conecte-se conosco


Cáceres e Região

IFMT Campus Cáceres realiza I Encontro de Agropecuária

Publicado


Com o objetivo de promover integração entre os cursos técnicos em Agropecuária e fomentar discussões sobre temas que tenham relevância para a formação técnica, profissional e cidadã dos estudantes, o Instituto Federal de Mato Grosso, IFMT Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo realiza o I Encontro de Agropecuária do campus. O evento teve abertura na manhã desta quarta-feira (13.03) e estenderá a programação até a sexta- feira (14.03), com conferencias, mesas redondas e espaços culturais.

Na abertura, presidida pelo diretor-geral do campus, professor Salmo César da Silva, foi destacado o protagonismo das alunas e alunos de Agropecuária na iniciativa da realização do evento que, nas palavras de Salmo, “fortalece o ensino e a extensão” ao trazer experiências e contribuições do mundo do trabalho para o cotidiano da formação.

O coordenador-geral do EAGRO, professor Juberto Babilônia Sousa, doutor em geografia e mestre em agronomia com ênfase em Solos e Nutrição de Plantas, apresentou um panorama nacional sobre a importância da Agropecuária para em economia e, de modo particular, para a alimentação das pessoas. ” Se formos pensar a agricultura familiar ela produz 80 % da comida do nosso país e representou nesse último ano, 13 % do PIB ( Produto Interno Bruto). A pecuária brasileira no último ano, cresceu em torno de 13 % e, de acordo com o IMEA (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária), o agronegócio representou em torno de 21 % do PIB no Brasil”, afirmou o coordenador, ao destacar o papel do Técnico em Agropecuária:

“São números que expressam essa dimensão e essa extensão da agropecuária no nosso país e, é por essa razão que temos que valorizar a formação técnica de vocês”, afirma Sousa.

O professor que é coordenador do curso Técnico Subsequente em Agropecuária enfatiza também a contribuição do campus com a formação para o mundo do trabalho, em seus 39 anos de atuação, e das amplas ofertas de contratações de formandos na área. “nós temos o orgulho, enquanto instituição, de dizer que nossos alunos formados aqui, e eu digo em particular os nossos técnicos em Agropecuária, são altamente requisitados. Temos situação, períodos do ano, que o número de formandos é insuficiente para a demanda de trabalho apresentada pelo mercado, sem falar em outros campos de atuação no mundo do trabalho”, pontua o coordenador.

Leia mais:   Prefeitura dá inicia a sonhada reconstrução do Asfalto da Avenida Sete de Setembro

Para o aluno Junior Pedrosa, da equipe de organização, o Eagro enriquece a formação com a possibilidade de troca de experiências com profissionais, pesquisadores e com as reflexões sobre as temáticas atuais abordadas. “o nosso sonho é que a cada ano o nosso evento seja maior, com grande abertura para a comunidade. Essa primeira experiência tem sido riquíssima para mim e para todas as pessoas envolvidas. Nós alunos participamos de todas as comissões e estamos realizando o EAGRO juntos com nossos docentes, todos os demais servidores envolvidos e com a gestão. Em 2020 quero está aqui contribuindo já como profissional técnico formado por esse instituto para a realizarmos a segunda edição”, afirma o aluno que conclui o curso técnico subsequente em Agropecuária no próximo semestre.

Entre as autoridades acadêmicas, participaram da abertura a diretora do Departamento de Desenvolvimento Educacional do campus, professora doutora Juçara Tinasi de Oliveira; o Coordenador-geral de Ensino, professor mestre Marcos Aparecido Pereira e o coordenador do Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio, professor Fernando Rodrigues Maciel. A solenidade contou com espaços culturais com a participação da dupla formada pelo aluno Vinícius Miranda e o seu pai, o cantor Cleomir, com música acústica de sertanejo raiz.

Na sequência da solenidade foi realizada a apresentação cultural da Orquestra de Violões do IFMT Campus Cáceres, regida pelo professor doutorando em Ciências e Tecnologia das Artes, Célio Jonas Monteiro.

Mesas-redondas e conferências

Com a temática Agropecuária: desafios e perspectivas, o encontro iniciou a programação a partir do debate sobre Empreendedorismo com a contribuição do servidor técnico do IFMT Cáceres, mestre em Agricultura Tropical, Vagner Aniceto Teixeira em conferência mediada pelo professor mestre Roney Mendes de Arruda. Vagner contextualizou a temática a partir da sua vivência desde a formação como técnico em Agropecuária no IFMT Cáceres, então Escola Agrotécnica Federal de Cáceres, até as experiências no âmbito de empreendimentos inovadores como servidor e gerente local de incubadora de projetos do Núcleo Incubador do IFMT Campus Cáceres.

Leia mais:   Proibido o consumo de bebidas nos bares de Cáceres

Ainda nesta quarta-feira, o campus recebeu o engenheiro Adilson Domingos dos Reis representando o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso, CREA- MT em conferência sobre Trabalho e Registro Profissional. A atividade mediada pelo Professor do IFMT Campus Cáceres, Juberto Babilônia contou com a participação da servidora da Inspetoria do CREA em Cáceres, Joziane Leite da Silva e do fiscal Jonathan José Lima dos Santos.

Na quinta-feira (14.03), as atividades têm inicio com depoimentos de egressos técnicos em Agropecuária da instituição sobre a vivência na escola e vida profissional. A conferência, coordenada pelo professor doutor Reginaldo Antonio Medeiros, contará com a participação dos técnicos Valter Domingues Filho e Wilson Coimbra. Ainda no período matutino, terá mesa redonda sobre sanidade animal e vegetal com os fiscais do Instituto de Defesa de Agropecuária de Mato Grosso, INDEA, Adriano Garcia Araújo, Giovana Gonçalves Souza Muniz e Tiago Felipe de Almeida Gonçalves, com a coordenação do docente do IFMT, professor mestre Fernando Rodrigues Maciel.

No período vespertino serão abordadas as temáticas “Nutrição para piscicultura” e “Panorama da Agropecuária na região de Cáceres”, com os conferencistas convidados Wellington Correa Silva, da empresa VB Alimentos e do pecuarista João Oliveira Gouvêa Neto. As conferências serão mediadas pelos docentes do campus, professor doutor Victor Manuel Aleixo e o professor mestre Paulo Ribeiro de Barros.

O fechamento do ciclo de debates em conferências e mesas-redondas da primeira edição do EAGRO trará as contribuições do pesquisador e professor doutor Wanderley Pignatti da Universidade Federal de Mato Grosso com o tema Agrotóxicos e seus impactos no ambiente e saúde humana. A atividade será mediada pelo professor do IFMT Antonio Nobre da Silva, mestre em Agricultura Tropical.

A programação contará ainda com apresentação, na sexta-feira (15), às 9h40, do documentário ‘Travessia de boiada – pantanal/ cerrado’, do autor e diretor Franco Valério Cebalho da Cunha. O espaço cultural será encerrado com a apresentação da Fanfarra do IFMT Cáceres.


Edna Pedro DRT RJ 5056/2001
Assessoria de Comunicação
IFMT/Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo
(65) 3221-2631

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Setor de saneamento e abastecimento de água é um dos mais produtivos da administração

Publicado

O setor de saneamento básico, principalmente, o abastecimento de água em Cáceres, tem sido um dos mais produtivos da atual administração. Uma gama de ações que beneficia, diretamente, a população foi implantada e colocada em operação pela Autarquia Águas do Pantanal.

Com investimentos na ordem de R$ 432.434,44, através de recursos próprios, uma nova adutora possibilitou maior condução de água coletada do Rio Paraguai até a Estação de Tratamento (ETA), tornando assim o serviço mais eficiente.

Construída em 2018, a antiga adutora de 150 milímetros que já não atendia a demanda, foi substituída por outra de 300 milímetros, portando o dobro, de capacidade de adução.

A exemplo da nova adutora, o novo sistema de captação de água bruta, que foi construído com recursos próprios no valor de R$ 1.1 milhão, refletiu diretamente no aumento do volume de água disponibilizada para tratamento e distribuição. A vazão que antes era de 270 litros por segundo passou para 320.

A extensão da rede de abastecimento de água também foi ampliada consideravelmente nos oito anos da atual gestão. Passou de 220.929 metros em 2013, para 282.420 em 2019. Ou seja: a Autarquia Águas do Pantanal realizou 56.279 metros na área urbana e ainda 6.900 metros na zona rural (Assentamentos).

Leia mais:   Prefeitura dá inicia a sonhada reconstrução do Asfalto da Avenida Sete de Setembro

“Conseguimos levar água tratada para todos os bairros. Os problemas frequentes de distribuição nos bairros Jardim Padre Paulo, Vista Alegre, Vila Real, Vitória Régia, Jardim das Oliveiras, entre outros, que antes constituíam como maior desafio para a administração, hoje não existem mais” afirma o diretor da autarquia Paulo Donizete da Costa, assinalando que, apesar da melhoria o sistema continuará sendo inovado para garantir o abastecimento de água com qualidade e eficiência para toda a população.

Todo trabalho, no entanto, só foi possível devido a visão e empreendimento da administração, através do prefeito Francis Maris Cruz, que desde o início de sua primeira gestão, colocou o setor de Saneamento Básico como prioridade, para solucionar de vez o grave problema tanto da falta, como da qualidade da água distribuída nos bairros da cidade.

Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Diretório do PSDB lança pré-candidatura de Paulo Donizete a prefeitura de Cáceres

Publicado

Editoria – Sinézio Alcântara

O executivo Paulo Donizete da Costa, diretor da autarquia Águas do Pantanal será o pré-candidato do PSDB à prefeitura de Cáceres. A escolha foi deliberada na reunião do diretório municipal do partido, na noite desta sexta-feira. Vinte dos 24 membros presentes, inclusive, o presidente do diretório, prefeito Francis Maris Cruz, votaram a favor da pré-candidatura.

Com o lançamento da pré-candidatura do diretor da Águas do Pantanal, o grupo de partidos de apoio ao prefeito passa a ter dois pré-candidatos: Paulo Donizete e a vice-prefeita Eliene Liberato Dias que lançou pré-candidatura pelo PSB ainda no na passado. E, com o novo nome amplia-se o leque de opções para escolha do sucessor do prefeito Francis.

Onze nomes já se credenciam para a disputa. Além de Eliene e Paulo Donizete, o empresário e pecuarista Valdeci Rodrigues (Patriota), o ex-vereador Marcinho Lacerda (PMDB); o ex-prefeito Túlio Fontes (PV); os professores James Cabral (PT) Adriano Silva (DEM) e Dimas Santana (PT) o engenheiro Takao Nakamoto (PSL), o médico Sérgio Arruda (PRB) e Renancildo França o “Cotia” (PSD).

Leia mais:   Setor de saneamento e abastecimento de água é um dos mais produtivos da administração

Embora, cause estranheza o lançamento de dois pré-candidatos pelo grupo, o prefeito descarta quaisquer possibilidade de racha na base.

“Não haverá desentendimentos. Os dois nomes são bons. Porém, será o escolhido do grupo, o que tiver melhor aceitação popular. Aliás, quem melhor se destacar na opinião pública terá o meu apoio. Podendo também compor uma chapa com um de candidato e outro de vice” explica.

Francis diz que, a honestidade e o trabalho exemplar desempenhado por Paulo Donizete na direção da Águas do Pantanal o credenciam para entrar na disputa em igualdade de condições com os demais pré-candidatos. “O Paulo demonstrou ao longo dos anos a frente da autarquia que, além de honesto tem muita capacidade. E, isso, o credencia para disputar a eleição”.

O engenheiro químico, Paulo Donizete entrou para o serviço público na primeira gestão do prefeito Francis. Ele começou como coordenador de trânsito; posteriormente, em 2013, assumiu a coordenadoria do Serviço de Água e Esgoto de Cáceres (SAEC).

A partir dai devido ao serviço de abastecimentos e distribuição de água, totalmente precário e oneroso para o município, deu início às articulações para transformar o setor em autarquia. Após longo período de entendimentos com a Câmara, em dezembro de 2015 o projeto foi aprovado e, em janeiro de 2016, começou a transformação.

Leia mais:   Diretório do PSDB lança pré-candidatura de Paulo Donizete a prefeitura de Cáceres

A perspectiva é de que, apesar das dificuldades, decorrente da pandemia do coronavirus que vem impactando a economia nacional e internacional, a autarquia Águas do Pantanal, feche o ano de 2020 com cerca de R$ 20 milhões de investimentos, em vários setores.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana