conecte-se conosco


Cáceres e Região

Família de Mirassol D´Oeste é amarrada por assaltantes e passa a noite em canavial

Publicado

Três pessoas da mesma família foram mantidas reféns durante assalto e abandonadas em canavial, após fuga de criminosos, na madrugada de quarta-feira (8).

As vítimas passaram a noite no mato até que conseguiram chamar a polícia na manhã do outro dia. Dois dos quatro suspeitos do crime foram presos, após capotarem o veículo da família, levado no roubo à fazenda.

O crime ocorreu em Mirassol do Oeste e a prisão em Porto Esperidião.

Conforme o boletim de ocorrência da Polícia Militar de Mirassol, as vítimas narraram que por volta das 22h dois homens encapuzados chegaram à propriedade rural e renderam o casal.

Armados, eles perguntavam à mulher sobre um dinheiro que ela tinha sacado no dia anterior. “Demonstrando que estavam monitorando as vítimas”, diz trecho do registro.

Enquanto a dupla ficava com o casal, dois outros comparsas estavam na  porteira da fazenda esperando que a terceira vítima chegasse da faculdade.

Quando chegou, o rapaz foi rendido e levado para dentro da casa, onde as três pessoas foram amarradas e mantidas sob a mira de armas.

Leia mais:   Pesquisa domiciliar sobre coronavírus será realizada a partir desta quinta-feira em MT

A todo o momento os suspeito exigiam dinheiro e ameaçavam os moradores de morte.

Por volta das 2h, as vítimas foram amarradas, vendadas e colocadas na carroceira do veículo Strada branco, que era da família. Pertences também foram recolhidos e colocados no carro.

Todos foram para um canavial às margens da BR 163, onde dois suspeitos ficaram com elas até as 6h, quando outro criminoso levou o carro.

Todos ficaram na vegetação até por volta do meio dia, quando as vítimas foram abandonadas e orientadas a chamarem a polícia somente após meia hora.

As vítimas conseguiram se desamarrar a chamar a Polícia Miliar que solicitou apoio da equipe do Grupo Especial de Segurança de Fronteira, este que avistaram o veículo com as características repassadas pelas vítimas.

Houve a perseguição, os suspeitos abordados na MT 265.

Na fuga, o suspeito capotou o veículo e foi arremessado para fora do veículo. Os policiais socorreram U. T. T. P., 18, e o encaminharam para atendimento médico. Ele foi liberado e preso.

Logo em seguida o comparsa A.S.N., 18,  foi detido pilotando uma motocicleta roubada no dia 29 de abril.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre prisões contra condenados que estavam foragidos

Os suspeito e os veículos foram encaminhados para a Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron).

A Polícia Civil investiga o caso.

Jessica Bachega / GD

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Primeiro exame para covid-19 em Adriano Silva dá negativo

Publicado

Assessoria

O primeiro resultado do exame para covid-19 feito nas amostras de Adriano Silva deu negativo. O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso faleceu na noite desta quarta-feira (3), em Cuiabá, após uma série de paradas cardiorrespiratórias. Adriano apresentava sintomas da covid-19 desde o domingo (1).

Ao GD, um familiar de Adriano informou que esse é apenas o primeiro laudo e que uma contraprova é aguardada. Para este primeiro exame, requisitado pelo Hospital São Luiz, em Cáceres, onde Adriano estava inicialmente internado, as amostras biológicas de Adriano foram coletadas na segunda (2).

O exame foi realizado pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen) pelo método RT-PCR em tempo real, considerado o teste padrão-ouro para o diagnóstico de infecção por coronavírus, sendo o método de referência no Brasil para confirmar covid-19.

Adriano foi transferido de Cáceres, onde estava internado, para a clínica Femina na capital. Professor do curso de Direito da Unemat e ex-reitor da instituição, ele contou em uma rede social no dia 1º que passou mal e procurou um médico que o recomendou a internação. Na quarta, Adriano teve complicações pulmonares, foi entubado e transferido para Cuiabá.

Leia mais:   REGIÃO OESTE Com aumento dos casos de coronavírus, deputado comemora novos investimentos do Governo

Por volta das 20h47, o governo de Mato Grosso confirmou a morte do presidente da Fapemat.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Em mensagem de despedida, Marcinho diz que Adriano deixa um legado de idealismo e perseverança

Publicado

A partida prematura do nosso amigo e companheiro Adriano Silva irá proporcionar uma lacuna, não impossível, mas muito difícil de ser preenchida nos meios socais, familiares e políticos, em Cáceres.

Idealista, o professor e ex-reitor da nossa Unemat, Adriano deixa ao povo mato-grossense, um legado de homem público honesto e justo.

A população, as autoridades, mas principalmente, a comunidade acadêmica, certamente, reconhecerá, para sempre, a realização do seu grande sonho de tornar realidade os cursos de Direito e Medicina da instituição.

Mas, não foram só isso, Adriano será lembrado pela sua perseverança, nos meios políticos. O desejo de ajudar no desenvolvimento de sua cidade natal, fez com que ele pleiteasse galgar passos largos no cenário político.

Embora, não tenha obtido sucesso, nos pleitos que disputou, Adriano jamais desistiu em se perseverar. A sua bandeira era estar presente; era somar; era defender os interesses de Cáceres.

O povo mato-grossense, mas, em especial, o cacerense, o terá para sempre no coração e na memória como um grande homem, pai, companheiro, profissional e amigo.

Leia mais:   OMS decide retomar pesquisas com cloroquina

Que Deus conforte a família.

Marcinho Lacerda!

Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana