conecte-se conosco


Mato Grosso

Governo conclui obra paralisada e Centro Socioeducativo ganha mais 28 vagas

Publicado

O Governo de Mato Grosso entregou nesta quinta-feira (15.08) a reforma do Centro de Atendimento Socioeducativo Masculino de Cuiabá e ampliação de mais 28 vagas para adolescentes em conflito com a lei. A obra custou R$ 1,5 milhão, de recursos provenientes do próprio Estado. Com a ampliação, serão 68 vagas e atualmente há 40 menores internados no local.

A secretária adjunta de Justiça da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Lenice Santos da Silva Barbosa, explicou que as duas unidades de atendimento para adolescentes em internação provisória e internação definitiva foram construídas em 2006 e passaram por rebeliões que degradaram o prédio, levando à desativação de alguns quartos.

“Desde 2012 pensamos em fazer a reforma, após desativação de quartos. Com essa ampliação de mais 28 vagas, o Estado não deixará de responsabilizar os adolescentes por atos infracionais, uma vez que não podemos ir além da capacidade de vagas por ser vedado legalmente”, informou Barbosa.

O governador Mauro Mendes destacou que a obra no Complexo Pomeri estava paralisada desde 2012 e após assumir o Estado determinou ao secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, para que retomasse a reforma, incluindo ainda a construção de uma nova.

Leia mais:   Obras na ZPE em Cáceres recomeçam nesta quinta-feira (27)

“É uma unidade muito importante e com o que foi feito aqui teremos um trabalho menor para sociedade, pois conseguindo recuperar o adolescente, não o teremos como futuro cliente no sistema penitenciário. Já foram investidos R$ 1,5 milhão e essa obra vai se somar nos próximos dias ao início da construção de um novo complexo com mais 60 vagas, então teremos em torno de 150 vagas para menores em conflito com a lei”, afirmou.

Mauro Mendes também destacou que em sua gestão foi retomada a obra da nova penitenciária de Várzea Grande, no mês de fevereiro, que terá capacidade para 1.008 vagas. A estrutura deve ser entregue ainda em 2019.

Para o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Carlos Alberto da Rocha, o Poder Judiciário tem a missão de colaborar com a ressocialização dos meninos e meninas internos.  

“A sociedade está mudando e nossos jovens também. É fundamental melhorar essas dependências, dando uma situação melhor para eles no dia a dia e trazendo as famílias, para que estejam junto ajudando a prepara-los para retornar à sociedade”, disse.

Leia mais:   Agência de Fomento de MT reduz juros para operações da linha Agro

O procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges, relembrou que a obra é fruto de ações de judicialização promovidas pelo Ministério Público Estadual e a Defensoria Pública e que a questão dos adolescentes sempre foi uma área esquecida, mas que precisa ser enfrentada, como tem sido agora.

“Há outras discussões com o governo, inclusive tratativas com o vice-governador, Otaviano Pivetta, para investir na regionalização. Em Sinop, Alta Floresta, Barra do Garças já estamos incrementando recursos e em Rondonópolis, inclusive, há uma verba bloqueada destinada para uma nova unidade. É impossível pensar que adolescentes vem de cidades a 1.100 km de Cuiabá e ficam longe das suas famílias. O governo tem consciência disso e a gente tem certeza de que nos próximos quatro anos vamos resolver o problema do interior que é muito sério e muito grave”, finalizou.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Politec empregou 429 servidores durante Operação Carnaval

Publicado

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) atendeu a 530 requisições de perícias em todo o Estado, durante o período de carnaval, comemorado entre os dias 21 e 25 de fevereiro de 2020. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (27.02) durante coletiva de imprensa realizada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Durante a operação, foram empregados 429 servidores, entre peritos oficiais criminais, papiloscopistas, técnicos em necropsia, peritos oficiais médico legistas e odontolegistas, e 166 viaturas.

A atuação da Politec durante a operação carnaval consistiu na identificação de suspeitos, checagem de veículos com suspeitas de roubos, furtos, adulterações como clonagens ou dublês e perícias de criminalística, medicina legal e de odontologia legal.

A operação abrangeu 25 municípios, monitorou 35 pontos de festividade, com público estimado de 260.405 pessoas. Em 2020, houve um aumento de 40% no número de pontos de festas de Carnaval, em relação ao ano passado. As festividades concentraram-se nos municípios de Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Santo Antônio de Leverger, Barra do Garças, Cáceres, Primavera do Leste, Lucas do Rio Verde, entre outros.

Leia mais:   Obras na ZPE em Cáceres recomeçam nesta quinta-feira (27)

A Operação Carnaval contou com as forças integradas da Polícia Militar (PM), da Polícia Judiciária Civil (PJC), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Politec, Detran, Ciopaer, Sistema Penitenciário e Socioeducativo.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Menina de 4 anos que não ouve e não fala emociona equipe da PM

Publicado

Em Cuiabá, policiais militares presentearam uma menina de 4 anos de idade com muitos presentes, após encontrá-la perdida, no último sábado (22.02), na Avenida dos Trabalhadores. A criança que possui deficiência auditiva e também não fala, havia fugido da casa dos pais.

Populares acionaram a PM via 190 informando que havia uma criança sozinha em frente a uma loja de brinquedos. Ao chegar no local, a equipe de policiais tentou conversar com a menina, mas percebeu que ela não ouvia e não falava.

Em determinado momento, a menina pegou na mão de um dos militares e apontou para um brinquedo. O soldado Alessandro Cardoso relembra que ficou emocionado com o entusiasmo da pequena, apontando em direção a uma das bonecas da loja.

“Ficamos preocupados quando vimos à criança sozinha. Foi quando ela pegou na minha mão e apontou para a boneca. A proprietária da loja nos disse que ela estava lá há um bom tempo, parada, olhando a vitrine. Para encontrar os familiares da criança, colocamos comunicados nas redes sociais, emitimos informações via rádio para outras equipes, até que os familiares apareceram, graças a Deus”, conta o policial militar.

Leia mais:   Detran orienta foliões e condutores com dicas de segurança para o Carnaval

Já com os familiares, os policiais descobriram que a criança havia fugido de casa antes mesmo dos pais e da avó acordarem naquela manhã.  No entanto, eles contam que sentiram que a “missão” naquela ocorrência atípica ainda não tinha acabado. 

Foi então que os policiais se mobilizaram e arrecadaram fundos e brinquedo para presentear a menina. O soldado Cardoso conta ainda que a equipe ficou sensibilizada e que arrecadou mais brinquedos do que o previsto.

Os policiais relataram que a alegria da menina ao receber os presentes valeu toda a mobilização da equipe da PM. “Mesmo sem pronunciar uma única palavra, sem nos ouvir, ela demonstrava uma felicidade tão linda e simples. Na hora que chegamos com os brinquedos ela pulava de alegria e empolgação. Algo tão simples fez do dia dela e do nosso, muito especial. Somos policiais e pais de família. Gestos assim enobrecem a nossa rotina de servir e proteger a sociedade”, concluiu.  

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana