conecte-se conosco


Cáceres e Região

Mato-grossenses recebem doações de comida durante protestos na Bolívia

Publicado

À meia noite desta quarta-feira (13) encerraram os protestos na Bolívia e a vida da população começa a retornar à normalidade. O estudante de medicina Rodrigo Motta Fedatto, que mora em Santa Cruz de La Sierra, conta que houve limitação no ir e vir da comunidade, mas os casos de violência foram pontuais. Mesmo com as restrições, houve solidariedade, com distribuição gratuita de comida para os moradores.

Leia também – Vídeo mostra liberação de fronteira em Cáceres após 16 dias de bloqueio

Os protestos na Bolívia começaram em 21 de outubro, logo após a votação que elegeu Evo Morales para seu 4° mandato. A oposição alegava fraude nas urnas e exigia que ele renunciasse. Os opositores foram para as ruas e o caos se instalou em muitas cidades até esta quarta-feira (13) quando foram suspensos os protestos.

O cuiabano se mudou para a Bolívia em 2013 para estudar medicina e aguarda a realização de uma última prova para pegar o diploma. Devido aos conflitos, a avaliação foi suspensa e terá nova data marcada. Após o teste, ele deve voltar ao Brasil.

Leia mais:   Comunidade Acadêmica delibera cronograma de mobilização em defesa da UNEMAT e adesão à Greve Nacional da Educação

Fedatto conta que as notícias veiculadas no Brasil tratavam os protestos de forma exagerada. Ninguém ficou sem comida, os atos de violência foram isolados o tráfego estava bloqueado para sair do país por fronteias terrestres. No entanto, quem quisesse deixar a Bolívia tinha opção por voos comerciais ou táxi aéreo.

Ele relata que em Santa Cruz, onde vive, havia pelo menos 200 pontos de distribuição de alimentos gratuitos para a população. As doações foram feitas por fazendeiros, comunidade em geral e Comitê Cívico de Santa Cruz. Havia pessoas voluntárias que preparavam refeições em lugares estratégicos da cidade e empresas que vendiam alimentos em condomínios e bairros a preços de custo (o mesmo que venderiam para o comércio).

O mesmo acontecia com revendas de água e outros alimentos. Foi registrado aumento dos preços de alguns produtos nos supermercados, mas nada exorbitante que impedisse a população de consumir.

“Os mercados abriam das 7h às 12h. Só passavam ambulâncias com pacientes que precisavam de atendimento urgente. Os hospitais estavam recebendo pacientes. Mas os bancos fecharam, poucos funcionavam, os órgãos públicos pararam, as universidades pararam. Estava tudo parado, mas no geral, aqui em Santa Cruz, não houve violência”, afirma o estudante.

Leia mais:   Cáceres sedia primeira reunião de 2020 do Comitê de Bacia do rio Cabaçal

O morador de Santa Cruz conta que na sexta-feira (8) a polícia se recolheu aos quarteis, para não investir contra os manifestantes, uma vez que restou comprovada a fraude nas eleições que levaram Evo Morales á presidência pela 4ª vez. “Foi comprovado que até morto votou, gente que não existia votou”, relata.

A amiga de Fedatto, Dany Tyelle Rodrigues da Costa, que é de Glória D’Oeste (312 km a oeste de Cuiabá) e mora em Santa Cruz, afirma que participou de vários protestos contra Morales e não houve conflito em nenhum deles.

“Não estavam hostilizando brasileiros, nem brigando entre si. Houve alguns casos isolados de pessoas que se desentenderam e só”, conta.

Morales renunciou no domingo (10) e a senadora Jeanine Anez assumiu a presidência do país. Ela é indicada da oposição e fica no cargo até que sejam realizadas novas eleições para escolher o presidente.

Vídeo

GD
Comentários Facebook

Cáceres e Região

Estudantes do IFMT Cáceres são aprovados em universidades públicas de referência em cinco estados brasileiros

Publicado

Estudantes dos cursos técnicos integrados ao ensino médio do Instituto Federal de Mato Grosso, IFMT Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo celebram a aprovação para ingresso em cursos de diversas áreas em universidades de referência no Brasil. Até agora a instituição já tem o registro de aprovação em 2020 de 40 estudantes em instituições de ensino superior como Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Instituto Federal de Rondônia (IFRO), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Entre as áreas, os cursos de Agronomia e Biologia tiveram o maior número de aprovações de estudantes do IFMT Cáceres por meio da nota do Enem, no Sistema de Seleção Unificada (SISU). Quinze estudantes optaram pelos cursos em instituições com Unemat, UFMT e UFV.

Natan Alves do Nascimento (19 anos) é um desses estudantes. Ele já está em Viçosa realizando o sonho de estudar em um dos cursos mais tradicionais da instituição mineira que foi criada inicialmente para ofertar graduações no campo das ciências agrárias.

“Tenho o maior orgulho de ter me formado no IFMT, esses três anos que passei aí foram de extrema importância para que estivesse aqui na UFV hoje, uma vez que o contato com ótimos profissionais, alguns doutores formados aqui mesmo, despertou em mim o desejo de estudar nessa universidade”, destaca Natan.

Natural de Pontes e Lacerda – MT, filho de pequenos produtores rurais, Natan afirma que sempre esteve próximo da vida do campo e que a possibilidade de cursar o Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio ofertado pelo IFMT foi determinante para a escolha do curso de Agronomia.

“Eu sempre morei na zona rural, então já tinha um certo contato, mas sem sombra de dúvidas foi a formação em técnico que determinou de vez que seguiria a carreira de agronomia. Ao passo que estudava plantas, culturas, solos, gestão e administração rural me aproximava cada vez mais da agronomia”, conta o estudante.

Para o estudante Wellington de Amorim dos Santos, aprovado no curso de bacharelado e licenciatura em Ciências Biológicas da Unemat, campus Jane Vanini em Cáceres, a possibilidade de realizar pesquisas com o incentivo a iniciação científica já no ensino médio no IFMT, o estímulo à reflexão e ao pensamento crítico, e o conhecimento construído no diálogo respeitável e afetuoso com as educadoras e educadores foram fatores indispensáveis para o bom desempenho no Enem e também para a definição de que curso seguir.

“O incentivo à iniciação científica teve muito presente na minha vida no IFMT, principalmente porque eu já gostava muito de pesquisar e questionar. Foi um dos fatores pelos quais eu optei pela Biologia. Todos os meus projetos de iniciação científica, foram voltados para a área da Biologia. Mas, o que me motivou no processo de escolha do curso foi o afeto e a minha admiração pela dedicação dos professores da área”, afirma Wellington.

Persistência

O sonho de fazer medicina em uma universidade pública federal foi transformado em meta pela estudante do Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio do IFMT Cáceres, Letícia Ferreira (19 anos), aprovada em Medicina na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).

Letícia concluiu o ensino médio no ano letivo de 2018, fez o Enem e obteve nota que garantiria o ingresso em vários cursos como Odontologia, Enfermagem, Engenharia da Computação, mas ela optou por focar em medicina. No Enem de 2019 foi aprovada no curso desejado na federal de Dourados – MS. Mesmo com a aprovação, Letícia decidiu continuar estudando para ingressar na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), onde reside atualmente, ou na Universidade de São Paulo (USP).

“O IFMT me ajudou de diversas formas, mas eu acho que a mais importante foi o amadurecimento que eu adquiri nesses 3 anos no instituto. Um amadurecimento para vida mesmo, eu fiquei muito independente e entendia que eu tinha que estudar para conseguir alcançar o meu sonho. Então nunca tinha ninguém me obrigando a estudar, porque eu sabia que eu tinha que fazer aquilo”, afirma Letícia.

A estudante também destaca o papel das educadoras e educadores do IFMT para o êxito em sua formação. “Outra coisa que me ajudou muito na persistência e no foco foram os professores que souberam do meu sonho e sempre me incentivaram a escrever e estudar. São profissionais incríveis a quem eu devo muito por essa aprovação tão desejada”, conclui Letícia.

Entre os cursos com aprovação de estudantes do ensino médio técnico do IFMT Cáceres estão bacharelados e licenciaturas em Arquitetura e Urbanismo, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Elétrica, Engenharia Florestal, Farmácia, Geografia, História, Letras, Medicina Veterinária, Odontologia, Pedagogia, Sistemas de Informação e Zootecnia.

Edna Pedro  DRT RJ 5056/2001
Assessoria de Comunicação
IFMT/Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo
(65) 3221-2631
Comentários Facebook
Leia mais:   Prefeito recebe parceiros do projeto "Patrulha Maria da Penha"
Continue lendo

Cáceres e Região

Alunos do Colégio Batista de Cáceres visitam a Prefeitura

Publicado

Alunos visitam prefeitura

A Prefeitura Municipal de Cáceres, recebeu alunos de várias séries do Colégio Batista, essa foi a primeira escola a fazer visita este ano, entre várias outras que farão o mesmo, durante a manhã e a tarde. Os alunos foram recepcionados no gabinete do prefeito Francis Maris Cruz, onde conversaram diversos assuntos.

O prefeito abriu espaço para que as crianças pudessem fazer diversas perguntas, sobre o que quisessem a respeito da prefeitura. Perguntaram como é ser um líder, o quanto já foi investido durante seu mandato, qual a maior dificuldade em ser prefeito, o que ele era antes de ser o prefeito da cidade e também, a respeito de outros prefeitos, sobre a cidade e a origem do nome “Cáceres.”

Logo após, fizeram um passeio pelo prédio da prefeitura, conhecendo as secretarias e, principalmente a usina fotovoltaica que está sendo construída no local. O Engenheiro responsável pelo projeto, Bruno Renostro, fez uma explicação breve sobre como funciona a energia solar e respondeu todas as perguntas feitas pelos alunos.

Agradecemos aos professores que acompanharam os alunos, a professora  Fabiane, Leidirene, Aurenir, Adna e Kassia.

Leia mais:   Parceria Embrapa, Senar e IFMT: Eventos difundem tecnologia de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta em Cáceres

Da Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana