conecte-se conosco


Flamengo

Flamengo é campeão brasileiro feminino de futebol pela 1ª vez na história

Publicado

O Flamengo estragou a festa do Rio Preto, que buscava o bi do Campeonato Brasileiro Feminino, e conquistou um título inédito nesta sexta-feira. Mesmo jogando fora de casa, no Estádio Anísio Haddad, em São José do Rio Preto (SP), o time carioca venceu por 2 a 1 e quebrou a hegemonia paulista na competição em sua quarta edição, que reuniu 20 clubes.

Nos três campeonatos anteriores, um time paulista se sagrou campeão. Além do Rio Preto no ano passado, ficaram com o título a Ferroviária (2014) e o Centro Olímpico (2013). O time carioca disputa o Brasileiro pelo segundo ano seguido e desde 2009 é mantido em parceria com a Marinha.

Na última terça-feira, no Estádio Los Larios, em Duque de Caxias (RJ), o Rio Preto ganhou por 1 a 0 e tinha a vantagem do empate diante de seus torcedores. Mas não conseguiu suportar a pressão do Flamengo, que faturou o título por conta do número de gols marcados fora de casa. O placar agregado ficou igual: 2 a 2.

O Rio Preto, dono da melhor campanha na competição, tinha uma boa vantagem e poderia até ser apontado como favorito. Estava invicto havia 11 jogos e tinha 100% de aproveitamento em casa, com seis vitórias.

O jogo

Logo aos cinco minutos, Larissa sofreu pênalti de Mônica e ela mesma converteu, colocando o Flamengo na frente. No entanto, três minutos depois, Karen derrubou Kamila dentro da área. Siméia foi para a cobrança e deixou tudo igual. A partida continuou movimentada e o time carioca voltou a ficar na frente aos 43 minutos. Gabi chutou, contou com a falha de Luciana e, no rebote, marcou 2 a 1.

Na volta do intervalo, o Rio Preto começou o segundo tempo esboçando uma forte pressão sobre o visitante, que conseguiu segurar o ímpeto inicial. Graças à experiência de Tânia Maranhão, zagueira da seleção brasileira. Sem conseguir marcar, o time paulista ficou nervoso e perdeu uma boa oportunidade com Gabriela, que chutou por cima. No finzinho, Bárbara invadiu a área livre e Luciana ainda salvou o terceiro gol carioca.

Comentários Facebook

Brasileirão Série A

Fla avalia orçamento sigiloso como estratégia contra inflação no mercado

Publicado

Diego apresentação Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)Altos investimentos, apenas em chances de mercado, como no caso Diego (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Silêncio e segredo. É desta maneira que o Flamengo quer trabalhar as contratações e o orçamento do futebol para 2017. A diretoria planeja contratações,
reposições e ajustes no elenco para o próximo ano de boca ainda mais
fechada do que neste ano, quando surpreendeu com a chegada de Diego –
uma das contratações de maior impacto do futebol brasileiro nos últimos
anos. Para isso, estuda até mesmo tirar do orçamento, disponível em documento
no site oficial do clube, a previsão de gastos para contratar no ano que vem.
Depois de ultrapassar os R$ 20 milhões previstos em compras em 2016, o investimento em reforços deve ser menor. A intenção é
contratar para o retorno à Libertadores em 2017, mas com poucos
nomes.

A estratégia é reflexo da sinalização e das respostas do mercado este ano. A

diretoria sentiu no bolso espécie de “custo Flamengo” quando fazia
sondagens e propostas por jogadores. A avaliação é de que os clubes e
agentes inflacionaram as pedidas ao conhecerem o valor que seria destinado a compras de atletas para o futebol. O Flamengo comprometeu R$ 35 milhões em aquisições
este ano
– quase o dobro do previsto no orçamento original, aprovado
no fim do ano passado. A readequação orçamentária – aprovada em conselho
rubro-negro – fez os ajustes no meio do ano com as novas contratações e
gastos acima do esperado. Havia previsão de venda de atletas de R$ 10 milhões que seriam revertidos para reforçar o elenco. 

No detalhe, em azul, a previsão de gastos do Flamengo em contratações para 2016 (Foto: Reprodução)No detalhe, em azul, a previsão de gastos do Flamengo em contratações para 2016 (Foto: Reprodução)

Na disputa do título brasileiro,
com o sonho da conquista um pouco mais distante com a derrota para o
Internacional e o empate com o Corinthians no último domingo, o Flamengo
prevê investimentos em poucas posições para o ano que vem. Para o gol,
há expectativa da saída de Paulo Victor. O goleiro não quer ficar na
reserva de Alex Muralha e pode ser negociado. Gatito Fernandez, do
Figueirense, está nos planos, como antecipou o blog Ponta de Lança, do
SporTV.com
. O paraguaio fica livre ao fim do contrato com os
catarinenses, mas tem sondagem de outras equipes após temporada de
destaque em Santa Catarina. Outro nome bem visto é o de Elias, de 21 anos, titular do Juventude.

O
departamento de futebol também quer lateral-esquerdo para a vaga de
Chiquinho, que não terá o contrato renovado. Para o meio de campo, há
expectativa sobre a situação de Alan Patrick. A comissão técnica
manifestou desejo de continuar com o jogador, mas o alto custo e a
difícil negociação com o Shakthar Donest, da Ucrânia, deixam cautelosos
os rubro-negros. O Flamengo também quer um jogador de lado de campo.
Vitinho, do Internacional, é o preferido. O clube quer a permanência de
Fernandinho, mas o jogador pertence ao Grêmio e teria que aceitar
redução salarial para ser contratado em definitivo pelo Flamengo.


Comentários Facebook
Continue lendo

Brasileirão Série A

Goleiro da base do Fla ganha experiência no Oriente Médio

Publicado

Jogador da base do Flamengo, o goleiro Daniel Miller deixou o Brasil para ganhar experiência do futebol do Oriente Médio. Aos 21 anos, o jovem está atuando na liga israelense com a camisa do Maccabi Tel Aviv, um dos mais populares times da região. Há dois meses, ele vem considerando a chance como positiva. 

– Quando cheguei o pessoal do time, tanto os jogadores quanto a comissão, me receberam muito bem. Apesar de não ter nenhum brasileiro, já estou me adaptando bem aqui, inclusive estou aprendendo a falar hebraico. Aqui esta sendo muito bom para meu crescimento como profissional e pessoal. Em relação aos treinamentos e o estilo de jogo, aqui é diferente do futebol brasileiro, então nesse começo é um pouco complicado – afirma.

Daniel tem contrato com o Maccabi Tel Aviv até o fim de maio do ano que vem. Com o Flamengo, no entanto, o vínculo é até junho do mesmo ano. Pelo time profissional rubro-negro, o goleiro atual em uma partida como profissional, no empate em 1 a 1 contra o Grêmio, no Brasileiro de 2014. 

Goleiro da base rubro-negra ganha experiência no Oriente Médio (Foto: Divulgação)Goleiro da base rubro-negra ganha experiência no Oriente Médio (Foto: Divulgação)

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana