conecte-se conosco


Destaque

Hospital São Luiz reduz mortalidade na UTI e promove capacitação com AMIB

Publicado

Após sete meses de gestão da Pró-Saúde e uma série de ações e investimentos em qualidade e segurança do paciente, o Hospital São Luiz, em Cáceres (MT), se consolida como referência em terapia intensiva

A UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital São Luiz (HSL), em Cáceres (MT), apresentou redução de 10% na taxa de mortalidade nos primeiros cinco meses de 2019, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados foram obtidos por meio de ferramentas de monitoramento e o indicador coloca o Hospital no mesmo patamar de UTIs de grandes centros do País. O estudo apontou, também, que o HSL atendeu o dobro de pacientes, ampliando a oferta de serviços – mantendo a mesma estrutura – para uma população de 22 municípios da região Oeste do Estado e da vizinha Bolívia.

Os resultados obtidos pelo HSL, unidade da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, e a busca contínua por melhorias, resultaram em um curso que será ministrado no mês de julho, entre os dias 6 e 7, no próprio HSL, intitulado Construindo uma UTI de Alta Performance”, direcionado aos médicos e equipe multidisciplinar do hospital com envolvimento direto nos cuidados com o paciente.

Segurança, organização e gerenciamento da UTI, além de oficinas práticas, serão os temas trabalhados durante os dois dias. O curso, que terá entre seus palestrantes o ex-presidente da Associação Brasileira de Medicina Intensiva (AMIB), Ederlon Rezende, não terá custo algum para os participantes e fornecerá certificados da AMIB, responsável pela realização do evento, em parceria com o HSL.

De acordo com o diretor Hospitalar do HSL, Bruno Ferreira Rezende, as qualificações são parte de uma série de ações promovidas na administração da Pró-Saúde e já começam a mostrar resultados positivos. O curso irá desenvolver uma série de abordagens para aprimorar o trabalho na unidade.

Leia mais:   Vice-prefeita de Cáceres recebe convite para se filiar ao PSB

“É importante porque vamos discutir a rotina e as responsabilidades de cada indivíduo dentro de uma UTI e isso é essencial para uma alta performance, qualidade e segurança assistencial”, explica Rezende.

Metas

 

Entre as ações promovidas pelo HSL, a redução da mortalidade na UTI envolve a implantação de metas diárias, com a participação de todos os setores e a criação de uma linha horizontal e efetiva de cuidados, impulsionando o NIR (Núcleo Interno de Regulação) na busca ativa de pacientes que precisam de UTI, otimizando o fluxo de entradas de pacientes.

Essas mudanças permitiram maior gestão e qualidade no atendimento. A realização de cursos de capacitação também estimula novas habilidade técnicas, como cuidados paliativos, ventilação mecânica, entre outros, e promovem ainda mais segurança ao paciente.

 

Sobre o Hospital São Luiz

Fundado em 1938, quando Cáceres ainda era um povoado, o Hospital São Luiz (HSL) nasceu quando o Frei Ambrósio Dayde, da Missão da Ordem Terceira Regular de São Francisco do Brasil, adquiriu uma casa com terreno para abrigar os enfermos, formando um “dispensário”, onde estava sempre a irmã Antônia Rodrigues, freira pertencente à Congregação do Instituto Imaculada Conceição. No mesmo ano, ocorreu a efetivação de convênio com o Estado de Mato Grosso. Em 1940, o dispensário foi transformado em hospital e, a partir da organização dos padres franciscanos, passou a chamar-se Hospital São Luiz. Em 1993, a Sociedade Educadora Beneficente Providência Azul, então proprietária da instituição, passou o Hospital São Luiz à Associação Congregação de Santa Catarina (ASCS). Em dezembro de 2018, após uma reestruturação, a ASCS transferiu a gestão da unidade para a Pró-Saúde.

Leia mais:   Pesca de canoa dá 4 barcos na premiação do FIPE 2019

O Hospital possui 156 leitos e atua com Clínica Médica, Cirúrgica, Obstetrícia, Ginecologia, Pediatria, UTI Neonatal e UTI Adulto, Pronto Atendimento e Centro Cirúrgico com seis salas cirúrgicas. O HSL é referência para 22 municípios da Região Oeste do Estado e do país vizinho, a Bolívia. Conta com moderno parque tecnológico, com equipamentos e serviços de diagnóstico e de procedimentos médicos, como Ressonância Magnética, Tomógrafo, Densitometria, Ultrassom, Ecocardiograma, Cardiotocógrafo, Laboratório de Análises Clinicas entre outros.

O Hospital São Luiz também promove atuação social por meio de doações de alimentos não-perecíveis, brinquedos e conta com o trabalho voluntário junto aos enfermos.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente, realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de 11 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

(Comunicação Hospital São Luiz).

Comentários Facebook

Destaque

Macedo diz que não é primeira vez que some documentos da Câmara e que virou caso de polícia

Publicado

Sumiços “misteriosos” de documentos importantes na Câmara Municipal de Cáceres não é tão incomum como se parece. Isso já aconteceu mais de uma vez. E, “já virou caso de polícia”. A revelação foi feita pelo próprio presidente do legislativo municipal, vereador Rubens Macedo (PTB), na sessão da última segunda-feira (17)

Ao usar a tribuna para desqualificar a reportagem do Jornal Expressão que divulgou o “desaparecimento misterioso” do requerimento para criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para “investigar a amplitude e responsabilidades sobre perdas de recursos federal e estadual, pela Secretaria de Saúde”, Macedo disse:

Isso não é a primeira vez que isso acontece. “Como já aconteceu no passado. Vocês estão lembrados? Sumiu o projeto de Lei de Reestruturação da Câmara. Ele só apareceu, misteriosamente, depois que decidimos abrir uma Sindicância Administrativa para apurar o fato. Virou caso de polícia” admitiu.

De autoria do vereador Cesare Pastorello (SD), o requerimento que sugere a criação da CPI foi protocolado na Câmara no dia 10 de maio. Na quinta-feira (13/6), depois de um mês, ele informou que o documento ainda não havia entrado na pauta porque havia sumido. E, que havia denunciado o desparecimento à Ouvidoria da Câmara.

Leia mais:   Pesca de canoa dá 4 barcos na premiação do FIPE 2019

No mesmo dia o Jornal Expressão entrou em contato com o vereador Rubens Macedo. A princípio, no corredor da Câmara, ele disse que não havia nenhum sumiço e que, o próprio autor havia retirado o requerimento da pauta. Com a negativa de Pastorello, ao ser novamente indagado, se o requerimento seria colocado na pauta da próxima sessão, Macedo se descontrolou.

Sem saber explicar a lambança retrucou: “você é vereador pra querer saber? Se você quiser informação tem que marcar um horário pra falar comigo”. Na sessão de segunda-feira, mais calmo Macedo explicou, que não colocou o requerimento em pauta porque foi protocolado de forma errônea. E, que não tem nenhum motivo para não pautar o requerimento.

Disse que Pastorello apresentou o requerimento com apenas uma assinatura e as demais (quatro) a dos vereadores José Eduardo Torres (PSC), Valdeniria Dutra Ferreira (PSDB), Gerônimo Gonçalves (PSB) e Creude Castrillon (Podemos) só foram coletadas durante a sessão.

Contudo, manteve o despreparo e arrogância ao afirmar que o jornalista que quiser fazer entrevista com ele tem que marcar audiência com data e hora.

Leia mais:   Vice-prefeita de Cáceres recebe convite para se filiar ao PSB

Inconformado pela reportagem do Jornal Expressão em divulgar ações que desagradam à presidência da Casa, Macedo disse que o jornalista, destorce as informações. E, que nesse dia a reportagem agiu maldosamente com a intenção de amedrontá-lo. “Ele (repórter) destorce tudo que eu falo. Ele agiu maldosamente, querendo me amedrontar. Mas, eu não tenho medo” disse.

Nota da Redação.

A direção do Jornal Expressão e site Expressão Notícias, através do editor Sinézio Alcântara, rechaça os argumentos usados pelo presidente da Câmara, na tentativa de desqualificar, com inverdades, a reportagem. Afirma que, em momento algum, usou de maldade ou de forma truculenta para intimidar o vereador Rubens Macedo.

E, que sua conduta é pautada, há mais de 30 anos de atuação jornalista em Cáceres e Mato Grosso, na ética e lisura. Sempre procurando levar as informações isentas de quaisquer tendências ou animosidades ao leitor. Criteriosa, a reportagem faz questão de, antes de divulgar quaisquer informações, ouvir com ética e responsabilidade os dois lados da noticia. E que, por isso, mantém o que disse.

Editoria – Sinézio Alcântara

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Favero confirma convite do PSL à Eliene

Publicado

Segundo o deputado, o partido está de portas abertas para vice-prefeita. A política tem sido sondada por pelo menos quatro siglas para as eleições de 2020.

O deputado estadual Sílvio Favero (PSL) confirmou nesta segunda-feira (17) ao Cáceres Notícias o convite que fez à vice-prefeita de Cáceres Eliene Liberato para filiar-se ao Partido Social Liberal. Nos últimos dias Eliene tem recebido convite de vários partidos para compor chapa para as eleições de 2020.

Numa nota pública emitida sem data o diretório municipal do PSL em Cáceres informava que a vice-prefeita não havia sido convidada pelo partido. Por telefone o deputado estadual Sílvio Favero informou que convidou pessoalmente Eliene. “Eu convidei a professora Eliene para que venha para o PSL. O partido está aberto para a vice-prefeita, ela será muito bem vinda se aceitar se filiar”, disse Favero.

Ainda segundo Favero o partido está definindo a estrutura para as eleições municipais. “Ainda estamos pensando nas candidaturas, o mais provável é que tenhamos majoritárias em quase todos os municípios do estado. Sobre Cáceres ainda estamos conversando e avaliando as possibilidades”, afirmou o deputado.

Leia mais:   Pesca de canoa dá 4 barcos na premiação do FIPE 2019

No último sábado (15) Eliene Liberato, que hoje é filiada ao mesmo partido do prefeito Francis Maris Cruz (PSDB), recebeu convite do PSB. Liberato também foi convidada ao PRB pelo deputado estadual Valmir Moretto e ao PSC pelo deputado Xuxu Dal Molin. Todos os convites ainda são avaliados pela política, que prometeu se manifestar no momento oportuno.

Por: Joner Campos

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana