conecte-se conosco


Estadual

Indenizações: MT aumenta em 428% pagamentos de DPAVT a motoqueiros

Publicado

Mato Grosso foi estado que teve o maior aumento nas indenizações pagas pelo seguro DPAVAT a motoqueiros no país, com crescimento de 428% de 2009 a 2018. O estado saiu de 1.614 indenizações em 2009 para 8.534 em 2018.

Os dados constam no Relatório Motocicletas e Ciclomotores, da Seguradora Líder, administradora do DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre).

Podem receber essa indenização pessoas que se machucaram, tiveram lesões permanentes ou perderam familiares em acidentes de trânsito. O valor pago varia de R$ 2,7 mil a R$ 13,5 mil.

Leia também – Governo anuncia empresa vencedora de licitação para obra em anel viário

Dados da Seguradora mostram que em 2018, de cada 10 mil veículos, foram pagas 100 indenizações. Em 2009, eram 36 indenizações pagas a cada 10 mil veículos.

Apesar do crescimento nos seguros pagos às vítimas e seus familiares, a frota de motocicletas e motonetas no estado aumentou 90% nesse período, saindo de 450 mil para 856 mil.

Leia mais:   Estado faz obras em 6 rodovias e beneficia 200 mil pessoas

A maior parte das indenizações do DPVAT pagas em 2018 no estado foram por invalidez permanente, com 6.901 pagamentos do gênero e um aumento de 892% desde 2009.

Já as indenizações por despesas médicas aumentaram 133%, com 1.026 pagamentos em 2018, contra 439 em 2009. Apesar de ter um aumento em menor escala, as indenizações por mortes em acidentes de trânsito cresceram 26,5%, saindo de 480 em 2009 para 607 em 2018.

Na comparação entre os municípios do Centro-Oeste, em 2018 Mato Grosso teve 3 cidades com o maior número de indenizações pagas pelo DPAVT. Cuiabá, com 1.996 pagamentos, ficou em terceiro; Várzea Grande, com 1.025 registros, em sétimo; e Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), ficou em nono lugar, com 780 indenizações pagas.

GD

Comentários Facebook

Estadual

“Diálogos Hidroviáveis” debate a importância das hidrovias para Mato Grosso

Publicado

As hidrovias são alternativas para transporte de carga e passageiros ainda pouco exploradas no Brasil. Para alavancar esse modal, Cuiabá receberá nos dias 31 de outubro e 1º de novembro o “Diálogos Hidroviáveis” – Programa de Integração Permanente de Iniciativas para o Desenvolvimento Sustentável da Navegação e das Hidrovias Brasileiras. A iniciativa do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) debaterá temas sobre a importância das hidrovias para o agronegócio e o turismo da região. O evento será na sede da Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt), em Cuiabá.

O objetivo do Diálogo é apresentar o panorama atual, os entraves para ampliar a utilização das hidrovias e discutir ações viáveis de curto e médio prazo para fomentar esse modal. Para isso, a programação de abertura, no dia 31/10, terá o painel “Importância das Hidrovias para o Arco Norte do Brasil”, que contará com a participação do Senador e presidente da FRENLOGI, Wellington Fagundes, e do governador do Mato Grosso, Mauro Mendes. O debate será coordenado pelo Instituto Brasil Logística (IBL) e pela Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura (FRENLOGI), com a presença de convidados especialistas, empresários e autoridades ligadas à navegação interior.

Leia mais:   “Diálogos Hidroviáveis” debate a importância das hidrovias para Mato Grosso

Na sequência, ocorrerá o debate “O Contexto Atual do Derrocamento do Pedral do Lourenço e da Dragagem do Rio Madeira e seu Impacto para o Mato Grosso”. O painel abordará os corredores logísticos fundamentais para o escoamento da produção agropecuária do Centro-Oeste e de Rondônia por hidrovias, cuja operacionalização impacta diretamente na redução do custo do frete em direção aos portos para exportação.

No dia 1º de novembro haverá os debates técnicos do programa “Diálogos Hidroviáveis”, com quatro palestras: “O Processo de Certificação e o Potencial dos Benefícios do Sequestro de Carbono na Agricultura Associada ao Uso das Hidrovias”, “As Características do Paliteiro do Rio Madeira e seus Impactos Econômicos e Ambientais para Exportação Agropecuária”, “A Integração da América do Sul Pelas Hidrovias: Os Rios Nos Unem” e, por fim, “O Desenvolvimento do Turismo Associado à Navegação no Estado de Mato Grosso”.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no portal www.hidroviaveis.com.br. Além da Fiemt, o evento conta com a parceria do Movimento Pró-Logística de Mato Grosso, Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja), Frente Parlamentar Mista de Infraestrutura e Logística (FRENLOGI), IBL – Instituto Brasil Logística e Executiva Promoções.

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Polícia Civil abre processo seletivo para analista de sistemas com salário de R$ 6,1 mil

Publicado

Inscrições são gratuitas e devem ser feitas presencialmente na sede da Diretoria Geral da Polícia Civil de Cuiabá. As vagas são temporárias.

Um processo seletivo foi aberto pela Polícia Civil para a contratação de analistas de desenvolvimento econômico e social, com perfil de analista de sistemas, para vagas temporárias em Cuiabá.

Segundo a Polícia Civil, o processo é para o preenchimento de oito vagas e cadastro de reserva.

As inscrições, que são gratuitas, começam na segunda-feira (21) e seguem até sexta-feira (25). O salário é de R$ 6,1 mil.

O requerimento de inscrição deve ser entregue pessoalmente na sede da Diretoria Geral da Polícia Civil, no Bairro Bandeirantes, em Cuiabá. O horário de funcionamento é das 9h às 17h.

Os candidatos devem ter nível superior na área de informática ou graduação em qualquer área de nível superior com pós-graduação em informática.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana