conecte-se conosco


Mato Grosso

Escola realiza campanha de conscientização com pais e alunos

Publicado

A Escola Estadual Enio Pipino localizada no município de Sinop (a 500 quilômetros de Cuiabá) realizou uma das etapas do projeto “Fale Por Mim” que busca denunciar abuso sexual infantojuvenil nas escolas. Foi realizado um “chá com bolo”, tendo como convidados os alunos e suas mães. Estiveram presentes várias autoridades que palestraram sobre como detectar o abuso e o que fazer diante da situação.

Em outra etapa, houve uma conversa reservada com os meninos, depois com as meninas e, por último, com as mães. Na sequência, houve uma apresentação cultural com músicas que retratam a importância da família, fazendo uma reflexão do papel de cada um na sociedade.

O coordenador pedagógico Ernandes Lopes Cervantes assinala que a ação envolve todas as 15 turmas de ensino fundamental da escola, pois a discussão passou pela sala de aula, s estudantes confeccionaram cartazes, textos e dialogaram em sala sobre a temática.

“A ideia é trabalhar de forma contínua com o tema. Pensando ações periódicas, se engajando nas campanhas de conscientização nas esferas governamentais e não governamentais. A culminância do projeto será dia 18 de maio de 2020, por ser o dia nacional de enfrentamento ao abuso e à exploração sexual infantil”, ressalta.

Leia mais:   Governo abre licitação para concessão do Terminal Rodoviário de Cuiabá

Segundo a diretora Denise Michelle Belicanta, o projeto nasceu de um trabalho de intervenção realizado pelos profissionais da educação da escola. Alunos vinham conversar com a equipe de apoio sobre assuntos pessoais. Muitas vezes, o aluno não sentia confiança em falar com a mãe ou outra pessoa que possa intervir e garantir sua integridade e segurança.

A partir dessa constatação, a secretária da escola Sandra Edna Carvalho Peldiak, que coordena o desenvolvimento do projeto, envolveu as demais técnicas e equipe de apoio, além de professoras de língua portuguesa.

“A ideia é abrir um canal onde os estudantes identifiquem situações de abuso e violência sexual, conscientizando as alunas, os alunos e as mães ou responsáveis a identificar onde e quem procurar ajuda. Fizemos uma ação pontual, pois o projeto tem prosseguimento até o próximo ano”, destaca a diretora.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Visita técnica da Prefeitura constata que o Governo cumpre regras da Anvisa

Publicado

A visita realizada pela Prefeitura de Cuiabá, nos 80 leitos de UTI, já em operação nos Hospitais Estaduais Santa Casa e Metropolitano, concluiu que o Governo de Mato Grosso cumpre com as preconizações do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O atesto foi feito pelo fisioterapeuta e funcionário do Hospital de Referência para COVID-19 em Cuiabá, Paulo Henrique de Oliveira. Ele explicou que a ANVISA preconiza que os hospitais precisam ter pelo menos um ventilador para cada dois leitos de UTI, e neste caso, a Santa Casa e o Metropolitano se enquadram.

“Para momentos de pandemia e em situações extremas de Síndrome Respiratória Aguda Grave, alguns pareceres técnicos preveem a utilização temporária de um ventilador pulmonar para mais de um paciente em caso de falta de mais aparelhos, mas que devem ser observados alguns critérios para que isso possa ser feito”, comentou. 

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, explicou que na Santa Casa há 40 leitos de UTIs em plena atividade e 10 UTIs pediátricas sendo implantadas. Já no Metropolitano são 40 leitos e outros 30 em fase de implantação. 

Leia mais:   MT vai sistematizar quantidade de leitos disponíveis para tratamento de Covid-19

Dos 40 leitos da Santa Casa, 28 têm respiradores, e no Metropolitano, dos 40 leitos, 30 têm o equipamento. “Para todos os demais leitos, o governo já adquiriu os respiradores e eles estão no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, na alfândega para serem liberados pela Receita Federal. Além disso, é bom destacar que os 10 leitos que o Ministério da Saúde encaminhou para a Santa Casa, nenhum chegou com ventiladores. Mas, como já dissemos, compramos para todos os leitos”, explicou.

“Nós agimos rápido, compramos os equipamentos e eles já estão em solo mato-grossense. Agora é uma questão de burocracia e logo já estaremos com todos os leitos de UTI com os respiradores. E é bom deixar claro que estamos cumprindo com todas as preconizações e protocolos do Ministério da Saúde”, destacou.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Museu Casa Dom Aquino oferece formação em patrimônio cultural

Publicado

O Museu de História Natural Casa Dom Aquino está com inscrições abertas para o curso online de formação em Educação para o Patrimônio Cultural em Espaços Educativos no Estado de Mato Grosso. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas pela internet (acesse AQUI o formulário) até o dia 20 de junho. 

Na modalidade de Ensino à Distância (EAD), a capacitação está dividida em cinco módulos, totalizando uma carga horária de 50 horas e o certificado será emitido pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Serão abordados em cada módulo, temas que versam sobre o patrimônio cultural material e imaterial, patrimônio cultural e museus, patrimônio cultural e arqueológico, e patrimônio cultural paleontológico e geológico.

Direcionado a professores da rede básica de ensino, educadores sociais, gestores e profissionais ligados a cultura, entre outros interessados pelo tema, o curso busca viabilizar a formação e o acesso à informação por meio da fruição dos bens culturais do Estado.

A capacitação foi formulada pelo Instituto Ecossistemas e Populações Tradicionais (Ecoss), que faz a gestão compartilhada do equipamento cultural da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). Desenvolvido em parceria com a UFMT, o curso faz parte do Programa de Serviços Educativos e Projetos Especiais do Museu.

Leia mais:   Escola Técnica de Cuiabá terá capacidade para 1400 alunos

Mais informações sobre o curso podem ser acessadas no link de inscrição.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana