conecte-se conosco


Policial

Ex-funcionário e comparsa são presos por roubo em barbearia da Capital

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Duas pessoas envolvidas no roubo a uma barbearia na Capital, sendo uma delas o ex-funcionário do estabelecimento, tiveram os mandados de prisão preventiva cumpridos pela Polícia Civil, na segunda-feira (13.05), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá (Derf).

O suspeito, Ramon de Souza Saith, trabalhava como barbeiro na empresa e é acusado de passar informações privilegiadas aos executores do crime. Identificado como um dos autores do roubo, Junior de Oliveira Ribeiro, 20, teve a ordem de prisão decretada por participar da execução do assalto.

O crime aconteceu no mês de fevereiro, na Barbearia Barba Santa, no bairro Centro Norte, quando dois indivíduos armados invadiram o local no final do expediente. Os funcionários foram obrigados a deitar no chão e dois deles ainda foram agredidos. Os criminosos subtraíram diversos produtos e pertences das vítimas, além de uma motocicleta, foragindo em seguida.

Assim que foi acionada do roubo, a equipe da Derf iniciou as diligências com objetivo de identificar os autores do crime. De acordo com as investigações, Ramon era funcionário da barbearia, e passou informações privilegiadas para seus comparsas praticarem o crime.

Leia mais:   Polícia Civil prende foragido de justiça e receptador em ações distintas em Rondonópolis

Ramon estava trabalhando quando o assalto ocorreu e na ocasião ele se passou por vítima, sendo rendido junto as outras pessoas que estavam no local.

Com o mandado judicial expedido, os policiais civis localizaram Ramon no seu atual local de trabalho, onde foi detido e levado à Derf Cuiabá. Já o segundo suspeito, Junior, teve o mandado cumprido na Penitenciária Central do Estado (PCE), onde encontra-se recolhido por outro crime cometido.

Junior de Oliveira Ribeiro, já teve anteriormente dois mandados de prisões decretados pela Comarca de Rondonópolis, cumpridos pela Derf Cuiabá por homicídio e tortura praticados naquela cidade. Ele também responde inquérito policial por crime de uso de documento falso.

Os trabalhos continuam com objetivo de identificar e prender o terceiro suspeito, responsável por executar o crime na companhia de Junior.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil e Procon vistoriam preços em mais uma farmácia da Capital

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

Mais uma farmácia da Capital foi alvo de fiscalização da Polícia Civil e Procon, na manhã desta quarta-feira (03.06), na operação de combate a preços abusivos durante a pandemia do coronavírus.

A operação realizada por policiais da Equipe Especial e da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) e fiscais do Procon Estdual tinha o intuito de verificar os preços de produtos mais comercializados no período de pandemia como álcool em gel e máscara facial.

No estabelecimento comercial, localizado na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, foi solicitado a relação de compra dos produtos e notas fiscais dos materiais, nos últimos 30 dias, e analisados os preços das gôndolas para comparação.

Durante os trabalhos também foram  passadas orientações de que o aumento abusivo de preços pode configurar crime, além de outras condutas considerados criminosas durante esse período.

A ação integrada realizada semanalmente visa fiscalizar e orientar estabelecimentos comerciais sobre o Código de Defesa do Consumidor, além de coibir práticas criminosas, como aumento ou elevação de preço, sem justificativa, de produtos e serviços oferecidos ao cidadão.

Leia mais:   Homem é preso em flagrante por policiais civis por estupro de adolescente

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Autor de violência doméstica em Cáceres é preso pela Polícia Civil na zona rural de Cuiabá

Publicado

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem acusado de violência doméstica teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na tarde de terça-feira (02.06), em ação desencadeada pela Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) em apoio a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres (228 km a Oeste).

O suspeito, de 40 anos, estava com mandado de prisão preventiva decretado pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Cáceres pelos crimes de violência doméstica. Segundo as investigações da DEDM de Cáceres, a vítima sofria graves agressões praticadas pelo ex-companheiro.

Mesmo após a tramitação do inquérito policial e consequente solicitação de medidas protetivas de urgência (deferidas pelo juízo competente), o agressor desobedeceu a ordem judicial e de forma reiterada voltou a agredir a vítima no último dia 27 de maio.

O suspeito foi localizado e preso em uma região de chácaras na Vila Formosa, zona rural de Cuiabá. Além dos crimes de violência doméstica, ele possui antecedentes criminais por sequestro e cárcere privado, estelionato, embriaguez ao volante, dano qualificado, injúria real, ameaça, rixa, desobediência, ameaça, e porte/posse ilegal de arma de fogo.

Leia mais:   Polícia Civil prende pai suspeito de engravidar filha em Canarana

Após ter a prisão cumprida, o suspeito foi conduzido para sede da Polinter e Capturas para as providências de praxe e posteriormente encaminhado unidade prisional onde permanecerá a disposição do poder judiciário.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana