conecte-se conosco


Policial

Mato Grosso registra 12 feminicídios no primeiro trimestre

Publicado

Nara Assis / Sesp-MT

Dos 207 homicídios registrados em Mato Grosso no primeiro trimestre deste ano, 24 envolvem vítimas femininas, e 12 foram identificados como feminicídios. O levantamento foi feito pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEAC) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), com base nos dados lançados no Sistema de Registro de Ocorrências Policiais (SROP) e informações fornecidas pelas Diretorias Metropolitana e de Interior da Polícia Judiciária Civil (PJC-MT).

Os números foram apresentados à Câmara Temática de Defesa da Mulher da Sesp, em reunião realizada nesta terça-feira (14.05). Os casos tipificados como feminicídios correspondem a 50% das mortes de mulheres no estado, registradas entre janeiro e março de 2019. Vale ressaltar que este é um levantamento prévio, que ainda pode sofrer alteração, em função do andamento das investigações. Isso porque em alguns casos o feminicídio é uma circunstância que surge no decorrer do inquérito.

A Região Integrada de Segurança Pública (Risp) de Cuiabá não registrou feminicídio. Os casos estão distribuídos pelas Risp’s de Várzea Grande (3), Sinop (1), Rondonópolis (2), Tangará da Serra (1), Primavera do Leste (2), Pontes e Lacerda (1), Água Boa (1) e Nova Mutum (1).

Leia mais:   Policiais civis localizam adolescentes que estavam desaparecidas 

A CEAC da Sesp-MT também fez o levantamento das principais ocorrências envolvendo vítimas femininas de 18 a 59 anos no período de janeiro a abril de 2019. Em Mato Grosso, o crime de ameaça continua sendo o de maior incidência, com 6.781 casos, mas apresentou redução de 2% em relação ao mesmo período de 2018, quando houve 6.936 ocorrências. Lesão corporal aumentou de 3.255 para 3.263, e o estupro apresentou redução de 146 para 122 casos.

Ciclo de violência

Nesta faixa etária e neste período, foram registrados 22 homicídios em Mato Grosso, mesmo número constatado em 2018. Já o assédio sexual teve aumento de 40% nos registros, já que no primeiro quadrimestre de 2019 foram 70 casos, contra 50 no ano passado.

Segundo a coordenadora da Câmara Temática de Defesa da Mulher da Sesp-MT, Jozirlethe Criveletto, a compreensão a respeito do início do ciclo de violência é essencial para evitar mortes. “Temos visto, principalmente no interior do nosso estado, mulheres que são vítimas de feminicídios, a maioria praticados dentro de casa. Este é o último grau do ciclo de violência, e é preciso combater desde o início, quando começam as ameaças, as injúrias, o relacionamento abusivo e, nesse sentido, é necessária a reeducação de toda a sociedade”, frisou.  

Leia mais:   Polícia Civil encontra novos locais de desova de animais domésticos na Capital

Canais de ajuda

As mulheres que precisam de auxílio podem recorrer ao Disque 180, e às Delegacias Especializadas de Defesa da Mulher ou qualquer delegacia do município que reside. Em Cuiabá, a DEDM está localizada na Rua Joaquim Murtinho, nº 789, Centro Sul. Há ainda o Núcleo de Defesa da Mulher (Nudem) da Defensoria Pública de Mato Grosso, que atende pelo telefone (65) 3613-8204, e no Edifício Top Tower Center, na Capital, e o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso: (65) 3613-9934.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Polícias Civil e Militar recuperam veículo roubado na cidade de Cáceres

Publicado

Assessoria | Polícia Civil-MT

Um veículo roubado na cidade de Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá), foi recuperado no sábado (23.05) em ação integrada da Polícia Civil e Polícia Militar, atuante na região de fronteira.

O trabalho da força-tarefa integra a operação integrada “Hórus/Vigia-MT”, coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública. 

Policiais civis da Delegacia Especial de Fronteira (Defron), em conjunto com militares do Grupo Especial de Fronteira (Defron), realizaram diligências para localizar o veículo Volkswagem Jetta, roubado de uma residência em Cáceres, na quinta-feira (21).

A vítima, moradora do bairro Cavalhada I,  foi surpreendida pelos suspeitos quando chegava na casa. Ao abrir o portão ela foi abordada por três homens armados. Com os rostos cobertos, os suspeitos entraram no imóvel, renderam a família e mantiveram os moradores em cárcere privado, sob ameaça. Os criminosos fugiram do local levando o veículo Volkswagem Jetta, além de outros pertences como joias, relógios e celulares.

Durante as diligências, as equipes conseguiram encontrar o veículo escondido em um terreno de uma residência abandonada, no bairro São Miguel, local usado para guardar produtos de roubo ou furto.

Leia mais:   Operação resulta em oito prisões, apreensões de armas de fogo e recuperação de produtos furtados

Os indícios apontam que o veículo teria como destino a cidade de San Mathias, na Bolívia, para ser trocado por entorpecentes. Com a recuperação do Jetta, as investigações continuam para identificar e prisão dos autores do crime.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Envolvido em furto de joalheria em Sinop é preso pela Polícia Civil em Várzea Grande

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um dos autores do furto qualificado em uma joalheria em Sinop (499 km ao Norte de Cuiabá) foi preso em flagrante pela Polícia Civil, em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG), realizada poucas horas após o crime.  A ação resultou na recuperação de parte das joias furtadas, além da apreensão de um dos veículos utilizados no crime. .  

O crime ocorreu no sábado (23) quando os criminosos, mediante arrombamento, entraram na loja e subtraíram grande quantidade de joias, entre alianças, correntes e pingentes, causando um prejuízo a empresa de aproximadamente R$ 1 milhão.

 Logo após o furto, a equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Sinop foi acionada, conseguindo, através da análise das câmeras de segurança, identificar dois veículos utilizados na ação criminosa, entre eles um Fiat Palio, com placas de Várzea grande.

Diante dos levantamentos, os policiais de Sinop entraram em contato com a equipe da  Derf Várzea Grande, que com base nas informações passadas conseguiu identificar o proprietário do veículo Fiat Palio. Em continuidade as diligências, os policiais da Derf-VG foram até a casa do suspeito onde avistaram o veículo utilizado no furto. 

Leia mais:   Polícia Civil prende integrantes de facção criminosa por tráfico e receptação em Diamantino

Os investigadores realizaram a abordagem do suspeito, sendo encontrado com ele  uma espingarda calibre 22 com seis munições, além de algumas joias furtadas da joalheria de Sinop. Questionado, ele confessou a participação no furto assim como apontou o nome dos seus comparsas no crime.

 Diante das evidências, o suspeito foi conduzido a Derf Várzea Grande, onde após ser interrogado pelo delegado Guilherme Bertolli, foi autuado em flagrante pelos crimes de furto qualificado,  posse ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana