conecte-se conosco


Cáceres e Região

Mato Grosso já imunizou 79% do grupo de risco

Publicado

A vacina que protege contra o vírus H1N1 continua disponível em alguns postos

 

Até esta terça-feira (31.05) Mato Grosso atingiu 79,70% da cobertura vacinal da campanha da gripe. De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica, da Secretaria de Estado de Saúde (SES), mais de 490 mil mato-grossenses foram imunizados contra a doença. E mesmo com o fim da campanha nacional, a SES orienta a continuidade da imunização para os grupos de risco nos municípios que ainda possuem doses da vacina.

 

No total, foram aplicadas 578.618 doses da vacina. Entre os grupos prioritário, o segmento de trabalhadores de saúde registrou a maior cobertura vacinal (97,10%), seguido por idosos (88,57%), puérperas (87,85%), crianças de 6 meses a menores de 5 anos (75,08%), gestantes (62,10%) e indígenas (57,20%). Ainda foram imunizados funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

 

Dos 141 municípios do estado, 74 deles (52%) atingiram ou ultrapassaram a meta de vacinar 80% da população alvo. Ao todo, 38 cidades ainda estão com a cobertura vacinal abaixo de 50%, como é o caso dos municípios de Peixoto de Azevedo (45%), Alto Paraguai (40,78%) e Santo Antônio do Leste (40%).

 

“Os municípios que ainda não atingiram a meta de 80% e que ainda possuem doses da vacina devem continuar a vacinação”, lembra a coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Flávia Guimarães, reforçando que a vacina não deve ser aplicada em pessoas que não fazem parte dos grupos prioritários.

Leia mais:   Em Cáceres, Marinha abre 15 vaga no Curso de Formação para Aquaviários

 

Flávia ressalta ainda que é preciso que todos os municípios informem no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde, o total de doses aplicadas em cada grupo prioritário.

 

“Com essa informação a SES acompanha a cobertura vacinal no estado e verifica a real situação em cada regional, se o município não informa corretamente as doses que está aplicando ou deixa de vacinar a população, ficará com a cobertura vacinal abaixo da meta e colocará em risco as pessoas dos grupos prioritários”, pontua a coordenadora.

 

O prazo final para os municípios informarem os dados referente a campanha de vacinação contra gripe é 06 de junho.

 

Mobilização

 

Em Mato Grosso, a campanha de vacinação contra gripe teve início no dia 30 de abril. A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde para este ano, sendo A/H1N1, A/H3N2 e influenza B.

 

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde demonstram que a vacinação pode reduzir de 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da Influenza.

Leia mais:   Prefeitura decreta estado de calamidade pública por seis meses em Curvelândia por causa da pandemia

 

A vacinação é uma importante prevenção à gripe, mas não dispensa medidas básicas de proteção. Alguns cuidados simples como lavar as mãos com frequência, utilizar lenço descartável e cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir ajudam evitar a doença. Também é recomendado não compartilhar objetos de uso pessoal e evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca. Em caso de síndrome gripal, deve-se procurar um serviço de saúde o mais rápido possível.

 

Números

 

A Secretaria de Estado de Saúde tem 402 casos notificados em Mato Grosso da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRGA), desde o início do ano. Deste total, 15 casos foram descartados e 387 continuam em investigação.

 

Trezes casos notificados tiveram resultados positivos para Influenza H1N1. Deste total, três casos evoluíram para cura (Sinop, Várzea Grande e Rondonópolis) e cinco casos evoluíram para morte nos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Água Boa, Juara, e Paranaíta.

 

Entre os municípios com mais notificações de casos de SRAG destacam-se Cuiabá, Rondonópolis, Várzea Grande e Sinop, com 117, 53, 38 e 26 casos, respectivamente. Os demais casos estão distribuídos em 46 municípios mato-grossenses, entre eles Alta Floresta, Cáceres, Campo Novo do Parecis e Primavera do Leste.

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Motoristas de ônibus escolares da prefeitura de Cáceres ganham na justiça o direito de receber Adicional de Periculosidade e de Insalubridade

Publicado

Assessoria

Depois de muito lutar com a gestão passada, os Guardas Municipais de Cáceres e os Motoristas de Ônibus Escolares começaram a ver o resultado de suas ações na justiça, com as primeiras implementações do Adicional de Periculosidade e de Insalubridade, que acarretará o aumento de 30% por cento no salário base da categoria dos guardas e de 20% para os motoristas.

Alguns motoristas e guardas municipais começaram, já este mês, a receber o adicional devido, e que nunca foi pago pela administração municipal nas gestões anteriores. A implementação dos adicionais tem se dado via processo judicial, após julgamentos de 1ª e 2ª Instância.

Nas ações ajuizadas pelos Guardas e pelos Motoristas, que são representados na justiça pelo Escritório Curvo e Pizzatto Advogados, os servidores pedem a implementação do adicional de 30% e 20% nos salários, que já tem sido realizada nos casos vencedores, mais o retroativo dos últimos cinco anos.

A justiça em Cáceres já confirmou o direito das categorias ao adicional e ao retroativo. A prefeitura recorreu dos casos, e agora a 2ª instância da justiça tem indeferido os recursos da prefeitura e garantido o direito dos profissionais, que há anos esperam pela melhoria salarial.

Leia mais:   Dois municípios registram alto risco de contaminação pela Covid-19

Procurados pelo Jornal Oeste, os Advogados que representam os guardas disseram que a expectativa é de que a Justiça confirme todos os casos, e que até fim do ano a Prefeitura faça a implementação dos adicionais para quem ajuizou a medida.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Em Cáceres, Marinha abre 15 vaga no Curso de Formação para Aquaviários

Publicado

Assessoria
Visando contemplar ao cidadão cacerense a oportunidade de capacitação para marinheiro fluvial e conhecimento de convés e máquinas, a Agência Fluvial de Cáceres, abre em fevereiro as inscrições para o Curso de Formação de Aquaviários MARINHEIRO FLUVIAL AUXILIAR DE CONVÉS E DE MÁQUINAS – NÍVEL 1 (CFAQ-MAFC/MAFM).

Para se inscrever, homens e mulheres devem ter no mínimo 18 anos completos, ser brasileiro, possuir escolaridade inferior ao 6º ano do Ensino fundamental e estar em dia com as obrigações militares e eleitorais.

De acordo com o Comandante da Agência em Cáceres, capitão tenente Estanislau Geraldo de Carvalho, o cidadão capacitado como Aquaviário, tem maior possibilidade de ingressar no mercado de trabalho, principalmente nesta região onde o turismo é um dos pontos fortes da economia e com os rios sempre atrativos para a pesca.

Com carga horária de 50 h/a e com início previsto para o mês de abril, a Agência Fluvial de Cáceres disponibiliza de 15 vagas. O período de inscrições inicia em 04 de fevereiro até 08 de março.

O seletivo consta apenas de teste de suficiência física, com prova de natação na distância de 25 metros (sem limite de tempo) e permanência de flutuação sem qualquer auxílio e com duração de dez minutos. Para a realização do teste, os candidatos deverão apresentar atestado médico, emitido há menos de um ano, que comprove bom estado de saúde física, mental, visual e auditivas.

Leia mais:   Dois municípios registram alto risco de contaminação pela Covid-19

Diante do quadro do Coronavírus, o 1º Sg-Et Márcio Rogério dos Santos Ferreira, encarregado do Ensino Profissional Marítimo, informa aos interessados que agendem atendimento, pelos telefones (65) 3223-2722 e 3223-1416, medida adotada para que não ocorra aglomerações.  Sargento Marcio ressalta que o candidato no ato da inscrição deverá apresentar documento que comprove a escolaridade exigida; RG, CPF, comprovante de residência, foto 3×4, ficha de inscrição preenchida e comprovante de pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 8,00.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana