conecte-se conosco


Cáceres e Região

Mais de 4.00 pessoas lotam arena Pantanal na abertura do 13º Encontro Nacional de Educação Matemática

Publicado

Mais de 4.000 professores da Educação Básica, estudantes de licenciaturas em Matemática e Pedagogia, de cursos de pós-graduação e pesquisadores participaram no domingo (14/07), da abertura do 13º Encontro Nacional de Educação Matemática, realizado na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Pela primeira vez sediada no Centro-oeste, esta edição tem como temática central “Educação Matemática com as Escolas da Educação Básica – Interfaces entre pesquisas e salas de aula”.

O coordenador da Sociedade Brasileira de Educação Matemática, regional de Mato Grosso (Sebem-MT), e professor da Unemat, Márcio Urel, afirmou que o maior laboratório vivo para a pesquisa é a sala de aula. “Enquanto universidade, entendemos que a solução para este país passa pela Educação Básica, e principalmente as salas de aula lá da base. Do contrário, as nossas pesquisas servirão somente para entulhar bibliotecas e aumentar os currículos lattes dos próprios pesquisadores”.

Este é o mais importante evento da área no âmbito nacional. O reitor da Unemat, Rodrigo Zanin, frisou a importância da relação da universidade, institutos e sociedades científicas com a Educação Básica. “É a universidade saindo dos seus muros e indo lá na ponta, mantendo estreito diálogo com os diferentes atores envolvidos nos processo de ensino e aprendizagem em Matemática. Um evento como este mostra a importância do que está sendo pensado para a Educação”.

Leia mais:   IFMT Campus Cáceres- Prof. Olegário Baldo celebra 39 anos de fundação

Encontro de Matemática em números- Os números evidenciam o tamanho desse evento. São 1.684 trabalhos durante os quatro dias de Encontro, sendo 2 conferências, 30 palestras, 27 mesas redondas, 904 comunicações científicas, 446 relatos de experiências, 139 pôsteres e 138 minicursos.

Também estão expostos 74 experimentos na Feira de Matemática, trazidos por estudantes oriundos de oito estados brasileiros, de todas as modalidades de ensino. “É um espaço de democratização do ensino e publicização do trabalho realizado em sala de aula e também uma prestação de contas para a comunidade que olha para a Educação como um instrumento de transformação social”, declarou a representante da Comissão Nacional das Feiras de Matemática, Fátima Peres de Oliveira.

O 13º Encontro Nacional de Educação Matemática promove discussões sobre a Educação Matemática, seus fazeres múltiplos e complexos, tendências metodológicas e pesquisas que constituem a área. A Presidente da Sociedade Brasileira de Educação Matemática, Regina Célia Grando, afirmou que há grande diversidade de contextos culturais, sociais e políticos, que marcam o exercício da profissão no País. Entretanto, os desafios experimentados são semelhantes.

“Os desafios diários dos professores e estudantes na sala de aula de Matemática podem ser compartilhados nos diferentes espaços na programação do evento, o que nos possibilita novas ideias e o sentimento de que o trabalho do professor não é solitário”.

Leia mais:   Governo federal garante recurso para rodovias de MT

A Secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, declarou que mesmo diante dos desafios, a Seduc está de portas abertas. “Às nossas universidades precisamos dizer que vocês são fundamentais no processo de mudança da educação, ao fazerem o papel de formadores”.

Programação- Os trabalhos serão apresentados em três eixos: Práticas Escolares, Pesquisa em Educação Matemática e Formação de Professores. Espera-se que as discussões possam contribuir, dentre outras esferas, com os processos de ensinar e de aprender matemática nas Escolas da Educação Básica do Brasil.

Nos dias 15, 16 e 17 de julho (de segunda a quarta- feira), das 7h30 às 18h00, haverá mesas redondas, palestras, pôsteres, minicursos, sessão de comunicações científicas e relatos de experiências. A conferência de encerramento será dia 17/07, às 17h00, com o professor Dr. Jonei Cerqueira Barbosa (UFBA), sobre “Perspectivas e desafios nas relações entre os conhecimentos produzidos na universidade e na escola básica”. Saiba mais: https://www.xiiienem.com.br/programacao.php.

Organização: Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Sociedade Brasileira de Educação Matemática (Sebem) e Sociedade Brasileira de Educação Matemática (Sebem), regional Mato Grosso (Sebem-MT). Apoio: Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Instituto Federal de mato Grosso (IFMT), CNPq, Capes.–

por Danielle Tavares

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Em Sessão Solene, Câmara celebra nomeação de Cáceres e San Matías como cidades gêmeas

Publicado

O Ministério do Desenvolvimento Regional do Governo Federal publicou, no mês de abril, uma Portaria que incluiu a cidade de Cáceres na lista de “cidades gêmeas” nacionais.

O conceito de cidade gêmea se caracteriza pela integração urbana com países vizinhos – neste caso, com a cidade boliviana de San Matías – e permite o livre comércio na região fronteiriça. Na prática, Cáceres poderá comercializar produtos importados com isenção de impostos, através da implantação de um “free shop” composto por lojas aptas a comercializar produtos importados do país vizinho no valor de até U$300 (trezentos dólares estadunidenses).

Dessa maneira, várias pessoas poderão visitar Cáceres para fazer compras de produtos com preços mais acessíveis. Essa nova condição somada à visitação turística vai possibilitar o incremento da economia no município, o que deve acarretar também investimentos sociais e na segurança, visando a viabilização e estruturação desta nova política comercial internacional na Princesinha do Paraguai.

Antes mesmo desta ação do governo federal, no entanto, a Câmara Municipal de Cáceres havia idealizado a expedição de Diplomas de Honra às autoridades Bolivianas de San Matías. Aproveitando a oficialização do pareamento de Cáceres e San Matías como cidades gêmeas, os vereadores da Câmara Municipal promoveram uma Sessão Solene na manhã de sexta-feira (16), com a presença de Fabio López Olivares, Prefeito de San Matías, acompanhado de seus vereadores. Também marcaram presença representantes de órgãos municipais de Cáceres como a Prefeitura, o Grupo Especial de Fronteira (GEFRON), a Polícia Militar e a Unemat, além de veículos de imprensa local e os vereadores cacerenses.

Leia mais:   Reitor do IFMT dialoga com servidores de Cáceres sobre contingenciamento de recursos e cenário atual da Educação Profissional e Tecnológica

17 diplomas de honra foram emitidos às autoridades de San Matías, que em reciprocidade também presentearam os parlamentares da Câmara Municipal. “Foi um grande ato organizado pela Câmara de Cáceres pelo bem da integração entre dois países e pela construção de maiores possibilidades e façanhas. São duas regiões irmãs com quatro, cinco milhões de habitantes que poderão usufruir dessa união, fruto de muitos anos de trabalho. Juntos, podemos compartilhar os mesmos sentimentos e ideais que fortalecem o nosso povo”, disse o Prefeito de San Matías, Fabio López Olivares.

Confira, na semana que vem, no site oficial da Câmara Municipal de Cáceres, a matéria completa sobre a solenidade.

Felipe Deliberaes/Assessoria de Imprensa

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

IFMT Campus Cáceres- Prof. Olegário Baldo celebra 39 anos de fundação

Publicado

Neste dia 17.08, o Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo do Instituto Federal de Mato Grosso completa 39 anos de fundação, a partir de sua origem como Escola Agrotécnica Federal de Cáceres.  Na véspera do aniversário, estudantes, servidoras, servidores e colaboradores se reuniram para celebrar as conquistas e renovar a esperança na educação pública, gratuita e de qualidade.

A programação teve início com uma performance da  Fanfarra do campus em frente ao prédio central da instituição, seguida de um emocionante encontro da comunidade interna no Refeitório ‘Anarlete da Silva Loureiro’ com a apresentação da Orquestra de Violões do IFMT Campus Cáceres, regida pelo professor Célio Jonas Monteiro,  com corte de bolo e parabéns.

“As pessoas que compõem essa instituição é quem fazem a diferença. Não basta o prédio bonito, a área construída, o bom laboratório. Somos todos nós quem fazemos esta instituição comprometida com a transformação na vida das pessoas, há 39 anos. Sabemos que o momento não está fácil, em nível de Brasil, neste cenário de contingenciamento, mas hoje queremos comemorar, parabenizar e continuar fazendo no nosso campus, educação pública, gratuita e com qualidade”, afirma o diretor-geral do campus, professor Salmo César da Silva.

Leia mais:   Assembleia Legislativa aprova projeto que faz de Cáceres a Capital Estadual da Pesca Esportiva

Vocação

Em 39 de atuação na região oeste, o Campus Cáceres-Prof. Olegário Baldo do Instituto Federal de Mato Grosso inscreve a sua história a serviço da educação para a vida e para o trabalho.

Na instituição que se constituiu um dos pilares de formação do IFMT, desde 2008, com a estruturação da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, um dos marcos é o amplo universo de formação pública e gratuita com a oferta da educação básica ao ensino superior. Assim, pessoas adolescentes, jovens e adultas encontram no campus oportunidades educacionais em diversas modalidades com cursos de Formação Inicial e Continuada, Ensino Médio Integrado à formação técnica, Curso técnico pós-médio e Cursos superiores.

O campus dispõe de uma área de 320 hectares, com 21 Unidades de Ensino e Produção, áreas experimentais e 25 laboratórios.

Com quadro qualificado de especialistas, mestres e doutores, e oferta de assistência estudantil para assegurar o sucesso de seus estudantes, o IFMT Campus Cáceres- Prof. Olegário Baldo é destaque no ensino, pesquisa e extensão, e projeta Mato Grosso na produção de inovação tecnológica com invenções e transferência de tecnologias a serviço das comunidades.

Edna Pedro
Assessoria de Comunicação
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana