conecte-se conosco


Mato Grosso

Mato Grosso pode se unir à ONU em projetos socioeconômicos

Publicado

O Governo de Estado e o Sistema das Nações Unidas do Brasil (ONU) avaliam a execução de um grande projeto institucional de incentivo ao desenvolvimento humano sustentável. Na manhã desta quinta-feira (23), o secretário de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), Silvano Amaral recebeu em nome do governador Mauro Mendes, o coordenador do Sistema ONU no Brasil, Niky Fabiancic.

O encontro realizado no Palácio Paiaguás, deu continuidade à apresentação dos programas desenvolvidos pelo Estado no enfrentamento de diferentes questões, que envolvem o resgate da qualidade de vida e dignidade do cidadão. 

A ONU entre outras ações, tem expertise na aplicação de estratégias capazes de otimizar ações já desenvolvidas nos Estados, potencializando seus resultados, e a capacidade de envolvimento do público-alvo. Em sua prioridade consta o apoio às iniciativas de impacto social, como o combate à pobreza, economia sustentável, gestão ambiental, redução das desigualdades sociais, fortalecimento da economia local, entre outros temas de relevância internacional. 

No tocante à Agricultura Familiar, Silvano relatou uma série de ações desenvolvidas pela pasta no sentido de mitigar o impacto de alguns dramas sociais vividos pelos pequenos produtores. Entre elas, o programa ‘Terra a Limpo’ que irá promover a regularização fundiária em 87 municípios do Estado, beneficiando 165 glebas e 378 assentamentos. Serão investidos R$ 76,9 milhões oriundos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) com aplicação especifica em municípios localizados no bioma Amazônico. 

O secretário também apresentou o Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis (PMS), criado para promover o desenvolvimento sustentável dos munícipios, por meio do fortalecimento da economia local, com a promoção das cadeias produtivas sustentáveis. 

Já o Programa Pioneiros em REDD, conhecido como REM, é uma iniciativa dos Governos da Alemanha e Reino Unido implementado pelo Banco de Desenvolvimento KFW. O projeto incentiva as práticas sustentáveis de REDD (Redução de Emissões por Desmatamento, Degradação Florestal, Conservação, Manejo Sustentável e Aumento dos Estoques de Carbono Florestal), desenvolvidas no bioma Amazônico. Os recursos são destinados aos Estados comprometidos com o desenvolvimento sustentável. 

Leia mais:   Delegada retoma investigação e interroga mulher de envolvido em suposto esquema

“Mato Grosso se reinventou, e alcançou o ranking de maior produtor individual de carne e grãos do mundo, e nós queremos ser reconhecidos internacionalmente como tal. Quanto ao fomento à agricultura familiar, a Seaf de uma maneira muito especifica, está trabalhando não apenas na prospecção de iniciativas inovadoras, mas estamos construindo um verdadeiro conjunto de políticas públicas perenes e de impacto real na vida do homem do campo.”

Ele acrescenta que, hoje, o principal gargalo ao progresso do produtor é a falta de assistência técnica. “Não adianta o poder público distribuir equipamentos modernos se o produtor não souber operar. Ou o pior, o produtor perder toda sua produção por falta da orientação correta quanto ao manejo ou combate de pragas”, frisou Silvano.  

O secretário-executivo de Meio Ambiente (Sema), Alex Sandro Marega, frisou a mudança de postura adotada pelos produtores no combate ao desmatamento. O Estado saiu do ranking de maior desmatador nacional, e passou a ocupar o status de estado-modelo no implemento de políticas voltadas a preservação ambiental. O Estado também se tornou destaque na recuperação de áreas degradadas. 

“Estamos ampliando nossa produção sem comprometer o meio ambiente, tudo graças a organização do setor produtivo e a absorção de novas tecnologias capazes de otimizar a produção em áreas já abertas”, comemorou Marega, que aproveitou para destacar o empenho da pasta em dar celeridade aos processos de emissão do Cadastro Ambiental Rural (CAR). 

Na área da Assistência Social, o coordenador da ONU, Niky Fabiancic enfatizou o estreito relacionamento mantido com o Ministério da Cidadania no Brasil, e manifestou o interesse da organização em estender ao Estado o apoio às iniciativas públicas voltadas à cidadania. 

Leia mais:   Nota MT sorteia R$ 250 mil em prêmios nesta quinta-feira

Nesse contexto, a secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Rosamaria Carvalho destacou que entre as várias ações implementadas pelo governo, o Programa ‘Criança Feliz’ será apresentado à ONU como ação prioritária na parceria.

O programa foi instituído pelo decreto nº 8.869, de 5 de outubro de 2016, alterado pelo Decreto n° 9.579, de 22 de novembro de 2018, com a finalidade de promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, considerando sua família e seu contexto de vida. Sob coordenação do Ministério do Desenvolvimento Social, o programa articula ações políticas de assistência social, saúde, educação, cultura, direitos humanos e direito das crianças e adolescentes. 

Já o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Allan Kardec, detalhou sobre a necessidade da inserção de equipamentos esportivos distribuídos em locais estratégicos, as chamadas “academias ao ar livre”. Os empreendimentos têm o poder de socializar jovens e adultos, criando ambientes saudáveis de lazer, e a dispersão da violência em regiões de vulnerabilidade social. 

Niky ressaltou a participação da ONU em projetos de esporte e lazer, envolvendo mais de 60 mil crianças no Brasil. A organização também possui grande expertise no incentivo à cultura, e na preservação do patrimônio histórico. Segundo ele, o organismo já trabalha a captação de recursos para a execução do Plano de Gestão Sustentável para o Centro Histórico de Cuiabá. 

A ONU se comprometeu no encaminhamento detalhado das diretrizes que evolvem a parceria.  Diante do documento, o Governo do Estado irá definir as atribuições e responsabilidade que assumirá durante a execução da proposta

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Estudantes de Querência conhecem Cuiabá e o funcionamento dos poderes

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) recebeu na quarta-feira (18.09) a visita de 35 alunos do Ensino Médio da Escola Estadual 19 de Dezembro, localizada no município de Querência (945 quilômetros a Nordeste da Capital). A vinda dos alunos faz parte do Projeto Visita Cidadã, um trabalho multidisciplinar que envolve todas as áreas do conhecimento.

Na Seduc, os alunos foram recepcionados pela secretária adjunta de Gestão Educacional, Rosa Maria Araújo Luzardo, que respondeu vários questionamentos dos estudantes sobre o funcionamento da estrutura escolar.

Um dos alunos quis saber se a Seduc tem algum projeto de aproximação com as escolas e alunos. “Sua pergunta vem ao encontro de uma ação estratégica da escola que é o Projeto Seduc Vai à Escola. O projeto é conhecer a escola, os estudantes e seus profissionais da educação, e que verifica os tipos de dificuldades que ela tem, para melhorar a gestão e a aprendizagem do aluno”, explicou Rosa Luzardo.

A professora de História, Tatiane Schneider Neukamps, que acompanhou os alunos, avaliou como positiva as visitas nos órgãos públicos, pois o conhecimento adquirido foi muito grande.

Leia mais:   Alunos de escolas selecionada em Mostra de Ciência visitam fazenda

“Nossos alunos não conheciam a Capital do Estado. É um imenso ganho de conhecimento. É a teoria ligada à prática. Eles fizeram um trabalho sobre os 300 anos de Cuiabá e estão fazendo essa vivência”, frisou. A professora lembrou ainda que os estudantes têm muita curiosidade histórica, pois querem saber a história de Mato Grosso.

A coordenadora pedagógica, Helen Cristina Ladeia, que também participa do projeto, explica que a viagem até a Capital é uma oportunidade ímpar que os alunos tiveram. “Nossos alunos ficaram deslumbrados com a Capital. É um momento que vai fazer a diferença na maneira deles encararem a escola”, ressalta.

A aluna Rainara Olegária disse ter adquirido bastante conhecimento e aprendizado sobre aos órgãos públicos que visitou. “A palestra que tivemos na Assembleia Legislativa, de como funciona aquele poder, foi excelente, muito bem detalhada”, assinalou.

O colega dela, Fábio Henrique, também não conhecia Cuiabá e achou a cidade interessante e aprendeu principalmente sobre o funcionamento dos três poderes. “Também visitamos pontos turísticos como o Parque das Águas e conhecemos os shoppings centers”.

Leia mais:   Delegada retoma investigação e interroga mulher de envolvido em suposto esquema

O estudante Biulen Souza Santos disse que conhecer a Capital e como funciona os poderes é uma experiência única, pois sempre ouviu falar de Cuiabá pelos meios de comunicação e nunca tinha posto os pés na Capital de Mato Grosso.

“É um prazer enorme conhecer a nossa Capital, apesar de ser uma viagem difícil e cansativa. Podemos passar informações daqui para nossos colegas”, comemorou.

Pontos Turísticos

Na quarta-feira, os alunos também visitaram o Palácio Paiaguás e na terça-feira (17.09) estiveram no Tribunal de Contas do Estado (TCE) e na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Os estudantes fizeram uma panorâmica – viagem pelos pontos principais de uma cidade – e conheceram o Balneário da Salgadeira, em Chapada dos Guimarães, e visitaram os shoppings centers. Nesta quinta-feira (19.09), os alunos ainda visitarão vários pontos turísticos da Capital.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Confira os ganhadores do 1º Sorteio Especial da Nota MT

Publicado

A Secretaria de Fazenda (Sefaz) divulgou nesta quinta-feira (19) a lista preliminar dos ganhadores do “Sorteio Especial – Primavera” do Programa Nota MT, o primeiro da categoria especial que distribui cincos prêmio de R$ 50 mil, cada. A lista segue, agora, para auditoria da Controladoria Geral do Estado (CGE) que fará a análise dos dados, rotinas computacionais e procedimentos operacionais.

Dos cincos premiados, quatro são de Cuiabá e um é morador do município de Mirassol D’Oeste.

Josandra Carmona foi uma das ganhadoras do prêmio de R$ 50 mil e se emocionou ao receber a notícia. “Estou muito feliz e grata a Deus com esse prêmio que está vindo em boa hora e ajudará muito. Vou poder ajudar minha família, meus pais, aproveitar um pouco e investir para o futuro do meu filho”.

Josandra é assistente social e atua na entidade beneficente que indicou para receber a doação de 20%, a Associação Varzea-grandense Madre Tereza de Calcutá. “Eu que fiz todo o cadastro da instituição para ela também participar do Nota MT e que pudéssemos divulgar para nossos beneficiários para pedir o CPF na nota e indicar a associação para que pudéssemos ser beneficiados no sorteio também”.

Leia mais:   Sesp deflagra operação ‘Ordem Pública’ em Várzea Grande

Além de dela, outras quatro pessoas foram premiadas com R$ 50 mil: Rubens Arlindo da Silva, Eliane Campos Silva, Rogéria Brito Arcanjo de Freitas e Vânia Aparecida dos Santos Silva. A lista preliminar com o resultado do sorteio, realizado nesta quinta-feira (19), está disponível para consulta no site e no aplicativo da Nota MT.

Para o Sorteio Especial de Primavera participaram aqueles contribuintes cadastrados na Nota MT e que exigiram o CPF na nota em compras realizadas entre os dias 17 de junho e 31 de agosto. Ao todo, concorreram aos prêmios 93.948 pessoas, com 1.567.844 bilhetes eletrônicos.

O Programa Nota MT já possui mais de 125 mil usuários cadastrados e sorteou R$ 1.350.000,00 em prêmios desde o mês de junho, quando foi lançado pelo Governo do Estado. As premiações já sorteadas são: 2 mil prêmios de R$ 500, 10 prêmios de R$ 10 mil e cinco de R$ 50 mil.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana