conecte-se conosco


Mato Grosso

Estado dá continuidade aos procedimentos para regularização do Vale do Mangaval

Publicado

A Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), por meio da Superintendência de Crédito Fundiário, realizou no último sábado (19.10), uma visita técnica ao projeto de crédito fundiário ‘Vale do Mangaval’, em Cáceres. O encontro teve o objetivo de apresentar a metodologia que será aplicada pelo Governo do Estado, em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), para continuar o projeto de regularização ambiental das propriedades.  

O atendimento às famílias do ‘Vale do Mangaval’ também é objeto da parceria entre Mato Grosso e a Organização das Nações Unidas (ONU), por meio do Programa para Economia Verde (Page). O programa trabalha no incentivo às políticas sustentáveis, capazes de conjugar eficiência produtiva e preservação ambiental.

No sábado, as famílias foram instruídas sobre a importância de reunir toda a documentação dos moradores da propriedade e a necessidade de que estejam receptivos à visita dos agentes, que irão percorrer os 121 lotes para aplicação do questionário. A coleta dos dados será realizada entre os dias 04 e 08 de novembro, e terá a participação de servidores da Seaf, Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e UFMT. O trabalho de campo também contará com a presença de acadêmicos dos cursos de Geografia e Engenharia Florestal da universidade.

Leia mais:   Gefron recupera dois veículos e uma motocicleta durante o fim de semana

O trabalho consistirá no mapeamento socioeconômico das famílias por meio do sistema eletrônico Regularização Ambiental e Diagnóstico dos Sistemas Agrários (Radis), desenvolvido pelo Escritório de Inovação Tecnológica (EIT), da UFMT.

As informações serão coletadas e catalogadas a partir de questionários aplicados durante as visitas. Além de traçar o perfil socioeconômico do agricultor e levantar informações relativas à vocação agrícola e ao sistema agrário local, o questionário também reunirá dados que permitirão avançar, posteriormente, na regularização ambiental e fundiária do projeto.

Capacitação das equipes

Entre os dias 23 e 25 de outubro, será realizado no auditório do Instituto de Geografia, História e Documentação (IGHD) da UFMT, em Cuiabá, o curso para capacitação das equipes que irão atuar na aplicação do questionário, além da participação de  profissionais, agricultores do Vale do Mangaval e do Vale do Rio Cuiabá, integrantes do Movimento Sindical dos Trabalhadores Rurais e a comunidade acadêmica. Todos farão parte da rede de apoio que dará sustentação às ações de regularização ambiental na agricultura familiar.

Leia mais:   Batalhão de Trânsito prende dois por embriaguez e multa 397 motoristas

O ‘Vale do Mangaval’ foi definido como piloto para a execução do projeto, que avaliará a aplicação de uma nova metodologia voltada à regularização ambiental. A partir dos resultados alcançados no projeto, será definida a possibilidade do Radis ser estendido para o atendimento dos demais beneficiários do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), em Mato Grosso. O programa é desenvolvido pelo Governo Federal para a oferta de crédito específico à aquisição de imóvel rural e instalação de infraestrutura básica.

Hoje, boa parte das famílias está impedida de acessar novos créditos rurais devido às irregularidades ocorridas na consolidação dos projetos de crédito fundiário. As irregularidades vão desde a inconsistência na ocupação das propriedades até a falta de orientação para quitação dos valores financiados. Além das correções necessárias, o diagnóstico também permitirá a identificação dos modelos de exploração sustentável mais promissores para aquele grupo de produtores, isso segundo o arranjo produtivo local e regional onde estão inseridos.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Suspeito é preso por agredir namorada e quebrar braço de criança de 6 anos

Publicado

A Polícia Militar prendeu E.B.A. (35 anos) por ameaçar, agredir e manter em cárcere privado a namorada e o enteado de seis anos, na noite de quarta-feira (20.11), no bairro Alvorada, em Cuiabá. Mãe e filho pediram socorro à polícia após conseguirem fugir do apartamento onde estavam presos.

Moradora do município de Rondonópolis, a vítima disse aos policiais que estava há duas semanas com o filho na casa do namorado, na Capital. Durante esse período, segundo ela, já estavam sofrendo agressões físicas e recebendo ameaças de morte do suspeito, que dizia possuir uma arma de fogo.

Uma das agressões teria sido com água quente, que gerou queimaduras no abdômen da criança.

Nesta quarta-feira, a mulher contou ter ouvido o homem xingando o filho dela de “imprestável” e “viado” e ao verificar o choro no menino, notou que a criança havia sido agredida no olho esquerdo e estava com um dos braços quebrados.

O homem cumpre medida judicial com tornozeleira eletrônica e o caso será investigado pela Polícia Judiciária Civil.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Leia mais:   Batalhão de Trânsito prende dois por embriaguez e multa 397 motoristas
Continue lendo

Mato Grosso

Primeira-dama de Mato Grosso participa do 1º Encontro do Centro-Oeste para Adoção

Publicado

A primeira-dama de Mato Grosso e madrinha afetiva da Associação Mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção (Ampara), Virginia Mendes, participa nesta sexta-feira (22.11), da solenidade de abertura do 1º Encontro do Centro-Oeste de Apoio à Adoção (Encoapa), às 08h, no Auditório do Fórum de Cuiabá.

A convite de Virginia Mendes, a primeira-dama do Distrito Federal, Mayara Noronha, engajada em importantes causas sociais, também confirmou presença no evento voltado para o debate de temas relacionados ao processo de adoção.

O 1º Encoapa é uma realização da Ampara, sob a coordenação da presidente Lindacir Rocha Bernardon, em parceria da Coordenadoria da Infância e Juventude (CIJ) do Poder Judiciário de Mato Grosso, com o apoio da Comissão de Infância e Juventude (CIJ) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) e da Associação Nacional de Grupos de Apoio à Adoção.

Conteúdo Programático

– A ESPERANÇA DE TER ESPERANÇA.
Palestrante: Luiz Schettini Filho (GEAD – Recife/PE)

– REDE DE PROTEÇÃO À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE E A CRIAÇÃO DE GAA’s.
Facilitadores: André Tuma (Promotor de Justiça MP/MG) e Francisco Claudio Medeiros Júnior (Vice-Presidente da Angaad– Acalanto – Natal/RN)

Leia mais:   Batalhão de Trânsito prende dois por embriaguez e multa 397 motoristas

– OS IMPACTOS DO TRAUMA NO DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.
Palestrante: Suzana Schettini (GEAD – Recife/PE)

– O DIREITO À CONVIVÊNCIA FAMILIAR E COMUNITÁRIA E A BUSCA ATIVA.
Facilitadores: Dr. Élio Braz Mendes (Juiz de Direito TJ/PE)
Suzana Schettini (GEAD – Recife/PE)

– A PREPARAÇÃO DOS PRETENDENTES À ADOÇÃO E O ACOMPANHAMENTO PÓS GUARDA PARA ADOÇÃO.
Facilitadores: Soraya Pereira (Aconchego – Brasília/DF) e Vera Lucia Cardoso (Conviver – Aparecida de Goiânia/GO)
Depoimento: Júlio Resende (Ampara – Cuiabá/MT)

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana