conecte-se conosco


Destaque

Gefron inaugura nova base operacional em Cáceres na próxima quarta-feira

Publicado

Com uma área total de 355,95 m², a obra custou R$ 820 mil. Mato Grosso possui 983 quilômetros de fronteira com a Bolívia e a nova sede está localizada em ponto estratégico entre os dois países

A Secretaria de Estado de Segurança Pública inaugura na próxima quarta-feira (18.09) a nova base operacional do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), no município de Cáceres (250 km a Oeste de Cuiabá). O prédio do “Posto do Limão” está localizado na BR-070, uma das principais vias de acesso ao país vizinho, a Bolívia.

Com uma área total de 355,95 m², a obra custou cerca de R$ 820 mil e é resultado da parceria do Governo de Mato Grosso, Prefeitura de Cáceres, Poder Judiciário e demais membros da sociedade civil organizada.

Com espaço para atendimento ao público, alojamentos masculino e feminino, sala de exame, cozinha, banheiros, dentre outros cômodos, a nova sede contará também com posto de fiscalização com atendimento 24 horas.

A solenidade de entrega do novo espaço será realizada às 9 horas, com a presença de autoridades e profissionais da segurança pública. No mesmo dia serão entregues também 45 fuzis importados (Sig Sauer) para a tropa. A aquisição é fruto da parceria do Ministério Público, que destinou R$ 450 mil, por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

Leia mais:   Polícia Civil prende traficantes com drogas e R$ 1,5 mil em boca de fumo no bairro Alvorada

“Estamos vivendo um momento importante do policiamento na fronteira. Vários investimentos estão sendo feitos para ampliar ainda mais a repressão à criminalidade. A nova sede do Gefron está localizada em uma região estratégica entre os dois países e isso é fundamental para o desempenho do nosso trabalho. Temos obtido importantes resultados, somando esforços junto a diversas instituições, como Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira, Indea e Receita Federal”, enfatizou o coordenador do Gefron, coronel PM José Nildo de Oliveira.

O Grupo de Fronteira passou a operar na repressão aos crimes transfronteiriços em 13 de março de 2002. Os 140 policiais realizam patrulhamentos pelas rodovias, estradas vicinais, operações, barreiras fixas e volantes na repressão ao tráfico de drogas, contrabando e descaminho de bens e valores, evasão de divisas e roubos de veículos.

A base operacional do Gefron fica no município de Porto Esperidião. Outros pontos de fiscalização estão distribuídos na região do Matão (Pontes e Lacerda), Vila Cardoso, Avião Caído (em Cáceres), Canil Integrado (Cáceres), além da sede administrativa na Sesp, em Cuiabá.

Leia mais:   Unemat aprova oferta de Ensino Remoto Emergencial enquanto durar pandemia

Repressão

Nos primeiros oito meses deste ano, o Gefron soma quatro toneladas de drogas apreendidas e 168 ocorrências registradas nos 983 quilômetros de fronteira entre o Brasil com a Bolívia. Ainda no período, foram apreendidas 15 armas de fogo e 916 munições. Ao todo, 159 veículos, fruto de roubo ou furto, foram recuperados na região.

O Gefron conta com o serviço de disque-denúncia, pelo número 0800.646.1402. As informações recebidas são checadas pela equipe e a identidade é mantida em sigilo.

Por: Hérica Teixeira | Sesp-MT

Comentários Facebook

Destaque

MT é estado que menos testou para Covid; SES rebate números

Publicado

Assessoria

Uma reportagem publicada pelo portal UOL nesta quinta-feira (9) coloca Mato Grosso como o Estado do País, proporcionalmente, que menos testou a população para detectar a presença da Covid-19. Os números, no entanto, foram contestados pela secretaria de Estado de Saúde.

Segundo a publicação, a cada mil mato-grossenses, apenas 3,15 foram testados para o vírus. Os números são relativos até o dia 19 de junho e, conforme o UOL, foram disponibilizados pelo próprio Ministério da Saúde.

A reportagem revela que o índice leva em consideração tanto os exames do tipo RT-PCR (apontado como ideal para o controle da epidemia), quanto os testes rápidos (tidos como ineficazes por médicos e cientistas).

Se levados em consideração apenas os exames RT-PCR, Mato Grosso não chegava a um teste por mil habitantes (0,8).

Outro estado com índices baixos de testagem citados pela publicação é Minas Gerais. Entre os mineiros, a taxa de exames por mil habitantes é de 5,54.

Se considerado apenas o PT-PCR a taxa em Minas cai para 1,3 testes por mil habitantes.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre prisão de envolvido em violência doméstica e tentativa de homicídio

O Estado com maior taxa foi Rondônia, onde 26,97 em cada mil pessoas foram examinadas.

SES rebate dados

À reportagem, a secretaria de Saúde de Mato Grosso rebateu os dados disponibilizados ao UOL pelo Ministério da Saúde.

“O Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) realizou 487% a mais de exames do que o apontado. Foram 13.847 análises de amostra do PCR em Mato Grosso, até a data em questão, conforme pode ser conferido no Boletim do Coronavírus nº 103, do dia 19 de junho. É importante frisar que esse quantitativo não engloba os testes rápidos e as testagens realizadas em âmbito privado”, afirmou a SES.

Por fim, a secretaria informou que adquiriu 520 mil testes rápidos e 20 mil testes RT-PCR para detecção da doença.

Clique AQUI e confirma reportagem na íntegra.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Prefeitura inicia asfalto comunitário em ruas do bairro Jardim Celeste

Publicado

Assessoria

A Prefeitura de Cáceres, por meio da Secretária de Infraestrutura e Logística iniciou esta semana mais um trabalho de drenagem pluvial nas Ruas Mora, Alvarenga e Rui Barbosa, do Bairro Jardim Celeste.

Este trabalho faz parte do Programa de Asfalto Comunitário (PASCOM), uma parceria da Prefeitura e dos moradores, onde a os moradores colaboram com a compra do material e a Prefeitura arca com as despesas de combustível, maquinários, equipe técnica e a mão de obra.

O secretário da pasta, Wesley Lopes, explicou que existe um planejamento para que se chegue à conclusão do asfalto. “É necessário passar por várias etapas, nós já realizamos a drenagem pluvial, posteriormente vamos realizar a terraplanagem e finalmente a pavimentação”, finalizou Wesley.

O prefeito de Cáceres, Francis Maris Cruz, contou que foi necessário um planejamento, para realizar o tão sonhado asfalto em Cáceres. “A Gestão Francis e Eliene trabalhou com metas, por isso conseguimos estruturar a Prefeitura e  economizar recursos.  Compramos maquinários, fizemos concurso público para engenheiros e arquitetos, formando assim uma equipe técnica especializada e com a participação dos moradores na compra do material, temos hoje já feito em vários bairros um asfalto com custo bem abaixo do mercado e com qualidade”, afirmou o prefeito.

Leia mais:   MT é estado que menos testou para Covid; SES rebate números

O morador do Bairro Jardim Celeste, Osvaldo da Silva, contou que ele encabeçou o movimento do PASCOM e que se sente muito feliz assim como os outros participantes. “A valorização dos nossos imóveis é muito maior do que o investimento que estamos fazendo, esse é um momento histórico para nossa cidade, esse projeto é muito bom”, disse emocionado e agradecido o seu Osvaldo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana