conecte-se conosco


Política

Janaina Riva cumpre agenda em municípios alusiva à Semana da Mulher

Publicado

Foto: Marcos Lopes

Com uma agenda extensa de participações em eventos nesta semana alusiva ao Dia Internacional da Mulher, a deputada estadual Janaina Riva (MDB), vice-presidente da Assembleia Legislativa e única mulher no Parlamento estadual há duas legislaturas, participa nesta sexta-feira (8), em Juara (localizada a 800 quilômetros de Cuiabá), de uma sessão solene na Câmara Municipal em homenagem às mulheres.

O evento acontece às 20 horas e homenageará mulheres de destaque e que contribuíram e ainda contribuem para o desenvolvimento do município. Este ano, em sua fala, a parlamentar deve abordar temas como a sororidade, que é a ideia de união e aliança entre mulheres, baseada na empatia e companheirismo entre nós, em busca de alcançarmos objetivos em comum, bem como sobre a importância de as mulheres ocuparem espaços de poder na construção de um estado melhor.

No sábado (9) de manhã a deputada segue para o município de Novo São Joaquim, onde participa de uma conversa com lideranças políticas locais e cumpre agenda de visitas. Uma curiosidade é que Novo São Joaquim foi a cidade onde a parlamentar proporcionalmente mais aumentou sua votação com relação às eleições de 2014. O número de votos de Janaina passou de 8 nas eleições de 2014 para 941 em 2018, totalizando 29,26% dos votos válidos da cidade.

Leia mais:   ALMT participa da 23ª Conferência Nacional da Unale

“Como única mulher no Parlamento estadual eu não poderia deixar de estar na minha cidade que é Juara para essa sessão solene em homenagem à mulher e de voltar ao município de Novo São Joaquim como uma forma de reciprocidade à confiança que depositaram no meu trabalho”, disse.

Janaina é autora de diversas leis e projetos de leis que tratam da defesa da mulher. São leis de Janaina já sancionadas:

 Lei n° 10.760/2018 – Que dispõe sobre a valorização das mulheres e o combate ao machismo na rede pública estadual de ensino de Mato Grosso.

Lei n° 10.745/2018 – Que dispõe sobre o atendimento diferenciado à mulher chefe de família, à mulher idosa e à mulher com deficiência nos programas habitacionais populares do Estado de Mato Grosso.

Lei n° 10.784/2018 – Institui a Política Estadual de Formação e Capacitação Continuada de Mulheres para o Mercado de Trabalho.

Lei n° 10.506/2017 – Torna obrigatório o atendimento hospitalar diferenciado multidisciplinar às crianças e mulheres vítimas de violência sexual no âmbito do Estado de Mato Grosso, e dá outras providências.

Leia mais:   Fávero participa de palestra sobre escola cívico-militar em Jangada, nesta 2ª

Além das quatro leis já sancionadas, a parlamentar possui mais 9 projetos de lei em tramitação cujo tema é a mulher.

Audiência pública – Na segunda-feira (11), às 14h30, no auditório Milton Figueiredo da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, a vice-presidente participa de uma audiência pública de autoria do deputado Valdir Barranco, da qual é coautora, com o objetivo de debater a questão da mulher na sociedade atual. Assuntos como a mulher na política, feminicídio e machismo e defesa dos direitos da mulher devem fazer parte da pauta de debates.

Comentários Facebook

Política

AL aprova criação de grupo de trabalho em defesa do VLT

Publicado

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

A Assembleia Legislativa aprovou em sessão ordinária do dia 13 deste mês requerimento de autoria do deputado estadual Wilson Santos (PSDB), que autoriza a instalação de um grupo de trabalho para acompanhar, sugerir, fiscalizar e analisar os estudos do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) que serão feitos pelo governo federal via Secretaria Nacional de Mobilidade e Serviços Urbanos.

A proposta surgiu após debate realizado no dia 11 deste mês em uma audiência pública, de autoria do parlamentar, que discutiu a situação das obras do VLT, paralisadas desde o segundo semestre de 2014 ainda que o Estado tenha gasto até R$ 1 bilhão com as empreiteiras responsáveis pelo projeto.

“A ideia é discutir com técnicos especialistas e movimentos sociais e comunitários propostas para que o projeto do VLT saía do papel. Essa união de segmentos é importantes para verificar a viabilidade técnica e financeira e ainda como o trajeto do VLT pode melhor contemplar a população de Cuiabá e Várzea Grande”, explica o deputado Wilson Santos.

Leia mais:   Representantes do Lions Clube recebem títulos de cidadão mato-grossense

O grupo de trabalho a ser criado pelo Legislativo vai agregar as seguintes entidades: UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso), CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura), Instituto de Engenharia de Mato Grosso, Associação dos usuários de transporte de Várzea Grande, Prefeitura de Cuiabá, Prefeitura de Várzea Grande, Câmara Municipal de Cuiabá e Câmara Municipal de Várzea Grande.

Haverá ainda a participação da  União Cuiabana de Associação de Moradores de Bairros (Ucamb), Federação Mato Grossense de Associações de Moradores de Bairros (Femab) e  União Coxipoense das Associações dos Moradores de Bairros (Ucam).

VLT

O Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) foi escolhido como modal de transporte a ser implantado em Cuiabá e Várzea Grande ainda no período anterior a participação de Cuiabá na Copa do Mundo de 2014.

O investimento total a ser feito pelo governo do Estado corresponderia a R$ 1,477 bilhão por meio de um empréstimo contraído junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Após cinco anos, as obras estão paralisadas e sem perspectiva de retorno. No dia 1º de novembro, o Diário Oficial da União (DOU) publicou a decisão administrativa do governo federal em prorrogar por 120 dias o estudo a respeito da viabilidade do VLT.

Leia mais:   Assembleia entrega Certificados de Responsabilidade Social

A prorrogação do prazo de conclusão do estudo veio do Ministério de Desenvolvimento Regional, por causa da complexidade do modal e do levantamento de informações.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

ALMT destaca avanços na Procuradoria e Rádio Assembleia durante conferência nacional

Publicado

Foto: MARCOS LOPES / ALMT

Com objetivo de debater ações que promovam o desenvolvimento do Brasil, tendo como um dos temas a ‘Humanização das Leis’, o presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais – Unale, deputado Keneddy Nunes (PSD/SC), chamou a atenção para a importância da 23ª Conferência Unale, que reúne parlamentares e servidores das assembleias de todo país de hoje (20) até sexta-feira (22), para o intercâmbio de ideias e melhorias do bem comum. Também anunciou a próxima presidente da Unale, deputada Ivana Bastos (PSD/BA), que comandará a entidade a partir de janeiro de 2020. 

Nunes destacou que a entidade vem trabalhando ações que promovam acessibilidade e o plano de ação de combate ao suicídio, automutilação, violência contra a mulher, dentre outras iniciativas. Ressaltou a participação de Mato Grosso no evento.

“Mato Grosso está presente e fico contente porque todos estamos preocupados com a humanização. Ao final, não vamos ter um documento porque queremos trabalhar ideias e mudar procedimentos, para que todos saiam daqui com a conscientização de como podem fazer para ajudar a melhorar o seu atendimento”, disse Kennedy Nunes, nessa quarta-feira (20), durante abertura da reunião da Associação Brasileira de Televisões e Rádios Legislativas – Astral, que abordou sobre a importância da acessibilidade.

Leia mais:   Vereadores aprovam, mas falha faz Câmara adiar votação de projeto de coleta e tratamento de esgoto

Evento que contou com a delegação da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, composta pelo fundador, ex-presidente e atual presidente de honra da Astral, Wanderley Oliveira, pelos superintendentes Jaime Neto (TV Assembleia), Tatiana Medeiros Lima (Rádio Assembleia), Everaldo Jota (Secretaria de Comunicação) e assessoria de imprensa. 

“Este evento é a consolidação ampla da Astral enquanto instituição representativa das televisões legislativas. Troca de experiência é fundamental para o crescimento de todo esse trabalho “, disse Wanderley Oliveira. 

Na oportunidade, foi apresentada a história dos quatro anos da Rádio Assembleia de Mato Grosso. “Apresentamos o vídeo que mostra o conceito e interatividade da Rádio Assembleia, para que os participantes da Conferência Unale vejam os avanços e alcance da emissora, que atinge aproximadamente um milhão de ouvintes”, disse Jaime Neto.

Da mesma forma, a jornalista Tatiana destacou o evento. “A rádio vem crescendo e cada vez mais queremos melhorar a grade  de programação ,levando informação sobre as ações parlamentares e também entretenimento. Por isso, o encontro na Astral é uma oportunidade ímpar para a troca de ideias”, finalizou a superintendente. 

Programação- na extensa pauta da conferência, no primeiro dia acontece debates simultâneos com as entidades legislativas, como Interlegis, Bloco Brasileiro da União de Parlamentares Sul-Americanos e do Mercosul (UPM); Parlamento Amazônico, além da abertura oficial.

Leia mais:   Fávero participa de palestra sobre escola cívico-militar em Jangada, nesta 2ª

Procurador da ALMT expõe na Anpal

O XLVII Encontro Nacional de Procuradores e Advogados do Poder Legislativo também foi marcado durante a Unale pela discussão sobre “Responsabilidade na Emissão de Juridico”, com o conferencista e presidente da Associação dos Procuradores da ALMT (Anpal), procurador Francisco Edmilson de Brito Júnior. Dentre outras observações, destacou o papel do procurador na emissão do parecer jurídico para viabilizar políticas públicas.

“Falei sobre parecer jurídico, opinativo, vinculativo, assessoramento jurídico mediante parecer da Mesa Diretora. Tudo no sentido de falar da tecnicidade jurídica, a possibilidade de responsabilizar ou não o parecerista. Uma Procuradoria forte, é um Parlamento forte à elaboração de leis para a sociedade da melhor forma possível “, afirmou Brito Júnior.

O presidente da Anpal, Antônio Silvio Magalhães, procurador da Alesp há 23 anos, destacou a troca de experiências. “O procurador Francisco, de Mato Grosso, representa nova geração de procuradores. É muito interessante porque há oxigenação e a troca de experiência enriquece as assembleias legislativas “, afirmou, ao alertar que o poder não admite vácuo, pois  “se o Poder Legislativo não ocupar o seu papel, outro poder ocupará”, completou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana