conecte-se conosco


Mato Grosso

Instituto Cultural Casarão das Artes oferece aulas de teatro e sessões de cinema no Pedra 90

Publicado

Nesta semana, a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso divulgou o resultado final da seleção de 30 Pontos de Cultura que vão receber R$ 30 mil, cada um, para implementar projetos culturais, contemplando todas as regiões do Estado.

Uma das instituições selecionadas pelo edital de iniciativas culturais da Rede de Pontos de Cultura da Política Nacional Cultura Viva, em parceria com o Governo de Mato Grosso, é o Instituto Casarão das Artes, instalado no bairro Pedra 90, em Cuiabá.

Das mais recentes Instituições a receber o certificado de Ponto de Cultura em Mato Grosso – reconhecida como tal no início de 2019 -, a premiação veio em boa hora.

“Com o prêmio, o Instituto Casarão das Artes vai adquirir computadores, aparelhagem de som, câmera fotográfica e impressora, dentre outros equipamentos, que vão viabilizar a regularidade das ações”, adianta Vini Hoffman, idealizador do Instituto Casarão das Artes.

E, aproveitando que nesta quinta-feira (19.09) celebra-se o Dia Nacional do Teatro, reservamos a história do Instituto Cultural Casarão das Artes para iniciar uma série de reportagens e matérias sobre Pontos de Cultura em Mato Grosso.

“Vamos retratar a importância das atuações dessas entidades sociais: qual a área de atuação, de que maneira suas ações transformam vidas e, principalmente, quais são os personagens que fazem essa grande engrenagem girar”, comemora o Allan Kardec, secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso.

Instituto Cultural Casarão das Artes (ICCA)

A prática do teatro é a principal frente de atuação da instituição. Todas as terças e quintas-feiras, o Instituto oferece à comunidade do bairro Pedra 90, em Cuiabá, aulas de teatro para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Enquanto a sede da instituição não fica pronta, as aulas ocorrem em parceria com a Escola Estadual Rafael Rueda, nas dependências da instituição de ensino. Entretanto, outras frentes de atuação dedicam-se ainda ao cinema, a dança e apresentações artísticas. Tudo grátis.   

O projeto migra para outras áreas do bairro com exibições de cinema na praça central, na igreja e escolas, realizadas pelo “Cineclube Casarão”, uma parceria com a Kinin Filmes Independentes. Além disso, diversas apresentações culturais são oferecidas periodicamente pelo projeto “Pedra Cultural”.

Leia mais:   MTI publica regimento interno a fim de promover a melhoria da gestão

O idealizador do projeto, o ator Vini Hoffman espera que a nova estrutura que vem sendo construída, amplie ainda mais as atividades do Instituto Casarão das Artes.

“Meu anseio é de que até o início de 2020 já estejamos funcionando com plenitude. Como nosso público alvo é a família, queremos ampliar nossa atuação para outras faixas etárias, como adultos e idosos. Imagine só que legal vai ser um baile do idoso, com direito a aulas de dança e tudo que essas pessoas têm direito e merecem”, projeta.

Outros artistas estão vinculados ao projeto, que teve início em abril de 2013. Já está marcado para o mês de outubro, a exemplo, uma oficina de percussão com instrumentos de sucata, com o músico Anselmo Parabá. Vini vê a oferta de atividades artísticas como uma importante ferramenta para colocar em prática o conceito de cidadania.

“Inclusão e acessibilidade é o nosso objetivo. Queremos trazer para o Pedra 90 um pouco de tudo que ocorre no Brasil, espetáculos de teatro, dança, música, oficinas. Promovemos a integração comunitária entre os bairros e as comunidades de difícil acesso, gerando inclusão para além do bairro Pedra 90”.

Além dos cursos de teatro e oficinas, o espaço deve receber também espetáculos variados de dança e música de outras partes de Mato Grosso e do Brasil.  

“Ter um Ponto de Cultura, para a comunidade, é muito valioso. Gera reconhecimento, fortalece parcerias, traz visibilidade e credibilidade para moradores de uma comunidade tão distante. Não existem muitos acessos aqui, só pela televisão. Com o certificado de Ponto de Cultura, podemos mostra que aqui no bairro deles, eles também podem fazer cultura e serem multiplicadores, levar a cultura deles para outros lugares e receber espetáculos culturais. Um ciclo do bem”, avalia.

Leia mais:   Setasc amplia projeto para reciclagem de materiais descartáveis

“Eu era uma concha. Hoje tenho muito mais desenvoltura, sou mais extrovertida e espontânea. Uma experiência muito importante para minha vida, fico contando as horas para chegar os dias das aulas de teatro”, revela Amanda de Pinho, estudante.

Formar um grupo profissional de teatro com atores do bairro também está entre os objetivos da instituição. “Temos muito anseio de montar um grupo profissional de teatro, formado inteiramente por moradores da comunidade do Pedra 90. Um grupo que possa ir além das fronteiras do bairro, que possa levar essas pessoas tão longe quanto eu fui”.

Vini Hoffman é um artista com história de vida inspiradora. Membro do Grupo de Teatro Tibanaré, um dos mais atuantes e reconhecidos de Mato Grosso, iniciou sua carreira em projetos sociais. Hoje, artista nato, leva o nome de Mato Grosso para vários países do mundo.

“Eu vivi a vida toda na periferia, o que eu sou, devo à periferia. Quero retribuir. Afinal, meu papel social como artista é devolver à comunidade o que ela me deu, como a oportunidade de estudar teatro”, conclui.

Serviço

O Instituto Cultural Casarão das Artes, localizado na Av. A, 540 – Pedra 90, Cuiabá, em parceria com a Associação de Moradores do Jardim São Paulo, realizará uma ação gratuita para o Dia das Crianças, no dia 13 de outubro. O evento já será realizado na sede da instituição, apesar de ainda estar em fase de obras.  

A instituição aceita doação de brinquedos novos ou usados em bom estado, roupas, doces para distribuir, refrigerantes, copos descartáveis, pula-pula e algodão doce e ou açúcar.

Para quem quiser contribuir com dinheiro, pode realizar transferências em qualquer quantia.

Banco do Brasil

Shirley B. Nascimento

cc: 88848-6

ag: 1216-5

Visite a página da instituição no Facebook: https://bit.ly/2kpZdNb

Telefone para contato: 65 9908-5943

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Mais de 200 mulheres são atendidas em mutirão de consultas de mastologista

Publicado

O Hospital Estadual Santa Casa recebeu, na manhã do último sábado (19.10), 285 pacientes que passaram por consultas em mastologia e, conforme indicação médica, realizaram os exames de mamografia e ultrassonografia. As pacientes foram selecionadas pelo sistema de regulação, sendo que boa parte dessas mulheres aguardavam pela realização do exame desde 2017.

O mutirão faz parte das ações promovidas pelo Governo de Mato Grosso, em parceria com a MT Mamma, que uniram forças para a Campanha do Outubro Rosa, mês de intensificação dos cuidados e alerta sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. 

Os atendimentos foram iniciados às 8h e as pacientes foram recepcionadas pelo Secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, a diretora do Hospital Estadual,  Danielle Carmona, e pelas representantes da MT Mamma – que incluiu na programação a música ao vivo e a oferta de café da manhã com pão, chá e suco às mulheres que aguardavam pelo serviço de saúde. 

“Estamos em um mês inteiro dedicado à intensificação das ações e ampliação do diagnóstico do câncer de mama. Hoje, temos estrutura para realizar 300 consultas voltadas para pacientes que foram selecionadas no complexo regulador das cidades de Cuiabá Várzea Grande e outros 25 municípios que estão sendo atendidos”, disse o Secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, que acompanhou de perto os atendimentos realizados no hospital. 

Em Mato Grosso, a Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica estima que 680 novos casos de câncer de mama podem ser diagnosticados para cada ano do biênio 2018-2019, com risco estimado de 48,98 casos a cada 100 mil mulheres em todo Estado. Os números mostram que, apenas em Cuiabá, são estimados aproximadamente 220 novos casos da doença, com um risco de 67,89 diagnósticos para 100 mil mulheres; o câncer de mama representa um percentual de 27,5% do total de casos de câncer. 

Leia mais:   Curso de identificação de alunos de altas habilidades reúne mais de 200 professores

Seguindo as recomendações da campanha, que sugere a realização do exame a partir do 40 anos, a servidora pública, Terezinha Ferraz Gomes, de 47 anos e moradora do município de Várzea Grande, passou pela consulta e realizou o exame de mamografia. A paciente elogiou o atendimento recebido no hospital e destacou a importância de realizar o exame. 

“Fui bem atendida, foi muito bom, maravilhoso. É importante fazer este exame, pois quanto mais cedo a gente descobrir se tem alguma coisa é melhor para começar logo um tratamento”, disse a paciente. 

A diretora do Hospital Estadual Santa Casa, Danielle Carmona, explicou que para ofertar uma agilidade no atendimento, a paciente passava pela consulta e já era encaminhada para a sala de exame, onde foram realizadas mamografia e ultrassonografia de mama.

“A ideia não era apenas realizar a consulta e fazer com que essa paciente voltasse para lista de regulação, mas também dar o atendimento na sua integralidade. Todas as pacientes que estão passando pela consulta e que demandarem exames de mamografia e ultrassonografia de mama, eles serão realizados tudo aqui no Hospital Estadual. Além disso, a continuidade dos atendimentos para os pacientes que necessitarem realizar biópsia, quimioterapia, radioterapia e cirurgia será realizada aqui na unidade”, explicou a diretora.

Outra paciente que recebeu o atendimento foi a senhora Isaura Aparecida Caldeira, moradora do município de Nova Santa Helena, cidade 622 km distante de Cuiabá, que aguardava há dois anos e finalmente conseguiu realizar o exame. A paciente explicou que recebeu uma ligação informando sobre o mutirão de exames. 

Leia mais:   Governo mantém decreto de janeiro e não fará “feriadão” em novembro

“Eu fui chamada, graças a Deus, eu recebi uma ligação no meu celular, era da Santa Casa, informaram que eu estava com o meu nome na lista para participar do mutirão. Fiquei muito feliz, pois estou esperando há dois anos por este exame, é muito gratificante estar aqui para ser atendida, principalmente pra gente que não tem condições de pagar no particular”, disse Isaura.  

Campanha Outubro Rosa

A campanha Outubro Rosa é realizada todos anos no mundo inteiro com o objetivo de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. Além disso, a campanha visa à disseminação de dados preventivos e ressalta a importância de olhar com atenção para a saúde. Durante o mês, diversas instituições abordam o tema e alertam para a realização de exames preventivos que detectam o câncer precoce.

Câncer de mama

O câncer de mama é um tumor maligno que ataca o tecido mamário e é um dos tipos mais comuns, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Ele se desenvolve quando ocorre uma alteração de apenas alguns trechos das moléculas de DNA, causando uma multiplicação das células anormais que geram o cisto. Os especialistas dizem que a maior incidência da doença ocorre na faixa-etária dos 50 aos 69 anos. Para prevenir, visando ao diagnóstico precoce, é recomendado que a mulher realize o exame de mamografia a partir dos 40 anos.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Mais de 2 mil policiais militares concluem capacitação em Liderança e Inteligência Emocional

Publicado

Desde o ano passado, mais de 2 mil policiais militares mato-grossenses passaram pelo treinamento ‘Life Coaching – Liderança e Inteligência Emocional’, que tem como principal objetivo aprimorar a capacidade dos policiais de exercerem a liderança e se desenvolverem no trabalho, em família e no convívio social.

Na última sexta-feira (18.10), em Cuiabá, foi realizada a apresentação dos resultados dos cursos realizados. Com formação de coaching em Inteligência Emocional pelo Instituto Destiny e IBC – Instituto Brasileiro de Coaching e longa experiência na área, a oficial PM Rosalina Pinho, responsável pelo curso, fez um balanço desse trabalho em um encontro com o comandante-geral, coronel Jonildo José de Assis, comandantes-adjuntos, comandantes de unidades e outros militares. 

Ela explicou que essa capacitação teve como proposta trabalhar a questão do estresse, da pressão decorrente da atuação policial. “Conseguimos atingir o objetivo, capacitamos mais de 2 mil militares de forma inédita, com instrutores da própria instituição” observou Rosalina.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis, agradeceu Rosalina Pinho pela disposição em ofertar o curso, aos oficiais presentes no encontro e aos comandantes regionais por reconhecerem a importância das diversas formas de conhecimento e da busca contínua pela melhoria do policial enquanto profissional e cidadão que integra a sociedade.

Leia mais:   Nota MT completa quatro meses premiando 2.937 consumidores

Assis disse que o objetivo é dar continuidade ao projeto até que todos os 7.500 policiais tenham freqüentado o curso.

(Com supervisão da jornalista Alecy Alves)

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana