conecte-se conosco


Destaque

Implantação de projeto de eficiência energética na Unemat começa em julho

Publicado

Durante o período de férias acadêmicas da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), de 8 de julho a 4 de agosto, serão substituídos os aparelhos de ar condicionado de 23 salas de aula do câmpus Jane Vanini, por aparelhos do Sistema de Volume Refrigerante Variável (VRV).  Estas salas representam 72% das classes do câmpus. Também serão substituídas 90% das lâmpadas utilizadas na Cidade Universitária, no Jane Vanine e na Reitoria. A troca por lâmpadas de diodo emissor de luz, conhecidas como LED, mais eficientes energeticamente, iniciarão na Sede Administrativa.

O plano de trabalho foi apresentado na última quarta-feira (12) durante reunião de trabalho entre Unemat, Energisa e a Assessoria e Gestão de Energia e Sustentabilidade (Ages Consultoria). O próximo passo será a elaboração em conjunto do projeto executivo. Estarão a frente deste trabalho Alex Fabiano Souza (Energisa), Moacir Jurado e Cleiton Alencar (Ages Consultoria) e o professor e engenheiro eletricista, Marcelo Gouveia Sebastião, pela Unemat.

As melhorias sairão a custa zero para a Universidade uma vez que a Unemat foi selecionada pela Energisa, em 2018, pela Chamada Pública de Projetos (CPP) do Projeto de Eficiência Energética, realizado pelas Centrais Elétricas Mato-Grossenses (Cemat), empresa controlada pelo Grupo Energisa. “Faremos o projeto piloto em Cáceres, mas a expectativa é que os demais câmpus também sejam contemplados em edições futuras de Chamadas desta natureza”, explicou Sebastião.

Leia mais:   ALMT protocola pedido ao governo pelo fim da greve dos servidores da Educação

O projeto completo prevê troca de 46 aparelhos de ar condicionado na Unidade da Cavalhada do Câmpus Universitário Jane Vanini, em Cáceres, bem como a troca de um total de 1.400 lâmpadas tanto na Unidade da Cavalhada como na Cidade Universitária do Câmpus Jane Vanini, além da Sede Administrativa. A Energisa investirá cerca de 1,3 milhões de reais para que a Ages Consultoria, no mercado há mais de 20 anos e com mais de 1.500 projetos de eficiência energética e de sustentabilidade, realize as substituições.  A conclusão da implantação foi prevista para um período de nove meses.

Projetos dessa natureza promovem o uso mais eficiente da energia elétrica pelos consumidores atendidos pela concessionária que recolhe os equipamentos substituídos e os descartam e reciclam.

Para o pró-reitor de Planejamento e Tecnologia da Informação, Luiz Fernando Ribeiro, a implementação do projeto de eficiência energética proporcionará além da economia energética, uma economia financeira de investimento e custeio. Após a substituição das lâmpadas e aparelhos de ar condicionado, a previsão é uma economia de 453 megawatts por hora/ano, o equivalente a cerca de 150 mil reais por ano. Ribeiro ainda aponta como benefício o balanço positivo socioambiental.

Leia mais:   Elite da pesca amadora e profissional desce o rio Paraguai na maior competição de pesca em água doce do planeta

Ao substituir os sistemas Split e janela pelo sistema VRV há garantia de menor consumo de energia elétrica e manutenção, uma vez que no sistema VRV são ligadas duas ou mais unidades de evaporação de interiores a uma única unidade de condensação exterior. No caso das lâmpadas LED, a inexistência de filamento possibilita que produzam menos calor e, por isso, a vida útil delas é maior.

por Hemilia Maia

Comentários Facebook

Destaque

Cáceres poderá ter, pela primeira vez, uma prefeita eleita de forma democrática

Publicado

A confirmar a tendência eleitoral, Cáceres poderá ter, pela primeira vez, uma prefeita eleita, de forma democrática, nas eleições de 2020. Os nomes da vice-prefeita Eliene Liberato Dias e da vereadora Valdeníria Dutra Ferreira, ambas do PSDB, estão sendo, pelo menos, nos últimos meses, os mais lembrados, junto a opinião pública, para sucessão municipal.

Vale lembrar que a cidade já foi administrada por uma mulher. Na década dos anos 80, ainda sob o regime militar – por o município estar localizado na área de fronteira com a Bolívia – a chamada área de segurança pública, o prefeito era escolhido pelo governador.

Foi então que, por ser “amigada de longa data” do governador Júlio José de Campos, a vereadora Ana Maria da Costa e Faria, foi indicada para a função  em 1983. Nana governou o município por um período de menos de três anos– de 1983 a 1985. À época ela sucedeu o então prefeito Ivo Scaff e antecedeu o prefeito Antônio Fontes.

Se não houver mudanças no “panorama político”, pelo menos, uma das duas – Eliene ou Valdeníria devem entrar no páreo para a disputa, com ampla chance de sucesso. Experiência política não falta a nenhuma.

Leia mais:   Elite da pesca amadora e profissional desce o rio Paraguai na maior competição de pesca em água doce do planeta

Eliene está vice-prefeita, pelo segundo mandato do prefeito Francis Maris, além de já ter assumido várias secretarias, entre elas: Ação Social e agora na Educação. Portanto, conhece os meandros da administração. Valdeníria está em franca ascensão. Elegeu-se vereadora pelo 5º mandato e foi a candidata a deputada estadual mais votada no município em 2018 com 9.440 votos.

Editoria – Sinézio Alcântara

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Eliene, Valdeníria e Túlio são os mais lembrados em pesquisa interna para sucessão municipal

Publicado

A vice-prefeita Eliene Liberato Dias, a vereadora Valdeníria Dutra Ferreira, ambas do PSDB, e o ex-prefeito Túlio Fontes (PV) são os nomes mais lembrados em uma pesquisa interna, para substituir o prefeito de Cáceres, Francis Maris Cruz (PSDB), nas eleições de outubro, de 2020. A sondagem, sem valor científico, porque não ter sido registrada em cartório, foi realizada no mês de junho, encomendada pelo próprio prefeito.

Além da vice-prefeita, da vereadora e do ex-prefeito, completam o quadro dos cinco mais lembrados para a sucessão, o ex-secretário Valdeci Rodrigues (PR) e o ex-reitor da Unemat, professor Adriano Silva (DEM). Outros nomes, como do secretário de Meio Ambiente e Turismo, Junior Trindade, vereador Claudio Henrique, ex-vereador, Marcinho Lacerda, o empresário Claudio Oliveira e os médicos Odenilson e Sérgio, também são citados.

A sondagem, de acordo com o prefeito, é uma forma de “monitorar” o desempenho dos eventuais candidatos do seu grupo político à sucessão municipal. Ele reafirma que independente de quem quer que seja, irá apoiar quem estiver maior índice de aprovação junto à população.

Leia mais:   ALMT protocola pedido ao governo pelo fim da greve dos servidores da Educação

“Eu fiz um acordo com os eventuais candidatos do grupo. Não importa quem seja. Iremos apoiar quem tiver maior aprovação junto a população. E, para saber, somente através de pesquisa” justifica acrescentando que essa foi a terceira sondagem – sem valor cientifico – realizada a seu pedido, neste ano. Nas anteriores os nomes lembrados pela população, foram os mesmos. O que muda constantemente, segundo ele, é a colocação.

“Cada vez um nome se desponta. Mas, o da vice-prefeita, em todas as amostras aparece entre os três mais lembrados” diz revelando que, outro nome bastante citado, entre os eleitores, é do deputado federal doutor Leonardo (SD).

Porém, em contato com a reportagem, o parlamentar representante da região de Cáceres, na Câmara Federal descarta possível candidatura, afirmando que não irá concorrer no pleito municipal. “Fico feliz, afinal é a minha casa. Da vez passada lembraram o meu nome e agora de novo. Faço parte de um grupo que está em um momento de construção, tem vários nomes bons. Além disso,não é momento de decidir ainda”.

Leia mais:   Léo Santana anima segunda noite FIPe em Cáceres

Além da vice-prefeita Eliene Liberato, o nome da vereadora Valdeníria Ferreira é o que mais tem crescido junto ao eleitorado, nos últimos tempos, em Cáceres. De cinco mandatos na Câmara Municipal, ela, inclusive, foi a mais votada para deputada estadual no município, no ano passado, quando obteve 9.440 votos. Embora, se manifeste contrário há algumas ações da administração, o prefeito assegura que irá apoiar quem tiver maior aprovação da população.

Editoria – Sinézio Alcântara

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana