conecte-se conosco


Estadual

Mato Grosso oferta 1.208 vagas de emprego pelo Sine

Publicado

Além do trabalho de intermediação de mão-de-obra, o Sine realiza serviços de habilitação do Seguro desemprego, emissão de carteira de trabalho e previdência social

Mato Grosso oferta 1.208 vagas de emprego nesta semana. Aqueles que estão em busca de uma oportunidade de trabalho podem procurar os postos do Sistema Nacional de Empregos (Sine-MT) espalhados pelo Estado. Os moradores de Cuiabá e Várzea Grande têm 111 oportunidades de empregos disponíveis. Nestas cidades, para as pessoas com deficiência (PDC), estão abertas cinco vagas.

Conforme o Painel de Vagas do Sine, as demais vagas estão distribuídas nos outros 26 municípios. Em Água Boa (738 Km da Capital), são 50 vagas de trabalho nas funções de cozinheiro geral, mecânico, operador de máquinas agrícolas, vaqueiro, vendedor pracista, entre outras.

No município de Barra do Garças (516 Km da capital), são 21 vagas nas áreas de ajudante de obra, funileiro de veículos (reparação), mecânico, operador de máquinas agrícolas, manicure, cuidador de idosos e auxiliar de escrituração fiscal.

Leia mais:   Governo paga 13º dos servidores em parcela única no dia 20

Já em Primavera do Leste (242 Km da capital) são 51 oportunidades. Entre as vagas ofertadas estão: mecânico de motor a diesel, consultor de vendas, dedetizador, carpinteiro, torneiro mecânico, servente de pedreiro, motorista carreteiro, auxiliar de linha de produção, auxiliar de contabilidade e auxiliar administrativo.

Atendimento

Além do trabalho de intermediação de mão-de-obra, o Sine realiza serviços de habilitação do seguro desemprego, emissão de carteira de trabalho e previdência social. È preciso verificar na unidade a disponibilidade das  vagas, que são ofertadas diariamente.

Os interessados em fazerem parte do banco de dados, podem comparecer aos postos de atendimento, portando documentos pessoais, carteira de trabalho e comprovante de residência, facilitando os trâmites do atendimento. Procure os postos mais próximo de sua residência.

Download

  • PAINEL VAGAS 11.11

Emerson Cantarelli | Setasc-MT

Comentários Facebook

Destaque

Governo paga 13º dos servidores em parcela única no dia 20

Publicado

Lucas Rodrigues – Secom-MT

O Governo do Estado vai pagar o 13º salário de todo o funcionalismo público referente a 2019 no dia 20 de dezembro, em parcela única.

A decisão foi anunciada pelo governador Mauro Mendes nesta terça-feira (10.12), durante reunião com secretários de Estado, adjuntos, chefes de autarquias e fundações do Executivo e deputados eataduais.

Além de garantir o direito dos servidores, o pagamento em dia do 13º deve injetar na economia do Estado um acréscimo superior a R$ 500 milhões.

De acordo com o governador Mauro Mendes, a notícia positiva ao funcionalismo só foi possível graças a uma série de medidas necessárias adotadas desde o início do ano, a exemplo da reforma administrativa (que fundiu e extinguiu secretarias), a renovação do Fethab e a renegociação da dívida com o Bank Of America.

“Fizemos um verdadeiro pente-fino nos contratos, garantindo redução das despesas com manutenção, energia, internet, telefone, combustível. Também colocamos em prática um controle rigoroso dos gastos com o custeio das secretarias e despesas com pessoal, obtendo mais resultados com custos menores”, frisou.

Leia mais:   Cáceres institui programa para fomento da cidadania fiscal

“Agradeço muito a Assembleia Legislativa. Não há como implementar as medidas sem o apoio da Assembleia. Tudo o que nós fazemos vem do bolso do contribuinte. E é para esse cidadão que o Estado precisa voltar seus olhos. É na adversidade que normalmente a civilização produz mais conhecimento, pois os problemas nos obrigam a produzir soluções. Precisamos devolver à sociedade aquilo que ela espera de todos nós”, completou o governador.

Conforme o chefe do Executivo, nada disso seria possível sem o trabalho de todos os servidores públicos.

“Essa notícia é resultado de trabalho sério, com planejamento e engajamento dos servidores. Muita gente trabalhou para isso e o que resta é dizer meu muito obrigado e que me sinto honrado por estar ao lado de vocês”.

Mendes destacou que a forma determinada com a qual o Estado tem agido para recuperar o dinheiro desviado pela corrupção e para combater a sonegação fiscal também contribuiu para a garantia do pagamento em dia.

“Firmamos parcerias com os órgãos de controle e fortalecemos o Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira), de forma a não só prevenir que a corrupção se estabeleça, mas para que o dinheiro desviado retorne aos cofres públicos”, citou.

Leia mais:   Municípios de Mato Grosso receberão R$ 81 milhões do FPM

O governador lembrou que apesar de Mato Grosso ainda não ter recebido os recursos provenientes do leilão do pré-sal, tampouco os valores do Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX), ainda assim o 13º pôde ser garantido pela administração.

“Antes de cobrar dos outros, precisamos fazer o nosso dever de casa. Enxugamos, cortamos na própria carne, tomamos medidas necessários e esse grande esforço para consertar o nosso Estado nos garantiu essa notícia positiva ao funcionalismo e à sociedade”.

“Graças a Deus, ao esforço de muitos e a essa eficiência no controle da despesa e no incremento da receita retomamos o pagamento único no dia 10. Pequenos gestos trazem eficiência no controle da despesa e no incremento da receita. E por isso é com muita felicidade que anúncio que no dia 20 os servidores receberão o décimo terceiro na conta”, comemorou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Estadual

Governo paga 13º dos servidores em parcela única no dia 20

Publicado

O Governo do Estado vai pagar o 13º salário de todo o funcionalismo público referente a 2019 no dia 20 de dezembro, em parcela única.

A decisão foi anunciada pelo governador Mauro Mendes nesta terça-feira (10.12), durante reunião com secretários de Estado, adjuntos, chefes de autarquias e fundações do Executivo e deputados eataduais.

Além de garantir o direito dos servidores, o pagamento em dia do 13º deve injetar na economia do Estado um acréscimo superior a R$ 500 milhões.

De acordo com o governador Mauro Mendes, a notícia positiva ao funcionalismo só foi possível graças a uma série de medidas necessárias adotadas desde o início do ano, a exemplo da reforma administrativa (que fundiu e extinguiu secretarias), a renovação do Fethab e a renegociação da dívida com o Bank Of America.

“Fizemos um verdadeiro pente-fino nos contratos, garantindo redução das despesas com manutenção, energia, internet, telefone, combustível. Também colocamos em prática um controle rigoroso dos gastos com o custeio das secretarias e despesas com pessoal, obtendo mais resultados com custos menores”, frisou.

Leia mais:   Cáceres institui programa para fomento da cidadania fiscal

“Agradeço muito a Assembleia Legislativa. Não há como implementar as medidas sem o apoio da Assembleia. Tudo o que nós fazemos vem do bolso do contribuinte. E é para esse cidadão que o Estado precisa voltar seus olhos. É na adversidade que normalmente a civilização produz mais conhecimento, pois os problemas nos obrigam a produzir soluções. Precisamos devolver à sociedade aquilo que ela espera de todos nós”, completou o governador.

Conforme o chefe do Executivo, nada disso seria possível sem o trabalho de todos os servidores públicos.

“Essa notícia é resultado de trabalho sério, com planejamento e engajamento dos servidores. Muita gente trabalhou para isso e o que resta é dizer meu muito obrigado e que me sinto honrado por estar ao lado de vocês”.

Mendes destacou que a forma determinada com a qual o Estado tem agido para recuperar o dinheiro desviado pela corrupção e para combater a sonegação fiscal também contribuiu para a garantia do pagamento em dia.

“Firmamos parcerias com os órgãos de controle e fortalecemos o Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira), de forma a não só prevenir que a corrupção se estabeleça, mas para que o dinheiro desviado retorne aos cofres públicos”, citou.

Leia mais:   Governo paga 13º dos servidores em parcela única no dia 20

O governador lembrou que apesar de Mato Grosso ainda não ter recebido os recursos provenientes do leilão do pré-sal, tampouco os valores do Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX), ainda assim o 13º pôde ser garantido pela administração.

“Antes de cobrar dos outros, precisamos fazer o nosso dever de casa. Enxugamos, cortamos na própria carne, tomamos medidas necessários e esse grande esforço para consertar o nosso Estado nos garantiu essa notícia positiva ao funcionalismo e à sociedade”.

“Graças a Deus, ao esforço de muitos e a essa eficiência no controle da despesa e no incremento da receita retomamos o pagamento único no dia 10. Pequenos gestos trazem eficiência no controle da despesa e no incremento da receita. E por isso é com muita felicidade que anúncio que no dia 20 os servidores receberão o décimo terceiro na conta”, comemorou.

Secom

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana