conecte-se conosco


Destaque

Já são 3 o número de casos suspeitos de coronavirus em Cáceres; na região são 6 suspeitos e 3 descartados

Publicado

Pulou para três o número de casos suspeitos de coronavirus em Cáceres. Até na semana passada havia dois casos. Ao todo no Estado, conforme Nota Informativa da Secretaria de Estado de Saúde (SES), já são 210 casos suspeitos,  6 confirmados e 37 descartados. Em todo Brasil já são 1.891 casos confirmados com 34 mortes.

Na região da chamada Grande Cáceres são seis casos suspeitos. Além de Cáceres com três casos, dois foram registrados em Pontes e Lacerda e um em Vila Bela da Santíssima Trindade. Os três casos suspeitos de Glória D Oeste, notificados na semana passada, foram descartados.

O maior número de casos suspeitos é registrado, em Cuiabá: 21 casos. Na capital também estão o maior número de casos confirmados: 5. Em Várzea Grande, são 12 casos suspeitos e 1 confirmado. O segundo maior número de casos suspeitos é verificado em Rondonópolis: 17.

Na Nota Informativa a SES assinala que, não existe vacina para prevenir a infecção por COVID-19. E que, a melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus.

Leia mais:   Máscara passa a ser obrigatória em Mato Grosso a partir do dia 13

Diante disso, as autoridades de saúde recomendam isolamento social total, como a melhor forma de frear a transmissão do coronavirus. A semana, de acordo com especialistas, será a mais critica, desde o início da pandemia. Pelos estudos, o mês de abril, principalmente, na segunda quinzena, será o “pico” dos casos no país.

Justificam que, o tempo de incubação do virus no organismo é de 1 a 14 dias. “Isolamento social total. Ninguém deve sair de casa. Só em casos de extrema necessidade” adverte o representante da Secretaria de Estado de Saúde, Sandro Netto afirmando que “se conseguirmos fazer um isolamento social, nesta semana, poderemos virar esse jogo”.

Editoria – Sinézio Alcântara

23032020-nota-informativa-17-[502-230320-SES-MT]

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Prefeito quer proibir venda de passagem para idosos; veja vídeo

Publicado

O prefeito de Cáceres, Francis Maris, quer que empresas de transporte intermunicipal não emitam bilhetes para idosos. Em vídeo publicado em rede social, o gestor apela aos deputados e senadores para que seja feito um decreto que suspenda a venda de passagem ao grupo de risco de contaminação pelo Covid-19.

Leia também -Pontos de ônibus estão lotados em várias regiões de Cuiabá

“Pessoas acima de 60 anos, que são grupo de risco, têm viajado muito. Principalmente de ônibus. Ficando um dia, dois dias, dentro de um ônibus” pontua na filmagem.

A aglomeração de pessoas facilita o contágio, por conta da proximidade entre os indivíduos em ambiente fechado. O vírus é carregado pelo ar e no contato com uma pessoa contaminada, tornando o ambiente propício para disseminação da doença. Os idosos são as “vítimas” mais afetadas, por conta da saúde debilitada, na maioria dos casos.

“Faço um apelo aos nossos deputados e senadores para que seja editado um decreto proibindo a venda de passagens para pessoas que tenham mais de 60 anos. Eles têm que ficar em casa. Estamos todos conscientes disso”, é o requerimento do prefeito.

Leia mais:   Caixa divulga calendário para pagar auxílio de R$ 600 nesta segunda-feira

Conforme decreto municipal, os estabelecimentos comerciais podem funcionar desde que cumpram as medidas de higiene recomendadas para evitar a disseminação do novo coronavírus. Eventos com aglomeração de pessoas também estão suspensos.

Vídeo

GD
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Governo e Senai fazem parceria para produção de 5 milhões de máscaras

Publicado

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana