conecte-se conosco


Mato Grosso

Governo mantém 27 UTIs e custeio de mais 20 unidades da Prefeitura de Rondonópolis

Publicado

O Governo do Estado investe na manutenção de 27 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e de 72 leitos de enfermaria, somente em Rondonópolis, para o tratamento dos pacientes da Covid-19. Os leitos estão divididos entre o Hospital Regional e a Santa Casa de Rondonópolis, cujo convênio foi firmado para a ampliação da oferta de leitos e melhor atendimento à população.

O município já contava com dois leitos no Hospital Regional e, com o incremento nos investimentos, foi possível a ampliação em mais 10 UTIs na unidade estadual e de 15 UTIs na Santa Casa.

A gestão estadual cedeu à unidade filantrópica 10 ventiladores pulmonares, cinco ventiladores de transporte, cinco monitores multiparâmetros e 30 circuitos de ventilador mecânico.

O Governo ainda vai custear, junto com o Ministério da Saúde, a abertura de mais 20 leitos de UTI pela prefeitura municipal. Ou seja, o valor que será pago para manter em funcionamento as UTIs sairá do Governo Federal e do Governo Estadual. A parceria foi firmada na presença de representantes dos municípios da Região Sul.

Leia mais:   Drogas e celulares são encontrados dentro de colchões na Mata Grande

“Quero agradecer ao governador e ao senador Wellington. Essa videoconferência foi muito produtiva e me senti contemplado enquanto representante do município”, afirmou o prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio, em uma reunião virtual no último dia 16 de junho.

Mais investimentos

Além de auxiliar na ampliação de leitos em Rondonópolis, a gestão estadual mantém a regularidade dos recursos previstos para o município. Os repasses financeiros realizados até o mês de maio alcançam o montante aproximado de R$ 8,5 milhões e foram utilizados na atenção primária, na alta e média complexidades, cirurgias cardíacas, farmácia básica, Samu, para convênios e também são referentes ao Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal (FEEF).

O Governo ainda trabalha na reforma e ampliação do Hospital Regional de Rondonópolis. A unidade é referência para 19 municípios da Região Sul, que concentra uma população de aproximadamente 523 mil habitantes.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Mesmo com fechamento temporário, Detran-MT continua emitindo CNH em todo Estado

Publicado

Mesmo com o fechamento temporário em razão da pandemia do novo coronavírus, o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) continua emitindo a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) aos condutores que solicitam o documento via aplicativo MT Cidadão.

O documento é enviado pelos correios no endereço cadastrado junto ao Detran-MT ou na unidade escolhida pelo condutor para retirada. 

Desde o dia 22 de junho, quando o atendimento presencial do Detran foi suspenso em 17 municípios do Estado, até a data de ontem (01.07), que a Autarquia já está com 53 municípios com atendimento suspenso, foram abertos 1.782 processos de renovação da habilitação pelo aplicativo MT Cidadão em todo Estado, sendo que 287 condutores já receberam suas CNHs em casa, via correios.

Somente entre a última segunda-feira (29.06) até quarta-feira (01.07), foram emitidas em torno de 800 CNHs aos condutores via correios.

O diretor de Habilitação do Detran-MT, Alessandro de Andrade, explica que, com a suspensão temporária do atendimento na maioria das unidades da Autarquia, o condutor que precisa renovar a CNH pode fazer todo o processo via aplicativo MT Cidadão. “Estão solicitando a entrega do documento pelos correios e o Detran está emitindo e enviando”.

Alessandro ressalta ainda que, o Detran também está emitindo as CNHs em que os processos foram abertos pelo aplicativo MT Cidadão e foram solicitadas para entrega nas Ciretrans.

“Estamos emitindo o documento e guardando dentro do malote para que, assim que retornar o expediente e o atendimento ao público nas Ciretrans, que estão temporariamente fechadas, vamos enviar os documentos para essas unidades para que o condutor consiga ir retirar a sua CNH”, disse.

Suspensão do atendimento

O Detran-MT está com o atendimento ao público presencial suspenso desde o dia 22 de junho em 17 municípios do Estado, e no dia 29 de junho suspendeu o atendimento em mais 36 municípios, totalizando 53 cidades com atendimento suspensos.

A medida considerou o Boletim Informativo nº 109, divulgado no dia 25 de junho pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), com o panorama da situação epidemiológica  do Covid-19 em Mato Grosso. CONFIRA AQUI AS UNIDADES QUE ESTÃO FECHADAS TEMPORARIAMENTE

Leia mais:   Terça-feira (30): Mato Grosso registra 16.304 casos e 629 óbitos por Covid-19

Os municípios elencados na lista foram considerados de risco muito alto e alto risco de contágio do novo coronavírus, conforme o boletim informativo da SES-MT.

Os cidadãos que já estavam com o atendimento agendado para as referidas unidades estão sendo contactados pelo Detran-MT para reagendamento do atendimento para após o período de suspensão.

Orientações

A orientação do Detran-MT neste momento de prevenção ao novo coronavírus é que o cidadão verifique sempre se o serviço que ele deseja está disponível de forma digital, no site da Autarquia (www.detran.mt.gov.br).

Através do site ou pelo aplicativo MT Cidadão, podem ser feitas a solicitação da segunda via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), troca para a CNH definitiva, solicitação da Permissão Internacional para Dirigir (PID), além da emissão de taxas como o IPVA, Seguro DPVAT e multas, consulta a informações de veículo, informações de condutor, resultado de Recurso de Infração, Certidão Negativa de Multa, emissão da Certidão de Condutor, validar documentos e Certidão de Propriedade.

Licenciamento

Um dos serviços disponíveis online é a impressão do Licenciamento Anual de Veículos, que pode ser feito em papel A4, em qualquer lugar em que o cidadão tenha acesso à impressora e a internet.

O serviço foi autorizado pelo Denatran e disponibilizado pelo Governo do Estado no site do Detran-MT e pelo aplicativo MT Cidadão. O documento em papel A4 tem o mesmo valor jurídico do conhecido “verdinho”, que era impresso em papel moeda.

“O cidadão que já tem o veículo emplacado em seu nome e deseja ter acesso ao documento, este ficará disponível de forma automática após o pagamento de todos os débitos obrigatórios para trafegabilidade do veículo”, reforçou o diretor de Veículos do Detran-MT, Augusto Cordeiro.

Suspensão de prazos

Leia mais:   Mais de 80% dos servidores estaduais receberam auxílio emergencial de forma automática

Conforme a deliberação n° 185 de 19 de março de 2020, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), o Detran-MT reforça que continua valendo a suspensão do prazo para os seguintes serviços:

– Transferência de propriedade do veículo;

– Emplacamento por mudança de cidade ou município;

– Primeiro emplacamento veicular;

– Prazo de validade indeterminado da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e Permissão para Dirigir (PPD), para os motoristas que estão com o documento vencido desde o dia desde o dia 19 de fevereiro de 2020.

Habilitação

Para os motoristas que estão com a CNH vencida a partir do dia 19 de fevereiro de 2020, bem como a Permissão para Dirigir (PPD), estes documentos estão com o prazo de validade indeterminado, como explica o diretor de Habilitação do Detran-MT, Alessandro de Andrade.

“Isso quer dizer que, se a CNH do motorista venceu em 20 de fevereiro de 2020, embora já estejamos no mês de junho, o documento permanecerá válido para fins de fiscalização de trânsito. Ou seja, o agente de trânsito ao abordar um motorista com o documento vencido a partir da referida data, não pode autuar esse condutor por estar com a CNH vencida há mais de 30 dias”, destacou.

Entretanto, o diretor alerta aos motoristas que, caso a CNH esteja vencida antes do dia 19 de fevereiro de 2020, data estipulada pela deliberação do Contran, estes não devem conduzir veículos, pois estão em situação irregular e poderão ser autuados em uma fiscalização de trânsito.

Quanto aos processos administrativos em trâmite de primeira habilitação, que possui uma periodicidade de 12 meses, o prazo foi ampliado para 18 meses para que o processo do candidato permaneça ativo no órgão ou entidade executiva de trânsito dos Estados e do Distrito Federal.

“Ou seja, o candidato a primeira habilitação ganha mais seis meses para finalizar o seu processo”, observou Alessandro.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

O Mato Grosso Saúde esclarece sobre ligações telefônicas da empresa Odonto Servidor

Publicado

O Mato Grosso Saúde vem informar a todos os beneficiários e servidores do Estado que a empresa Odonto Servidor, por meio da empresa Obasp (Ordem Brasileira de Assistência ao Servidor Público), não possui qualquer tipo de vínculo com o Instituto de Assistência de Saúde do Servidor do Estado.

O Instituto pede que, caso os servidores recebam ligações da referida empresa e julguem suspeito, que entre em contato imediatamente com a ouvidoria do Mato Grosso Saúde para informar o ocorrido pelo telefone (65) 3613-7714, pelo e-mail ouvidoria@mtsaude.mt.gov.br ou pelo site da Ouvidoria Geral

 

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Leia mais:   Governo de MT consegue garantia de medicamentos para UTIs
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana