Festival de Pesca deste ano terá 9 dias de duração e custará R$ 6 milhões

2997

O 38º Festival Internacional de Pesca Esportiva de Cáceres – 38º FIPe terá 9 dias de duração e custará aos cofres dos governos estadual e federal R$ 6 milhões. Será realizado de 6 a 14 de julho. O maior período de duração, de acordo com o secretário de Comércio, Meio Ambiente e Turismo, Júnior Cesar Trindade foi a alternativa encontrada para que, principalmente, os visitantes, tenham maior participação no evento realizando compras no comércio local.

O custo é de três vezes mais que no ano passado, quando foram gastos cerca de R$ 2 milhões, em toda organização do evento. O Festival Internacional de Pesca Esportiva de Cáceres é realizado há 37 anos, pela prefeitura municipal, com apoio dos governos estadual, federal e da iniciativa privada.

“Chegamos a conclusão de que, em 5 dias, como foi feito até no ano passado, os visitantes participam das atividades, dos shows, mas aquecem pouco o comércio porque não dispõe de tempo para visitar os pontos turísticos e fazer compras” afirma o secretário acrescentando que, além disso, é uma forma de valorizar os competidores das provas infantil e infanto-juvenil que, nas últimas edições do FIPe aumentaram consideravelmente.

“Nos últimos anos, o volume de pescadores mirins aumentou muito. Ano passado foram aproximadamente quatro mil crianças que se amontoaram nas margens do rio. Por isso, para valorizar mais essas categorias. Neste ano, as provas para as categorias infantil e infanto-juvenil serão realizadas em dois dias. Isso também pesou no sentido de ampliar os dias do evento” justificou.

O secretário fez questão de assinalar que, embora seja ampliado o período da realização do 38º FIPe, o município não irá desembolsar nenhum recurso financeiro para o evento. Diz que irá buscar verba junto aos governos estadual e federal.

“A exemplo do que fizemos nos anos anteriores, na administração do prefeito Francis Maris Cruz, todo recurso para realização do festival virá dos governos estadual e federal. Inclusive, já agendamos reuniões com o ministro da Cultura, Marcelo Álvaro Antônio e com a equipe do governador Mauro Mendes, para tratar o assunto” revelou afirmando que, a audiência com o ministro será realizada no final do mês de janeiro e com Mauro Mendes, no início de fevereiro.

O secretário salientou ainda que, a intenção da administração municipal será realizar os shows do festival de portões abertos para que toda a população possa prestigiar o evento. “Se conseguirmos os recursos necessários, a intenção do prefeito Francis será realizar o FIPe de portões abertos para que todos participem” disse. A premiação e a grade de shows artísticos, conforme o secretário estão sendo analisados.

Editoria – Sinézio Alcântara

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here