conecte-se conosco


Cáceres e Região

Gefron apreende 67 kg de cocaína e recupera veículos roubados em região de fronteira

Publicado

Wellyngton Souza | Sesp-MT

Em ações distintas no sábado (15.01), o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) apreendeu 67 quilos de cocaína, um revólver calibre 38 e recuperou carros em região da fronteira de Mato Grosso com a Bolívia.  A primeira ação ocorreu no município de Cáceres (218 km de Cuiabá), em conjunto com a 23ª Cia Independente de Polícia Militar de Força Tática, quando os agentes em patrulhamento flagraram um veículo Kia Sorento, em alta velocidade.

Ao aproximar para realizar a abordagem, o motorista acelerou o veículo, sendo iniciado de imediato uma perseguição policial, no entanto, a equipe conseguiu deter o motorista.

Durante revista, foi encontrado com o suspeito R$ 2.635 mil em espécie. Durante checagem junto ao Centro de Operações do Gefron foi constato que o motorista possui passagem criminal. O homem e o veículo foram encaminhados até o Canil Integrado de Fronteira (Canilfron) com o objetivo de realizar uma busca veicular com auxílio de três cães farejadores.

No interior do carro foi encontrado um compartimento secreto com 65 tabletes de substância análoga a paste base de cocaína, pesando aproximadamente 67 quilos. O suspeito, o veículo e os entorpecentes foram encaminhados à Delegacia Especial de Fronteira (Defron) para o registro do boletim de ocorrência. O prejuízo ao crime é de pouco mais de R$ 1,2 milhão.

Leia mais:   Mazéh destaca Encontro de Mulheres Negras e cobra revitalização da pintura das faixas de pedestres

Porte ilegal de arma de fogo

Já no município de Pontes e Lacerda (443 km de Cuiabá), a equipe policial em patrulhamento pela rodovia MT-473 avistou um suspeito em uma motocicleta Honda Titan, de cor vermelha, parado próximo a uma ponte em atitude suspeita.

Durante ronda, a equipe conseguiu localizar um segundo suspeito, sendo menor de idade, onde o jovem tentou fugir da abordagem policial pulando da ponte em um córrego, mas sendo detido em seguida. Em entrevista, os militares identificaram que ambos são irmãos.

Com o jovem, o Gefron encontrou um revólver calibre 38mm, Taurus, com 6 munições intactas. O suspeito maior de idade assumiu ser o proprietário da arma e que teria buscado na Bolívia em pagamento de dívida. Diante dos fatos, a arma e os envolvidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Judiciária Civil do município para providências que o caso requer. Na ação, os militares relataram que o prejuízo ao crime foi de R$ 15 mil.

Veículos recuperados

Ainda no sábado, no município de Vila Bela da Santíssima Trindade (519 km de Cuiabá), os agentes do Gefron e da Força Tática do CR6, apreenderam na MT-199, uma carreta Scânia/G 420, branca e um Fiat Toro, prata, que seriam levados para Bolívia. De imediato, os veículos e os suspeitos foram entregues na Delegacia de Polícia Judiciária Civil para providências que o caso requer. Os agentes avaliaram que o prejuízo ao crime foi de R$ 362 mil.

Leia mais:   Estudo aponta avanço de uso de crack em cidades da fronteira com a Bolívia

Já em Pontes e Lacerda, com auxílio da Polícia Rodoviária Federal, em patrulhamento pela BR-174, foi avistado um veículo modelo Eco Sport, azul, que trafegava sentido Brasil/Bolívia. Ao realizar abordagem, o condutor abandonou o veículo no meio da rodovia e correu para a mata fechada às margens da rodovia, não sendo localizado durante buscas posteriormente.

Desta forma, a equipe trouxe o veículo abandonado para Unidade Operacional Policial (UOP 401) com intuito de realizar os procedimentos cabíveis e após realizar consulta aos sistemas, percebeu-se que o chassi não pertencia ao veículo referente à placa.

No entanto, o chassi verificado condiz com o veículo modelo EcoSport, o qual possui registro de ocorrência de furto, no último dia 12 de janeiro. Diante dos fatos, o veículo foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Judiciária Civil de Pontes e Lacerda. Os agentes estimaram que o prejuízo ao crime foi de R$ 75 mil.

 

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Invasão de hackers prejudica enquete sobre reitoria da Unemat

Publicado

Sinézio Alcântara – Expressão Notícias

     Uma invasão de hackers no sistema de votação do site Expressão Notícias, prejudicou a realização de uma enquete junto a comunidade acadêmica, sobre a eleição da reitoria da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat).

      A sondagem foi lançada às 12h de quinta-feira (20/05). A proposta seria saber a preferência, principalmente, do eleitor da comunidade acadêmica, sobre em quem votar na eleição da nova reitoria da instituição que acontece no próximo dia 1 de junho.

       Foi instalado um dispositivo para que alunos, professores e técnicos, votassem no candidato de sua preferência.

      A chapa 1 formada pelos professores Roberto Alves de Arruda e professora Rinalda Bezerra; chapa 2, pela professora Vera Maquêa e Alexandre Porto e chapa 3 formada pelos professores Celso Fanaia e Nivaldo Teodoro.

      Os problemas, decorrente dos ataques hackers, começaram menos de duas horas do lançamento da enquete. Às 13h30, quando já haviam sido registrados 893 votos, o sistema começou a ficar lento.

Leia mais:   Museu de Humanidades “Alaíde Montecchi” revela presença e aventuras de americanos na Fazenda Descalvados

      As 14h30 quando já haviam sido registrados 1.363 votos – com a votação, praticamente, empatada entre as chapas da professora Vera Maquêa e Celso Fanaia, o sistema travou. Logo em seguida disparou computando quase 13 mil votos, a maioria para chapa da professora Vera Maquea.

     De acordo com o administrador do site, alguém descobriu uma forma de votar diversas vezes no mesmo candidato, ocasionando a fraude. Para evitar maiores transtornos a direção site cancelou o questionário retirando a página do ar.

     Nova enquete sobre a eleição será realizada na próxima semana. A direção do veículo encomendou um dispositivo com maior segurança, que irá impedir ataques e dessa forma levar as informações com segurança à população

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Líder do CV é preso acusado de matar soldado do Exército em Cáceres

Publicado

Redação/Gazeta

Integrante do Comando Vermelho, com atuação em Cáceres, foi preso pela Polícia Civil acusado de envolvimento na morte do soldado do Exército, Thiago de Brito de Almeida, 19 anos, no bairro Cohab Nova, em Cáceres, em janeiro deste ano. O militar teria sido morto por engano.

O acusado, de 39 anos, que não teve o nome revelado, foi preso inicialmente por apresentar documento falso. Contudo, já era  procurado pela Justiça por participação no homicídio do soldado do Exército. A prisão foi cumprida na quinta-feira (19), em Cuiabá.

Só após a prisão por documento falso, os policiais civis da 1ª Delegacia de Cáceres coordenados pelo delegado Marlon Richer Nogueira, deslocaram-se até o Fórum de Cuiabá. Pouco antes do preso ser apresentado em juízo, a equipe de Cáceres deu cumprimento ao mandado de prisão, bem como realizou a apreensão do aparelho celular do suspeito.

Homicídio

Na noite do dia 22 de janeiro deste ano, Thiago de Brito de Almeida, 19 anos, soldado do Exército, foi morto após ser atingido por disparos de arma de fogo, em via pública do bairro Cohab Nova, em Cáceres. O crime foi praticado por 5 indivíduos em um veículo Corsa de cor preta.

Leia mais:   Unemat oferta 370 vagas em Turmas Agronomia e Rede Pril para ingresso no próximo semestre

Segundo apurado, a ordem para matar foi do líder da facção, tendo como alvo um integrante de uma organização rival e que sempre usava uma camiseta de time de futebol, semelhante a blusa que a vítima vestia no momento em que foi assassinada.

Investigação

Desde então os policiais civis vinham realizando diligências ininterruptas para esclarecer a ocorrência. Os suspeitos, todos com extensa ficha criminal, também são investigados em outros homicídios ocorridos em Cáceres.

Os criminosos, tanto o mentor como os executores, tiveram os mandados de prisão representados pela Polícia Civil, e decretados pela Justiça da Comarca local.

Além do líder da organização criminosa, que teve a prisão cumprida no Fórum de Cuiabá, outro envolvido de 30 anos e que encontra-se recolhido na Cadeia Pública de Cáceres, teve o mandado de prisão preventiva cumprido na quinta-feira (19), na unidade prisional.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana