso, nas ações e cursos que realizamos convidamos a população à reflexão de que cada um tem importante função a desempenhar na construção de uma cultura de paz e segurança no trânsito”, disse Rosane.

Leia mais:   Indígenas denunciam crime ambiental em Área de Preservação Permanente
Comentários Facebook

Cáceres e Região

Motoristas de ônibus escolares da prefeitura de Cáceres ganham na justiça o direito de receber Adicional de Periculosidade e de Insalubridade

Publicado

Assessoria

Depois de muito lutar com a gestão passada, os Guardas Municipais de Cáceres e os Motoristas de Ônibus Escolares começaram a ver o resultado de suas ações na justiça, com as primeiras implementações do Adicional de Periculosidade e de Insalubridade, que acarretará o aumento de 30% por cento no salário base da categoria dos guardas e de 20% para os motoristas.

Alguns motoristas e guardas municipais começaram, já este mês, a receber o adicional devido, e que nunca foi pago pela administração municipal nas gestões anteriores. A implementação dos adicionais tem se dado via processo judicial, após julgamentos de 1ª e 2ª Instância.

Nas ações ajuizadas pelos Guardas e pelos Motoristas, que são representados na justiça pelo Escritório Curvo e Pizzatto Advogados, os servidores pedem a implementação do adicional de 30% e 20% nos salários, que já tem sido realizada nos casos vencedores, mais o retroativo dos últimos cinco anos.

A justiça em Cáceres já confirmou o direito das categorias ao adicional e ao retroativo. A prefeitura recorreu dos casos, e agora a 2ª instância da justiça tem indeferido os recursos da prefeitura e garantido o direito dos profissionais, que há anos esperam pela melhoria salarial.

Leia mais:   Indígenas denunciam crime ambiental em Área de Preservação Permanente

Procurados pelo Jornal Oeste, os Advogados que representam os guardas disseram que a expectativa é de que a Justiça confirme todos os casos, e que até fim do ano a Prefeitura faça a implementação dos adicionais para quem ajuizou a medida.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Em Cáceres, Marinha abre 15 vaga no Curso de Formação para Aquaviários

Publicado

Assessoria
Visando contemplar ao cidadão cacerense a oportunidade de capacitação para marinheiro fluvial e conhecimento de convés e máquinas, a Agência Fluvial de Cáceres, abre em fevereiro as inscrições para o Curso de Formação de Aquaviários MARINHEIRO FLUVIAL AUXILIAR DE CONVÉS E DE MÁQUINAS – NÍVEL 1 (CFAQ-MAFC/MAFM).

Para se inscrever, homens e mulheres devem ter no mínimo 18 anos completos, ser brasileiro, possuir escolaridade inferior ao 6º ano do Ensino fundamental e estar em dia com as obrigações militares e eleitorais.

De acordo com o Comandante da Agência em Cáceres, capitão tenente Estanislau Geraldo de Carvalho, o cidadão capacitado como Aquaviário, tem maior possibilidade de ingressar no mercado de trabalho, principalmente nesta região onde o turismo é um dos pontos fortes da economia e com os rios sempre atrativos para a pesca.

Com carga horária de 50 h/a e com início previsto para o mês de abril, a Agência Fluvial de Cáceres disponibiliza de 15 vagas. O período de inscrições inicia em 04 de fevereiro até 08 de março.

O seletivo consta apenas de teste de suficiência física, com prova de natação na distância de 25 metros (sem limite de tempo) e permanência de flutuação sem qualquer auxílio e com duração de dez minutos. Para a realização do teste, os candidatos deverão apresentar atestado médico, emitido há menos de um ano, que comprove bom estado de saúde física, mental, visual e auditivas.

Leia mais:   Indígenas denunciam crime ambiental em Área de Preservação Permanente

Diante do quadro do Coronavírus, o 1º Sg-Et Márcio Rogério dos Santos Ferreira, encarregado do Ensino Profissional Marítimo, informa aos interessados que agendem atendimento, pelos telefones (65) 3223-2722 e 3223-1416, medida adotada para que não ocorra aglomerações.  Sargento Marcio ressalta que o candidato no ato da inscrição deverá apresentar documento que comprove a escolaridade exigida; RG, CPF, comprovante de residência, foto 3×4, ficha de inscrição preenchida e comprovante de pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 8,00.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana