Goleada para o Cruzeiro engrossa lista de vexames do Bota na Copa do Brasil

127
botafogo x cruzeiro (Foto: andré durão)Botafogo foi goleado pelo Cruzeiro nesta quinta-feira: 5 a 2 (Foto: André Durão)

A goleada por 5 a 2, em casa, nesta quinta-feira para o Cruzeiro é mais uma frustração na longa lista de vexames do Botafogo na Copa do Brasil. Único grande do Rio de Janeiro a não ter o torneio em sua sala de troféus, o Alvinegro acumula decepções e eliminações traumáticas na competição.

A lista é extensa e conta com os mais variados resultados. De tropeço na decisão no Maracanã à eliminações inesperadas e precoces, o Botafogo acumula decepções na Copa do Brasil. O adeus ainda não é certo, mas para avançar o clube carioca precisa vencer o Cruzeiro por quatro gols de diferença, no dia 21, em Belo Horizonte. Relembre abaixo outros vexames alvinegros no torneio.

01

o trauma maior

 

Não foi uma derrota, mas certamente foi o resultado mais traumático para o Botafogo na Copa do Brasil. Em 1999, com mais de 110 mil pessoas no Maracanã – recorde de público da competição -, o Alvinegro empatou por 0 a 0 com o Juventude e desperdiçou sua maior oportunidade de conquistar o inédito título. Como havia perdido a primeira partida em Caxias do Sul por 2 a 1, o time comandado por Bebeto precisava de apenas um gol, mas ele não veio para a decepção de milhares de alvinegros. 

01

placares elásticos

 

Em 2013, comandado por Seedorf, o Botafogo disputava a liderança do Campeonato Brasileiro e chegou às quartas de final, contra o Flamengo, como franco favorito. Após empate por 1 a 1 no jogo de ida, o Alvinegro foi goleado por 4 a 0 no segundo jogo, com três gols de Hernane Brocador. A derrota para o rival, no entanto, não é a única goleada marcante no currículo do Botafogo na Copa do Brasil. Em 2006, por exemplo, o time carioca perdeu por 3 a 0 para o Ipatinga e, com outra derrota no jogo de volta, foi eliminado nas oitavas. Voltando um pouco mais no tempo, o Botafogo foi eliminado em 1997 na segunda fase, após perder por 3 a 0 para o Vitória no Caio Martins. Devido ao regulamento, sequer houve jogo de volta. 

01

eliminações marcantes

 

Além das eliminações para Ipatinga (2006), Vitória (1997), Juventude (1998) e Flamengo (2013) citadas acima, o Botafogo já teve outras despedidas marcantes na Copa do Brasil. Quedas para clubes menores fazem parte da rotina alvinegra na competição. Foi assim contra Remo (2001), Gama (2004), Paulista (2005), Americano (2009) e Santa Cruz (2010). Duas eliminações para o Figueirense também merecem destaque. Em 2007, o time carioca venceu a equipe catarinense por 3 a 1 no Maracanã, mas deu adeus à competição em jogo que ficou  marcado pela incrível falha do goleiro Júlio César e pelo erro da auxiliar Ana Paula Oliveira. No ano passado, a eliminação ocorreu após derrota por 1 a 0 para o Figueira, no Engenhão, com gol de letra de Marcão aos 48 minutos do segundo tempo. A queda resultou na demissão de René Simões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here