conecte-se conosco


Mato Grosso

Mais de 200 mulheres são atendidas em mutirão de consultas de mastologista

Publicado

O Hospital Estadual Santa Casa recebeu, na manhã do último sábado (19.10), 285 pacientes que passaram por consultas em mastologia e, conforme indicação médica, realizaram os exames de mamografia e ultrassonografia. As pacientes foram selecionadas pelo sistema de regulação, sendo que boa parte dessas mulheres aguardavam pela realização do exame desde 2017.

O mutirão faz parte das ações promovidas pelo Governo de Mato Grosso, em parceria com a MT Mamma, que uniram forças para a Campanha do Outubro Rosa, mês de intensificação dos cuidados e alerta sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. 

Os atendimentos foram iniciados às 8h e as pacientes foram recepcionadas pelo Secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, a diretora do Hospital Estadual,  Danielle Carmona, e pelas representantes da MT Mamma – que incluiu na programação a música ao vivo e a oferta de café da manhã com pão, chá e suco às mulheres que aguardavam pelo serviço de saúde. 

“Estamos em um mês inteiro dedicado à intensificação das ações e ampliação do diagnóstico do câncer de mama. Hoje, temos estrutura para realizar 300 consultas voltadas para pacientes que foram selecionadas no complexo regulador das cidades de Cuiabá Várzea Grande e outros 25 municípios que estão sendo atendidos”, disse o Secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, que acompanhou de perto os atendimentos realizados no hospital. 

Em Mato Grosso, a Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica estima que 680 novos casos de câncer de mama podem ser diagnosticados para cada ano do biênio 2018-2019, com risco estimado de 48,98 casos a cada 100 mil mulheres em todo Estado. Os números mostram que, apenas em Cuiabá, são estimados aproximadamente 220 novos casos da doença, com um risco de 67,89 diagnósticos para 100 mil mulheres; o câncer de mama representa um percentual de 27,5% do total de casos de câncer. 

Leia mais:   Detran-MT alerta que não realiza oferta de veículos por aplicativo de mensagem

Seguindo as recomendações da campanha, que sugere a realização do exame a partir do 40 anos, a servidora pública, Terezinha Ferraz Gomes, de 47 anos e moradora do município de Várzea Grande, passou pela consulta e realizou o exame de mamografia. A paciente elogiou o atendimento recebido no hospital e destacou a importância de realizar o exame. 

“Fui bem atendida, foi muito bom, maravilhoso. É importante fazer este exame, pois quanto mais cedo a gente descobrir se tem alguma coisa é melhor para começar logo um tratamento”, disse a paciente. 

A diretora do Hospital Estadual Santa Casa, Danielle Carmona, explicou que para ofertar uma agilidade no atendimento, a paciente passava pela consulta e já era encaminhada para a sala de exame, onde foram realizadas mamografia e ultrassonografia de mama.

“A ideia não era apenas realizar a consulta e fazer com que essa paciente voltasse para lista de regulação, mas também dar o atendimento na sua integralidade. Todas as pacientes que estão passando pela consulta e que demandarem exames de mamografia e ultrassonografia de mama, eles serão realizados tudo aqui no Hospital Estadual. Além disso, a continuidade dos atendimentos para os pacientes que necessitarem realizar biópsia, quimioterapia, radioterapia e cirurgia será realizada aqui na unidade”, explicou a diretora.

Outra paciente que recebeu o atendimento foi a senhora Isaura Aparecida Caldeira, moradora do município de Nova Santa Helena, cidade 622 km distante de Cuiabá, que aguardava há dois anos e finalmente conseguiu realizar o exame. A paciente explicou que recebeu uma ligação informando sobre o mutirão de exames. 

Leia mais:   Policiais penais flagram droga escondida em short e celulares no motor de ventilador

“Eu fui chamada, graças a Deus, eu recebi uma ligação no meu celular, era da Santa Casa, informaram que eu estava com o meu nome na lista para participar do mutirão. Fiquei muito feliz, pois estou esperando há dois anos por este exame, é muito gratificante estar aqui para ser atendida, principalmente pra gente que não tem condições de pagar no particular”, disse Isaura.  

Campanha Outubro Rosa

A campanha Outubro Rosa é realizada todos anos no mundo inteiro com o objetivo de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. Além disso, a campanha visa à disseminação de dados preventivos e ressalta a importância de olhar com atenção para a saúde. Durante o mês, diversas instituições abordam o tema e alertam para a realização de exames preventivos que detectam o câncer precoce.

Câncer de mama

O câncer de mama é um tumor maligno que ataca o tecido mamário e é um dos tipos mais comuns, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Ele se desenvolve quando ocorre uma alteração de apenas alguns trechos das moléculas de DNA, causando uma multiplicação das células anormais que geram o cisto. Os especialistas dizem que a maior incidência da doença ocorre na faixa-etária dos 50 aos 69 anos. Para prevenir, visando ao diagnóstico precoce, é recomendado que a mulher realize o exame de mamografia a partir dos 40 anos.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Deputado diz que Governo mostra transparência com processo licitatório ao vivo

Publicado

O deputado estadual Wilson Santos destacou que a regulamentação da transmissão e gravação ao vivo dos processos licitatórios de todos os órgãos estaduais torna a gestão do governador Mauro Mendes um divisor de águas na transparência das ações públicas.

A medida foi regulamentada em maio pela Controladoria Geral do Estado (CGE-MT), por meio da Recomendação Técnica de Ouvidoria nº 1/2020, e consiste na transmissão ao vivo e gravação de processos licitatórios via internet, pelo canal de Youtube e pelo Portal Transparência do Estado.

“No governo Mauro Mendes todas as licitações serão gravadas e transmitidas ao vivo pela internet. Isso é um divisor de águas na transparência nos negócios públicos das licitações”, ressaltou o parlamentar, em entrevista ao programa Chamada Geral, da Mega FM, nesta quinta-feira (04.06).

Além disso, o deputado lembrou que essa é uma forma do cidadão acompanhar o movimento do dinheiro público, saber aonde está sendo realmente aplicado. “Qualquer cidadão, qualquer contribuinte poderá acompanhar todas as licitações, que movimentam R$ 20, R$ 21 bilhões por ano, no Estado”, pontuou.

Leia mais:   MT vai sistematizar número de leitos disponíveis para tratamento de Covid-19

As gravações e transmissões ao vivo das sessões de licitação e disponibilização delas no Portal Transparência já é obrigação para todos os órgãos públicos do Estado desde janeiro de 2020. A proposta está prevista na Lei nº 10.851/2019, regulamentada pelo Decreto nº 186/2019.

Além disso, a CGE em sua recomendação técnica comunicou aos órgãos que os avisos das publicações de Editais de Licitação no Diário Oficial do Estado deverão conter e divulgar os links do canal de Youtube e do Portal Transparência do Estado.

A Controladoria também revelou que “caso haja suspensão, prorrogação, revogação, anulação ou cancelamento da licitação, a Secretaria Adjunta de Ouvidoria Geral e Transparência deverá ser comunicada pelo e-mail: ouvidoria@controladoria.mt.gov.br ou pelo sistema Fale Cidadão, para providências quanto ao Portal Transparência”.

O projeto de lei que deu origem a aplicação das gravações do processo licitatório é da autoria de Santos.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Campanha ‘Vem Ser Mais Solidário’ atende projeto Novo Sorriso

Publicado

O projeto ‘Um Novo Sorriso’, que atende famílias carentes dos bairros Videira e Terra Prometida, em Cuiabá, recebeu 60 cestas básicas da Campanha ‘Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus’.  As entregas foram realizadas pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), com apoio da Polícia Militar e da Defesa Civil, na tarde desta quinta-feira (04.06). 

A ação do Governo do Estado é liderada de forma voluntária pela primeira-dama, Virginia Mendes e a campanha atende as famílias com a distribuição de cestas básicas compostas por arroz, feijão, macarrão, óleo, sal, açúcar, café, farinha de trigo, sardinha, extrato de tomate, além de materiais de limpeza e de higiene pessoal.

A secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, destaca que a campanha tem buscado alcançar, com soluções básicas, todas as famílias em situação de extrema vulnerabilidade social. “Estamos vivendo um momento atípico e que interfere diretamente na vida daqueles que são mais carentes”. 

O presidente do projeto, Pedro Leitão, que recebeu as doações, disse que a iniciativa traz visibilidade e incentiva a continuidade do trabalho desenvolvido com as famílias. “Toda ajuda é bem-vinda. Sabemos da necessidade de cada família. Entramos na casa delas e conhecemos a verdadeira realidade, principalmente neste período de pandemia. Agradeço a primeira-dama e secretária Rosamaria pelo carinho e apoio”.

Leia mais:   Detran-MT alerta que não realiza oferta de veículos por aplicativo de mensagem

A primeira-dama Virginia Mendes destacou que é extremamente importante ajudar os projetos sociais neste momento de pandemia do novo coronavírus. “A grande maioria das entidades vivem de doações e por conta da pandemia as ajudas reduziram muito. Estamos trabalhando bastante e nos esforçando muito para ajudar a um maior número possível de pessoas e minimizar o sofrimento destas famílias”, disse.

De acordo com a voluntária Juliana Medina, o projeto social atende as famílias carentes com atividades diversificadas realizadas todos os sábados, como a confraternização dos aniversariantes do mês, esportes e cursos de empreendedorismo para os pais, entre outros.

Além disso, são ofertadas aulas de reforço, aulas de dança, ballet, brincadeiras educativas, jogos, debates em grupo, relato de histórias bíblicas, além de artes marciais e o basquete de quadra.

Campanha

Até o momento, a campanha Vem Ser Mais Solidário já distribuiu mais de 50 mil cestas, em todos os 141 municípios. Só o Governo de Mato Grosso adquiriu com recursos próprios 50 mil cestas e as arrecadações seguem em ritmo acelerado para ampliar o número de pessoas beneficiadas em todo Mato Grosso.

Leia mais:   Ipem-MT faz testes em medidores de pressão de hospitais

Se você quer ajudar com doações é possível procurar diretamente a Arena Pantanal ou se preferir poderá doar recursos diretamente na conta bancária especial, aberta exclusivamente para isso: Banco do Brasil, agência 3834-2, conta corrente número 1.042.810-0 (CNPJ 03.507.415/0009-00). Todas as doações serão revertidas para compra de cestas básicas.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana