conecte-se conosco


Cáceres e Região

Família de Mirassol D´Oeste é amarrada por assaltantes e passa a noite em canavial

Publicado

Três pessoas da mesma família foram mantidas reféns durante assalto e abandonadas em canavial, após fuga de criminosos, na madrugada de quarta-feira (8).

As vítimas passaram a noite no mato até que conseguiram chamar a polícia na manhã do outro dia. Dois dos quatro suspeitos do crime foram presos, após capotarem o veículo da família, levado no roubo à fazenda.

O crime ocorreu em Mirassol do Oeste e a prisão em Porto Esperidião.

Conforme o boletim de ocorrência da Polícia Militar de Mirassol, as vítimas narraram que por volta das 22h dois homens encapuzados chegaram à propriedade rural e renderam o casal.

Armados, eles perguntavam à mulher sobre um dinheiro que ela tinha sacado no dia anterior. “Demonstrando que estavam monitorando as vítimas”, diz trecho do registro.

Enquanto a dupla ficava com o casal, dois outros comparsas estavam na  porteira da fazenda esperando que a terceira vítima chegasse da faculdade.

Quando chegou, o rapaz foi rendido e levado para dentro da casa, onde as três pessoas foram amarradas e mantidas sob a mira de armas.

Leia mais:   Polícia Civil prende mulher de líder de associação criminosa envolvida em roubos

A todo o momento os suspeito exigiam dinheiro e ameaçavam os moradores de morte.

Por volta das 2h, as vítimas foram amarradas, vendadas e colocadas na carroceira do veículo Strada branco, que era da família. Pertences também foram recolhidos e colocados no carro.

Todos foram para um canavial às margens da BR 163, onde dois suspeitos ficaram com elas até as 6h, quando outro criminoso levou o carro.

Todos ficaram na vegetação até por volta do meio dia, quando as vítimas foram abandonadas e orientadas a chamarem a polícia somente após meia hora.

As vítimas conseguiram se desamarrar a chamar a Polícia Miliar que solicitou apoio da equipe do Grupo Especial de Segurança de Fronteira, este que avistaram o veículo com as características repassadas pelas vítimas.

Houve a perseguição, os suspeitos abordados na MT 265.

Na fuga, o suspeito capotou o veículo e foi arremessado para fora do veículo. Os policiais socorreram U. T. T. P., 18, e o encaminharam para atendimento médico. Ele foi liberado e preso.

Logo em seguida o comparsa A.S.N., 18,  foi detido pilotando uma motocicleta roubada no dia 29 de abril.

Leia mais:   Governo reforça Segurança pública com 18 novos delegados de polícia

Os suspeito e os veículos foram encaminhados para a Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron).

A Polícia Civil investiga o caso.

Jessica Bachega / GD

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Homens são presos em MT com 215 kg de droga trazida da Bolívia

Publicado

Por G1 MT

Policiais do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) prenderam dois homens, de 24 e 29 anos, e apreenderam quase 215 quilos de drogas na região de Nova Fortuna, em Vila Bela da Santíssima Trindade, a 562 km de Cuiabá, nessa sexta-feira.

Conforme peritos que estiveram no local, foram 181 quilos de pasta base de cocaína e 33 quilos de cloridrato de cocaína.

Segundo boletim de ocorrência, os policiais realizavam patrulhamento na região quando viram quatro motocicletas.

Ao tentarem abordar os suspeitos, dois abandonaram as motos e fugiram em uma região de mata.

Os outros dois afirmaram que se tratava de um carregamento de drogas vindo da Bolívia e que receberiam um valor de R$ 300 por cada invólucro de entorpecente.

Foi feita apreensão das motocicletas e dos entorpecentes, contabilizando 178 invólucros de pasta base de cocaína e 32 invólucros de cloridrato de cocaína totalizando 210 peças.

Comentários Facebook
Leia mais:   Polícia Civil prende pai acusado de abusar sexualmente da filha em Sapezal
Continue lendo

Cáceres e Região

Vereador é preso com armas supostamente usadas em atentado à prefeito

Publicado

Por: G1-MT

O vereador Jovelino Ferreira de Souza (PSD) foi preso na manhã desta quinta-feira (16) após a Polícia Civil encontrar na casa dele duas espingardas, um calibre 22 e outro calibre 28, supostamente utilizadas no disparo efetuado no domingo (12), na porta da casa do prefeito de Lambari D’Oeste, a 322 km de Cuiabá, Edvaldo Alves dos Santos.

O G1 tenta localizar a defesa do vereador e dos demais suspeitos.

Outras três pessoas também foram presas em uma operação deflagrada pela Polícia Civil em conjunto com policiais militares da Força-Tática, Polícia Militar Ambiental, e policiais da Gerência de Operações Especiais (GOE), da Diretoria de Atividades Especiais, de Cuiabá.

O vereador e outras três pessoas detidas em pontos distintos serão autuadas por posse e porte ilegal de arma de fogo. Após serem ouvidos, eles deverão ter fiança arbitrada nos valores de 3 a 5 salários mínimos.

Conforme o delegado Miguel Macário Lopes, o objetivo da operação era apreender a arma usada no disparo efetuado no domingo (12), na porta da casa do prefeito de Lambari D’Oeste, Edvaldo Alves dos Santos. O tiro foi disparado por volta da meia noite, pouco tempo depois do prefeito e a esposa, que estavam em uma festa, chegarem em casa. O tiro quebrou a porta de vidro da entrada da residência.

Leia mais:   Delegado é homenageado com título de cidadão várzea-grandense

Logo que acionada, a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Rio Branco, começou a apuração e cumpriu nesta quinta-feira os mandados de busca e apreensão contra pessoas suspeitas de envolvimento no disparo.

O delegado Miguel Macário Lopes informou que o disparo tem motivação política, mas nenhuma das pessoas detidas confessaram.

As armas de fogo serão encaminhadas para a perícia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana