conecte-se conosco


Mato Grosso

Hospitais geridos pelo Estado aumentaram número de serviços prestados

Publicado

Os nove hospitais geridos pelo Governo do Estado aumentaram o número de serviços de Saúde prestados à população. Os dados estão no relatório do 2º quadrimestre da Secretaria de Estado de Saúde, apresentado pelo secretário da pasta, Gilberto Figueiredo, aos membros da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social, da Assembleia Legislativa, durante audiência pública realizada nesta terça-feira (08.10).

O relatório compreende os meses de maio, junho, julho e agosto e detalha as contas e investimentos da pasta no período. “A nossa equipe se debruçou no planejamento da melhoria em infraestrutura da rede hospitalar, fazendo um amplo diagnóstico. Já preparando os projetos estruturantes de intervenção física e na melhoria do parque tecnológico de todas as unidades hospitalares”, declarou o secretário.
 
Os dados do relatório mostram que, mesmo com o déficit de R$ 613 milhões herdado pela atual gestão, neste ano foram registradas 13.263 internações, um aumento de 11,44% em relação a 2018, quando foram 11.901 internações.

Foto por: Fablicio Rodrigues – ALMT

Leia mais:   Governo de Mato Grosso nomeia 30 novos delegados para a Polícia Civil

O presidente da Comissão da Saúde, o deputado Paulo Araújo, destacou durante a sessão que o Governo tem honrado os compromissos com a saúde pública do Estado. Além disso, o parlamentar lembrou que a atual gestão “herdou um déficit de aproximadamente R$700 milhões” e que reconhece as dificuldades enfrentadas pelo gestor da saúde.

O secretário de saúde explicou que, durante esses 10 meses no comando da pasta, sua equipe trabalhou intensamente para organizar de forma eficiente o funcionamento dos hospitais regionais. Sobre o déficit de R$ 613 milhões, já foram “amortizados” mais de R$ 300 milhões.

Figueiredo lembrou que além dos atendimentos, outro compromisso da gestão é com o repasse financeiro aos municípios. O secretário garantiu que o Estado está absolutamente em dia com os repasses feitos para as 141 prefeituras de Mato Grosso e com os fornecedores.

O comparativo apresentado aos deputados mostra que em 2019 foram aplicados R$ 246 nos Fundos Municipais de Saúde. No ano anterior esse número ficou em R$ 197 milhões, o que representa um crescimento de 24,43% nos investimentos.

Leia mais:   Polícia Militar recebe 5 mil máscaras doadas pela AMPA

Diante dos valores, o secretário destacou que o Governo do Estado trabalha intensamente para “que cada centavo seja bem aplicado na saúde”. Além disso, o gestor explicou aos membros da Comissão de Saúde que existe um programa de modernização de assistência para melhorias na saúde.

As sessões públicas para a prestação de contas da saúde são realizadas a cada quatro meses, como determina a Lei Federal n° 141/2012, artigo 36, parágrafo 5º.

A Comissão de Saúde é composta pelos deputados: Dr. Eugênio, Dr. Gimenez, Dr. João José, Paulo Araújo e Lúdio Cabral, presidente e vice-presidente respectivamente.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

CGE abre inscrições do seletivo para as Unidades de Correição

Publicado

A Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) abriu nesta segunda-feira (25.05) as inscrições do processo seletivo interno para lotação de servidores nas Unidades de Correição, formação de cadastro de reserva para compor comissões processantes e para atuação como defensores dativos nos órgãos e nas entidades do Governo de Mato Grosso. Os servidores estaduais interessados em participar têm até sexta-feira (29.05) para se inscrever mediante o preenchimento de formulário disponível AQUI.

Juntamente com o formulário, devem ser anexados documentos como currículo atualizado, certificado de conclusão de curso de graduação e de pós-graduação, se houver, e certidão emitida pela unidade de correição de lotação do servidor de não ter sido punido em processo ético ou disciplinar nos últimos cinco anos.

De acordo com o Edital nº 001/2020-CGE/MT, podem participar do seletivo os servidores públicos estaduais efetivos e estáveis com formação de nível superior, entre outros requisitos como: não terem sido punidos em processo ético ou administrativo disciplinar nos últimos cinco anos e não ocuparem cargo em comissão na data de lotação na unidade de correição. Para o exercício da função de defensor dativo, o candidato deve ser, preferencialmente, bacharel em Direito.

Leia mais:   Polícia Militar recebe 5 mil máscaras doadas pela AMPA

Foram abertas 96 vagas para lotação nas Unidades Setoriais de Correição e 22 vagas no órgão central de correição (CGE-MT); 24 vagas para atuação em Comissões Permanentes de Processo Administrativo Disciplinar, além de formação do cadastro de servidores aptos a atuar como defensor dativo e a atuar nas comissões processantes das instituições estaduais onde não há unidade de correição.

Os servidores aprovados serão lotados em Cuiabá (MT), à exceção daqueles que optarem, no ato da inscrição, por atuar na Unidade de Correição da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), no município de Cáceres (MT). Entretanto, vale destacar que os aprovados não serão necessariamente lotados ou participarão de comissões processantes em seu órgão de origem. A lotação dos aprovados será definida pela CGE-MT, conforme critérios estabelecidos no Edital nº 001/2020-CGE/MT.

A seleção dos candidatos será realizada em quatro etapas: análise curricular e da síntese de intenção à vaga; entrevistas; prova e investigação social. A homologação do resultado final está prevista para ser divulgada até dia 07/08/2020 no Diário Oficial do Estado.

Leia mais:   Campanha Vem Ser Mais Solidário atende programa Rede Cidadã

Acompanhe as informações relativas ao processo seletivo no link: http://www.controladoria.mt.gov.br/seletivo

Mais sobre o assunto:

CGE seleciona servidores para as Unidades de Correição

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Incentivos para micro e pequenas empresas fazem parte de ações realizadas pela Sedec MT

Publicado

Nesta segunda-feira (25.05) é comemorado o Dia da Indústria e a secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, por meio da Secretaria Adjunta de Indústria, Comércio e Empreendedorismo, trabalha com o objetivo de fomentar políticas púbicas de apoio ao setor.

O Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso (Prodeic) busca estimular regiões de difícil acesso por meio de incentivos fiscais a empresas mediante geração de empregos. Para dar mais celeridade e isonomia ao processo, o Governo do Estado modificou o processo deixando-o totalmente online.

Vale dizer que a industrialização é fundamental para o crescimento e o desenvolvimento de um estado que tem como base econômica a geração de matérias primas para o mundo, sendo considerado referência em produção de soja, milho, algodão e gado bovino. Essa verticalização da economia gera ainda mais riquezas, com consequente geração de emprego e renda para a população.

Em 2018, o setor industrial foi responsável pela geração de 141.121 mil empregos, segundo dados Federação das Indústrias de Mato Grosso (FIEMT). De 10,6 mil fabricas estabelecidos no Estado, mais de 98% corresponde a micro e pequenas indústrias.

Leia mais:   Confira resultado final do processo seletivo para Case de Lucas do Rio Verde

Por isso, a Sedec MT está trabalhando em ações para a valorização dos pequenos. “Existe uma necessidade muito grande de a gente trabalhar não apenas algumas ilhas, mas um desenvolvimento como um todo. E principalmente as pequenas indústrias precisam de políticas públicas que as ajudem”, afirma Celso Banazeski, secretário adjunto de Indústria, Comércio e Empreendedorismo.

É preciso ainda, de acordo com Banazeski, diversificar a produção industrial tanto para as exportações como para o mercado interno. “Hoje, Mato Grosso é um grande importador e exportador de commodities e pouco verticaliza e diversifica a produção industrial”, comenta o secretário.

Para levar informações aos empresários de todo o Estado, a secretaria adjunta realiza o Circuito Empreendedor, projeto que faz parte do programa Pensando Grande para os Pequenos e que visa à orientação de quem quer melhorar o seu negócio ou até iniciar no empreendedorismo. O secretário Celso Banazeski acredita que ainda neste ano seja possível realizar dois eventos, após haver segurança para a saúde de todos com o fim da pandemia do novo coronavírus.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana