Interditados Geraldão e Didi Profeta serão reformados pela prefeitura

433

Interditados pelo Tribunal de Justiça Desportiva e Defesa Civil do Estado, os dois maiores palcos do esporte cacerense: o ginásio de Esporte Didi Profeta e o estádio Luiz Geraldo da Silva, O “Geraldão” respectivamente, serão reformados pela prefeitura. A ordem de serviço foi assinada, no dia 11 de junho, pelo prefeito Francis Maris Cruz e o secretário municipal de Esportes, Marcos Nascimento, o “Marcão”. As obras estão orçadas em R$ 156 mil. A previsão de entrega é de 60 dias.

As reformas, conforme o secretário Marcão, terão início nesta semana. O maior volume de recursos, R$ 92.945,78 é destinado ao Geraldão. O trabalho estará a cargo da empreiteira Eireli-ME. A reforma do ginásio Didi Profeta, irá custar R$ 63.156,22. A Construtora Providência será encarregada pela obra. Nos dois casos, além de recursos de emenda parlamentar do ex-deputado Wancley, as reformas tem a contrapartida da prefeitura. No reforma do estádio Geraldão, a prefeitura entra com R$ 21 mil e do Didi Profeta R$ 37 mil.

“Estamos honrando mais um compromisso assumido com a população, investindo no esporte, melhorando a estrutura física do estádio e do ginásio de esportes, dando mais conforto e segurança para os esportistas e torcedores” diz o prefeito lembrando que “a contrapartida só é possível, graças aos recursos de ITBI, alvarás e IPTU”. Marcão afirmou que “estamos sanando irregularidades tanto do estádio quanto do ginásio de esportes. Mas isso faz parte e vamos continuar trabalhando cada vez mais em defesa dos nossos desportistas”.

O ginásio de esportes Didi Profeta foi interditado em 2009. Um laudo técnico expedido pela Defesa Civil apontou inúmeras irregularidades, entre elas, de ordem estrutural. A época o então comandante da 2ª Companhia de Bombeiros, major Ramão Barbosa, falou inclusive, em risco de desabamento. “A estrutura do ginásio está condenada. Corre o risco de desabamento”. O estádio Geraldão foi interditado em outubro de 2017, pelo Tribunal de Justiça Desportiva. Um laudo técnico apontou irregularidades no sistema elétrico e péssimas condições do gramado.

O que será feito no Didi Profeta!

No ginásio “Didi Profeta será realizada reforma no Sistema de proteção e combate a incêndio: Instalação de extintores, placas de sinalização e iluminação de emergência, Sistema de proteção contra descargas atmosféricas- SPDA: Instalação de SPDA e aterramento, Esquadrias: Troca de porta do banheiro, vestiários, bilheteria e portão em tela, Instalações hidros sanitárias: Instalação de assentos, chuveiros, registros, torneiras e caixas sanfonadas.  Instalações elétricas: instalação de tomadas,  troca de lâmpadas, interruptores e cabeamento para iluminação de emergência. Arquibancadas: Instalação de corrimão, degraus intermediários.

No Geraldão?

Sistema de proteção e combate a incêndio: Instalação de extintores,  placas de sinalização e iluminação de emergência,  Esquadrias: Troca de porta do banheiro e portão em tela.  Instalações elétricas: instalação de tomadas,  troca de lâmpadas dos refletores, interruptores e cabeamento para iluminação de emergência, instalação de disjuntor, instalação de contadora para iluminação,  Arquibancadas: degraus intermediários.

Histórico

O estádio Luiz Geraldo da Silva, o Geraldão, foi inaugurado há 44 anos. A partida inaugural aconteceu no dia 6 de outubro de 1974. Com capacidade de abrigar 6.500 pessoas, o estádio teve como jogo inaugural a partida entre a seleção de Cáceres e Comercial de Poconé.

O melhor momento vivido no estádio foi a disputa do título do Campeonato Mato-grossense de 2007, partida realizada no dia 27 de maio, onde o Cacerense sagrou-se campeão em uma vitória sobre o Grêmio de Jaciara pelo placar de 2 a 0.

O nome do estádio foi uma homenagem feita pelo prefeito de Cáceres na época, José Souto Farias, ao sargento do Exército brasileiro Luiz Geraldo da Silva. Ele treinou equipes de várias modalidades esportivas, como o vôlei, futebol, futsal, entre outras. O homenageado foi voluntário da Segunda Guerra Mundial, e faleceu nesta missão.

Editoria – Sinézio Alcântara

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here