conecte-se conosco


Cáceres e Região

Fazenda que exportava produtos para a Europa no período colonial abre as portas para o turismo

Publicado

No auge, Fazenda Descalvados, em Cáceres, abatia cerca de 20 mil cabeças de gado por ano e exportava carne enlatada. Hoje, a atividade industrial e de pecuária deu lugar ao ecoturismo.

Em posição estratégica às margens do Rio Paraguai, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, a Fazenda Descalvados viveu seu auge no período colonial, quando exportava produtos para a Europa e abatia cerca de 20 mil cabeças de gado por ano. Pouco mais de 140 anos depois, embarcações continuam a aportar na fazenda, mas com outro propósito: o ecoturismo.

Na semana do Meio Ambiente, o G1 publica, em parceria com a TV Centro América, uma série de reportagens sobre o assunto e detalhes da Expedição Travessia e da Expedição Rio Paraguai – das nascentes à foz. No dia 5 de junho é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente.

A estrutura, que é tombada pela Secretaria Estadual de Cultura (SEC-MT), fica a cerca de 100 km de Cáceres, no Pantanal mato-grossense.

Fazenda Descalvados fica às margens do Rio Paraguai — Foto: Divulgação

Durante a Primeira Guerra Mundial, diante da escassez de carne na Europa, a Fazenda Descalvados foi o pilar da produção de charque e carne industrializada.

Nesse período, toneladas de carne enlatada foram enviadas pelo Rio Paraguai. A produção foi possibilitada por expansionistas belgas.O primeiro proprietário da fazenda foi João Carlos Pereira Leite, que a recebeu de doação em retribuição pela luta na Guerra do Paraguai.

Turistas são atraídos pelas belas paisagens do lugar — Foto: Lenda Turismo/ Divulgação

Turistas são atraídos pelas belas paisagens do lugar — Foto: Lenda Turismo/ Divulgação

Em 1895, o uruguaio Jayme Cibils Buchareo compra a fazenda e dá início a indústria extrativista na propriedade.

A estrutura da fazenda seguia os mesmos moldes das grandes propriedades da época: casa grande, morada dos colonos, armazém, igreja, praça, oficina, casa de administração, curral, matadouro e galpão.

No auge, fazenda chegou a abater 20 mil cabeças de gado por ano — Foto: Reprodução

No auge, fazenda chegou a abater 20 mil cabeças de gado por ano — Foto: Reprodução

“A crise que se abateu sobre a pecuária na região, aliada a outros fatores técnicos e de mercado, levou ao declínio da propriedade. Muito do maquinário da fábrica, sua caldeira, as oficinas e marcenaria e um antigo caminhão encontram-se, ainda hoje, dispostos na sede da fazenda, mas, a despeito de seu significado histórico e do interesse turístico, abandonados à ação do tempo”, como conta o pesquisador Álvaro Banducci Júnior.

Pousada recebe visitantes para atividades no Pantanal  — Foto: Lenda Turismo/Divulgação

Pousada recebe visitantes para atividades no Pantanal — Foto: Lenda Turismo/Divulgação

Hoje, o parque industrial foi desativado e a pecuária deu lugar ao ecoturismo.

Entre as atividades desenvolvidas na Pousada Descalvados estão: pesca, focagem noturna, safári fotográfico, passeios de barco e observação de onças.

Acesso ao local é feito de barco — Foto: Lenda Turismo/Divulgação

Acesso ao local é feito de barco — Foto: Lenda Turismo/Divulgação

Por André Souza, G1 MT

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Consumidores de MT devem ficar atentos às faturas de energia que chegam por e-mail

Publicado

Ao menor sinal de adulteração, a orientação é entrar em contato com o fornecedor para checar o documento.

O Procon-MT alerta os mato-grossenses para a ocorrência de fraude em faturas, inclusive de energia elétrica. Os consumidores devem prestar atenção aos dados e ao código de barras das faturas, antes de efetuar o pagamento. Ao menor sinal de adulteração, a orientação é entrar em contato com o fornecedor para checar o documento.

Caso o consumidor não consiga resolver a questão junto à empresa, basta registrar reclamação na plataforma www.consumidor.gov.br ou ir até uma unidade do Procon.

O órgão de proteção ao consumidor registrou reclamação de usuário que recebeu por e-mail conta fraudada da concessionária de energia e buscou o Procon para tentar ressarcimento. Adriano Borges, proprietário de uma madeireira em Cuiabá, relatou ao Procon-MT que há cerca de seis meses a empresa não recebe a fatura no endereço, sendo necessário acessar o sistema da Energisa para gerar 2º via.

Em junho deste ano a empresa recebeu o boleto por e-mail, idêntico ao que estava no site, inclusive o valor. Por isso, pagou a conta. O susto veio quando a Energisa chegou na empresa para cortar a energia. Ao procurar a fornecedora, Adriano descobriu que um outro e-mail estava cadastrado para receber a fatura original.

Leia mais:   Prefeitura realiza o maior encontro das mulheres rurais de Cáceres

“Tudo indica que o e-mail foi alterado para que uma terceira pessoa recebesse a fatura original, realizasse a adulteração e, depois, enviasse à empresa”, afirmou. Adriano precisou solicitar correção do e-mail duas vezes, porque mesmo depois da primeira correção o e-mail tornou a ser alterado.

O empresário afirma ainda ter protocolado dois processos junto à Energisa, para não ficar no prejuízo, mas foram indeferidos. Para não ter energia cortada, Adriano pagou a conta de junho, mas registrou boletim de ocorrência e realizou reclamação via consumidor.gov.br .

Orientações

Antes de pagar qualquer fatura ou boleto bancário, o Procon-MT orienta o consumidor a checar os dados impressos:  número e nome do banco, código de barra, CNPJ da empresa emissora, data de vencimento do título, valor e se o nome da empresa que aparece na transação bancária confere com a que consta no boleto.

O alerta é para os boletos impressos pela internet, recebidos por e-mail e até mesmo os chegam diretamente em casa ou empresa. Também é importante observar a qualidade do documento, ou seja, se mantém o mesmo padrão visual e se possui erros de português ou de formatação.

Leia mais:   Pesquisador do IFMT Cáceres é selecionado em programa de treinamento sobre empreendedorismo e inovação

“O consumidor deve ficar atento aos detalhes e sempre conferir os dados. Ao menor indício de adulteração, deve entrar em contato com a empresa para se certificar da autenticidade do boleto”, alerta a secretária adjunta do Procon-MT, Gisela Simona.

Uma vez comprovada a boa fé do consumidor e que a adulteração ocorreu por falha na prestação de serviço, o que inclui segurança de dados, o fornecedor é responsabilizado.

Informada deste alerta, a Energisa não respondeu como vem atuando frente a casos como este.

Assessoria de imprensa 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

ExpoCáceres: mais de 10 mil assistem show de Marilia Mendonça em Cáceres

Publicado

A dupla sertaneja Hugo e Guilherme será a atração da segunda noite da 53ª edição da Exposição Agropecuária de Cáceres (ExpoCáceres), nesta quinta-feira (19). A festa iniciou na noite de ontem (18) e vai até domingo (22). De acordo com a organização, cerca de 10 mil pessoas prestigiaram o primeiro dia de evento, que começou com montarias em touros e o show da cantora Marília Mendonça.

Nesta quinta, além do show com a dupla sertaneja Hugo e Guilherme, terá o rodeio com montarias em touros. A organização espera um público de mais de 7 mil pessoas.

A ExpoCáceres é promovida pelo Sindicato do Produtores Rurais de Cáceres, e conta com o retorno dos estandes comerciais com grandes marcas nacionais e regionais e a exposição e venda de animais com os leilões. E para criançada o tradicional parque de diversões.

O Sindicato dos Produtores Rurais de Cáceres anunciou as vendas do terceiro lote dos passaportes para a ExpoCáceres 2019, os valores são de R$80 reais no dinheiro ou 90,00 no cartão de débito ou crédito em até 3 vezes.

Os passaportes poderão ser adquiridos através do site https://www.expocaceres.com.br/. Outra alternativa para a aquisição dos passaportes são os pontos de vendas, nas lojas Garbos Center de Cáceres e da Região e na Real Festas na Padre Cassemiro em Cáceres.

A 53ª ExpoCáceres terá ainda aos shows no 20/9 (Sexta) – Cleber e Cauan, 21/9 (Sábado) – Naiara Azevedo e Forro Boys, e no encerramento Marcelo Viola e Ricardo dia 22/09 (Domingo).

Assessoria

Comentários Facebook
Leia mais:   Netos são detidos depois de matar avô com golpes de facão e disparo de arma de fogo em Cáceres
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana