conecte-se conosco


Cáceres e Região

HOSPITAL SÃO LUÍS: Bebê morre após médico não aparecer para realização de cesariana

Publicado

A 1ª Promotoria Criminal de Cáceres, sob o comando da Dra. Ana Luíza Barbosa da Cunha, apura denúncia de omissão de socorro, praticada pela equipe plantonista do Hospital São Luís e que resultou na morte de uma recém-nascida em data de 16 de Outubro de 2019. Registrada sob o n. 003302-005/2019, a investigação teve início a partir da narrativa apresentada pelo pai da criança, Wesley Ferreira, perante a Ouvidoria do órgão.

Segundo o denunciante, sua esposa Fernanda Schiavo foi internada no Hospital São Luis em 07 de Outubro, queixando-se de sangramento e outros sintomas, mas foi liberada no dia seguinte sem um diagnóstico, tendo retornado para a unidade hospitalar em 10 de Outubro, após o agravamento do caso, quando foi levada por uma ambulância de Mirassol D’Oeste, local de residência do casal.

Ainda citando a denúncia, após a chegada de Fernanda ao hospital, ela teve de aguardar por ao menos uma hora pelo primeiro atendimento, que foi realizado por estudantes de medicina. “Eles se perdiam entre papéis, demonstravam dúvidas sobre o significado de ‘Reagente’ nos exames apresentados e chegaram a questionar uma supervisora sobre a grafia correta da palavra “extenso” sem, contudo, dar atenção ao caso”, declarou.

Em virtude do episódio, uma discussão se travou que acabou por convencer a supervisora a internar Fernanda. Ela então, permaneceu internada sob os cuidados da equipe, que resumiam o tratamento a remédios para dor e soro. Sem melhoras, a gestante teve uma perda de líquido aminiótico em 11 de Outubro, quando um exame de ultrassom se tornou urgente, para avaliar as condições da bebê.

Leia mais:   Operação combate pornografia infantil no Brasil e em mais quatro países

O Hospital, então, teria dito que o exame só poderia ser realizado no final do dia seguinte, em razão do equipamento ser operado por equipe terceirizada. A família chegou a disponibilizar uma médica ultrassonografista para a realização do exame de urgência no local, o que teria sido negado pelo hospital.

Diante da negativa e da urgência do caso, familiares buscaram viabilizar a transferência da paciente para Cuiabá, onde equipe de um hospital particular estava de prontidão, mas o Hospital São Luis se recusou a liberar a transferência, alegando dispor do exame necessário.

Dias depois, já em 15 de Outubro, por volta das 15h, Fernanda começou a sentir dores e o médico plantonista foi chamado. Apesar da insistência da família, a espera pelo profissional se prolongou pelo restante da noite. A paciente entrou em trabalho de parto por volta das 02h (duas da madrugada) de 16 de Outubro e sua filha nasceu de parto normal por volta das 07h da manhã, sob a supervisão de enfermeiros, sem a presença de nenhum médico, mesmo exames demonstrando que a cesária era obrigatória e a bebê faleceu durante o parto.

Leia mais:   Acadêmica de 74 anos e inspiração na Fapan

OUTROS CASOS DE VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA

Além de apresentar a denúncia ao Ministério Público, o casal divulgou a história em suas redes sociais e diz ter recebido relatos de mães que passaram por problemas semelhantes, vivenciados no mesmo hospital. Eles agora, buscam reunir informações sobre estes casos, para formalizar novas denúncias contra o Hospital São Luis e lançaram um site, acessível pelo endereço www.isabellekids.com.br para chamar a atenção para o caso e auxiliar outras gestantes.

“Se, antes de nós, gestantes que passaram pela mesma experiência tivessem tido condições de chamar a atenção para estes problemas, muito provavelmente não teríamos passado pelo que passamos. Mas a partir de 16 de Outubro, caso qualquer outro recém nascido venha a sofrer pelas mesmas razões, parte da responsabilidade também é nossa por não termos denunciado às autoridades competentes as irregularidades que são cometidas”, declarou o casal.

Eles alegam ter consciência de que nada trará a vida de Isabelle de volta, nome escolhido para a bebê, mas esperam mobilizar as autoridades para que providências sejam tomadas, com o objetivo de que a história não se repita.

Por Ferreira Júnior/Popularonline
Comentários Facebook

Cáceres e Região

Começa hoje o carnaval em todo país; em Cáceres serão cinco noites de folia

Publicado

Começa nesta sexta-feira uma das festas mais aguardadas do país, o carnaval. Em Cáceres, serão cinco noites de folia, com duas matinés, uma no domingo e outra na terça-feira.  A praça de eventos da Sicmatur será o palco da festa com apresentação de quatro bandas e dois DJs para animar a festa.

O evento será promovido pelo Grellas Bar e Ronaldinho Eventos.  A abertura acontece a partir das 20h. No primeiro dia estará se apresentando a banda Cheiro da Bahia. Além do Cheiro da Bahia estará se apresentando  a banda Sedu Samba, Tome ai e Fissura, além do grupo Kade e o Dj Sandro.

A entrada dos foliões na praça de eventos será gratuita. Será pago, através de abadás, o folião que optar pelo camarote.  A segurança dos foliões e organizadores estará a cargo da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros e ainda 40 homens contratados para essa finalidade.

Editoria – Sinézio Alcântara

Comentários Facebook
Leia mais:   Comunidade Acadêmica delibera cronograma de mobilização em defesa da UNEMAT e adesão à Greve Nacional da Educação
Continue lendo

Cáceres e Região

Estudantes do IFMT Cáceres são aprovados em universidades públicas de referência em cinco estados brasileiros

Publicado

Estudantes dos cursos técnicos integrados ao ensino médio do Instituto Federal de Mato Grosso, IFMT Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo celebram a aprovação para ingresso em cursos de diversas áreas em universidades de referência no Brasil. Até agora a instituição já tem o registro de aprovação em 2020 de 40 estudantes em instituições de ensino superior como Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Instituto Federal de Rondônia (IFRO), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Entre as áreas, os cursos de Agronomia e Biologia tiveram o maior número de aprovações de estudantes do IFMT Cáceres por meio da nota do Enem, no Sistema de Seleção Unificada (SISU). Quinze estudantes optaram pelos cursos em instituições com Unemat, UFMT e UFV.

Natan Alves do Nascimento (19 anos) é um desses estudantes. Ele já está em Viçosa realizando o sonho de estudar em um dos cursos mais tradicionais da instituição mineira que foi criada inicialmente para ofertar graduações no campo das ciências agrárias.

“Tenho o maior orgulho de ter me formado no IFMT, esses três anos que passei aí foram de extrema importância para que estivesse aqui na UFV hoje, uma vez que o contato com ótimos profissionais, alguns doutores formados aqui mesmo, despertou em mim o desejo de estudar nessa universidade”, destaca Natan.

Natural de Pontes e Lacerda – MT, filho de pequenos produtores rurais, Natan afirma que sempre esteve próximo da vida do campo e que a possibilidade de cursar o Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio ofertado pelo IFMT foi determinante para a escolha do curso de Agronomia.

“Eu sempre morei na zona rural, então já tinha um certo contato, mas sem sombra de dúvidas foi a formação em técnico que determinou de vez que seguiria a carreira de agronomia. Ao passo que estudava plantas, culturas, solos, gestão e administração rural me aproximava cada vez mais da agronomia”, conta o estudante.

Para o estudante Wellington de Amorim dos Santos, aprovado no curso de bacharelado e licenciatura em Ciências Biológicas da Unemat, campus Jane Vanini em Cáceres, a possibilidade de realizar pesquisas com o incentivo a iniciação científica já no ensino médio no IFMT, o estímulo à reflexão e ao pensamento crítico, e o conhecimento construído no diálogo respeitável e afetuoso com as educadoras e educadores foram fatores indispensáveis para o bom desempenho no Enem e também para a definição de que curso seguir.

“O incentivo à iniciação científica teve muito presente na minha vida no IFMT, principalmente porque eu já gostava muito de pesquisar e questionar. Foi um dos fatores pelos quais eu optei pela Biologia. Todos os meus projetos de iniciação científica, foram voltados para a área da Biologia. Mas, o que me motivou no processo de escolha do curso foi o afeto e a minha admiração pela dedicação dos professores da área”, afirma Wellington.

Persistência

O sonho de fazer medicina em uma universidade pública federal foi transformado em meta pela estudante do Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio do IFMT Cáceres, Letícia Ferreira (19 anos), aprovada em Medicina na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).

Letícia concluiu o ensino médio no ano letivo de 2018, fez o Enem e obteve nota que garantiria o ingresso em vários cursos como Odontologia, Enfermagem, Engenharia da Computação, mas ela optou por focar em medicina. No Enem de 2019 foi aprovada no curso desejado na federal de Dourados – MS. Mesmo com a aprovação, Letícia decidiu continuar estudando para ingressar na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), onde reside atualmente, ou na Universidade de São Paulo (USP).

“O IFMT me ajudou de diversas formas, mas eu acho que a mais importante foi o amadurecimento que eu adquiri nesses 3 anos no instituto. Um amadurecimento para vida mesmo, eu fiquei muito independente e entendia que eu tinha que estudar para conseguir alcançar o meu sonho. Então nunca tinha ninguém me obrigando a estudar, porque eu sabia que eu tinha que fazer aquilo”, afirma Letícia.

A estudante também destaca o papel das educadoras e educadores do IFMT para o êxito em sua formação. “Outra coisa que me ajudou muito na persistência e no foco foram os professores que souberam do meu sonho e sempre me incentivaram a escrever e estudar. São profissionais incríveis a quem eu devo muito por essa aprovação tão desejada”, conclui Letícia.

Entre os cursos com aprovação de estudantes do ensino médio técnico do IFMT Cáceres estão bacharelados e licenciaturas em Arquitetura e Urbanismo, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Elétrica, Engenharia Florestal, Farmácia, Geografia, História, Letras, Medicina Veterinária, Odontologia, Pedagogia, Sistemas de Informação e Zootecnia.

Edna Pedro  DRT RJ 5056/2001
Assessoria de Comunicação
IFMT/Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo
(65) 3221-2631
Comentários Facebook
Leia mais:   Gefron recupera dois veículos nos últimos dois dias e prende um suspeito
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana