conecte-se conosco


Mato Grosso

Estado bloqueia abastecimento com gasolina e deve economizar R$ 4 milhões anuais

Publicado

A Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) projeta uma economia de cerca de R$ 4 milhões anuais com a obrigatoriedade que impôs aos órgãos e entidades de abastecerem os veículos apenas com álcool. Somente nos meses de junho e julho, quando comparados a maio, a economia gerada aos cofres públicos foi mais de R$ 300 mil mensais.

O bloqueio foi feito a partir de maio no Sistema de Gestão de Abastecimento de Combustíveis, após constatação da vantajosidade em abastecer com álcool ao invés da gasolina.

A medida busca viabilizar o Decreto nº 08/2019, que estabelece diretrizes para controle, reavaliação e contenção das despesas em toda a administração direta e indireta e visa também maior economicidade e mais eficiência da administração pública.

Para o secretário Basílio Bezerra, as medidas são importantes para ajudar a equilibrar as finanças do Estado.

“É de suma importância reduzir custos, mas sem perdermos qualidade nos serviços prestados ao cidadão. Essa economia alcançada com o consumo de combustíveis é um exemplo de que isso é possível”, destacou.

O cálculo básico para se descobrir se o álcool é vantajoso ou não, em relação a gasolina, é simples. Basta dividir o preço do litro do etanol pelo da gasolina. Se o valor do derivado da cana de açúcar estiver custando menos de 70% do valor da gasolina, então compensa.

Leia mais:   MAIS 1,2 MIL INFECTADOS: MT ultrapassa 110 mil casos de covid e registra 22 mortes em 24h

Além do bloqueio no sistema, a Seplag, órgão central de compras públicas e que detém a gestão do sistema de abastecimento, irá inserir na próxima Ata de Registro de Preço de combustíveis uma cláusula que permita o remanejamento do quantitativo de gasolina e álcool para que o órgão abasteça com o que for mais vantajoso, ao invés de ter que realizar o bloqueio no sistema como foi feito.

Para que a cláusula seja implementada com sucesso, a Secretaria-Adjunta de Patrimônio e Serviços da Seplag irá monitorar e orientar os órgãos e entidades para que seja utilizado o combustível que oferecer maior economicidade aos cofres públicos.

Outra medida

Além desta medida, a Seplag também fez o recadastramento de veículos, máquinas, motores, condutores e operadores de máquinas no Sistema de Gestão de Abastecimento de Combustíveis, com objetivo de controlar o consumo, atualizar informações relativas a veículos e condutores e padronizar a utilização dos veículos oficiais, próprios e locados.

Após o recadastramento, foi confeccionado um cartão ou tag (código de barras), individual e intransferível, no qual constam os dados, de forma a identificar o veículo no ato do abastecimento.

Leia mais:   Atribuir culpa à vítima de abuso sexual contribui com a legitimação do estupro

Esse cartão é mantido sempre com o veículo ou máquina sob os cuidados do condutor cadastrado, que deve ter seus dados no sistema sempre atualizados e estar ciente sobre o saldo do cartão e estabelecimentos credenciados pelo Governo.

É expressamente proibido abastecer outro veículo ou máquina que não aquele ao qual o cartão está vinculado. Todos os órgãos e entidades fornecem, sempre que solicitados, informações sobre a frota e abastecimentos e contratam individualmente a prestação de serviços de gerenciamento do fornecimento de combustíveis, mediante a adesão à Ata de Registro de Preços disponibilizada pela Secretaria.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Estadual

Governador destaca crescimento e anuncia investimentos para 2021 em MT

Publicado

Em seu discurso durante visita o presidente da República Jair Bolsonaro a MT, na manhã desta sexta-feira, 18 de setembro, o governador do Estado, Mauro Mendes destacou a dificuldades enfrentadas ao assumir a administração estadual, que estava com as finanças quebradas, salários atrasado, viaturas policiais sendo recolhidas por falta de pagamento de locação e de combustível, isto sem falar na questão da saúde que estava bastante precária.//

Mauro Mendes lembrou que precisou tomar medidas duras para regularizar a economia e promover a retomada do crescimento./ O governador pontou que centenas de obras que estavam paradas há anos, foram retomadas e a maioria dela já concluída./ O chefe do Executivo Mato-grossenses anunciou o maior investimento para MT no próximo ano.//

Sonora: Mauro Mendes

O governador Mauro Mendes acompanha o presidente Jair Bolsonaro está na região Norte do Estado onde visita a INPASA, Usina de Etanol em Sinop, a 503 km de Cuiabá.//

Por Jota Passarinho

Comentários Facebook
Leia mais:   Atribuir culpa à vítima de abuso sexual contribui com a legitimação do estupro
Continue lendo

Mato Grosso

Dr. Leonardo participa de comitiva para discutir medidas de combate às queimadas no Pantanal

Publicado

Parlamentares estão se unindo na busca de iniciativas para enfrentar a maior série de queimadas do Pantanal de Mato Grosso das últimas duas décadas, e apresentam uma instalação de Comissão Externa visando a articulação de medidas a curto, médio e longo prazo, além de uma comitiva que visitará a região.

A diligência dos parlamentares, acontece neste final de semana, dias 19 e 20 de setembro, partindo de Cuiabá em direção a Poconé, com sobrevôo na região mais afetada, e reunião com as equipes que estão atuando na região, além do contato com as lideranças locais, com a comunidade, organizações e população da região. O deputado federal Dr Leonardo, que também participa da comitiva, ressalta a urgência em mobilizar ações de combate ao fogo no estado. ”Precisamos nos unir para enfrentarmos esse caos em que o estado do MT está passando, mas principalmente, para buscarmos medidas preventivas para os anos seguintes”, destaca o deputado.

Além da instalação de um Comissão Externa (REQ2369/2020) para focalizar o trabalho articulado e cooperativo de curto prazo (combate às queimadas) e de médio e longo prazos (planejamento, prevenção, estudos etc), os parlamentares deverão fazer em bloco uma Indicação ao Presidente sugerindo a mobilização de militares, a consignação de dotações orçamentárias adicionais para apoiar o enfrentamento das queimadas e a instituição de “Gabinete de Crise”,. Também estão previstos Requisição de Informações ao Ministério do Meio Ambiente sobre ações do Governo Federal no enfrentamento das queimadas.

Leia mais:   Governador destaca crescimento e anuncia investimentos para 2021 em MT

Recentemente, Dr. Leonardo, enviou solicitação oficial ao presidente Jair Bolsonaro solicitando a presença das Forças Armadas no reforço ao combate às queimadas. Após a solicitação, o Ministro de Desenvolvimento Regional, Rogério Martinho, anunciou que o presidente Jair Bolsonaro determinou o envio de ajuda através da Defesa Civil para combater os incêndios florestais no Pantanal. “Esse é um reforço mais que necessário, o Pantanal precisa, nesse momento, mas ainda nao é suficiente. A presença das Forças Armadas, assim como já vem acontecendo com a Amazônia, é de fundamental importância num momento jamais vivenciado no Mato Grosso, para que cessem as perdas e os danos tanto para a nossa fauna e flora, quanto para população que está sofrendo com a fumaça”, conclui o parlamentar.

Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana