conecte-se conosco


Mato Grosso

Entrega por delivery garante venda de produtos da agricultura familiar em Sorriso

Publicado

Cestas com produtos da agricultura familiar compostas de legumes, verduras e frutas estão sendo comercializadas por telefone no município de Sorriso (420 km ao Norte de Cuiabá), e entregues na casa do cliente. O novo sistema por delivery está auxiliando mais de 200 agricultores familiares a venderem seus produtos durante a pandemia de Covid-19 (Coronavírus). Com o preço único de R$ 50,00, o cliente compra 15 tipos diferentes de hortifrúti e recebe na cesta mais de 30 quilos de alimentos.  As cestas estão sendo montadas na Cooperativa de Hortifrutigranjeiros de Sorisso (Cooperriso) em parceria com a Prefeitura Municipal.

O secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Márcio Kunh, fala que o procedimento continuará a ser realizado até que as feiras possam voltar a ocorrer normalmente. “Criamos essa opção como forma de apoiar o desenvolvimento dos pequenos produtores do município. Foi uma maneira de evitar o desperdício da produção, garantir o sustento financeiro dessas famílias e também auxiliar o mercado consumidor, já que a recomendação é evitar aglomerações. Ficamos felizes que todo o trabalho desenvolvido está dando muito certo”, acrescenta.

Leia mais:   Governo de MT reduziu despesas em mais de R$ 1 bilhão em 2019, comprova CGE

A pessoa do município interessada em adquirir a cesta pode fazer o pedido automaticamente pelo número (66) 99205-4306, que registra as solicitações e encaminha para o setor de entregas. Segundo Kunh, o serviço começou no dia 26 de março, e a capacidade de entrega gira em torno de 100 cestas por dia, podendo ser ampliado conforme a procura. A secretaria também está recebendo o cadastro de novos produtores rurais que queiram comercializar seus produtos desta forma. A entrega é realizada de segunda a sábado, das 7h às 13h.

O engenheiro agrônomo da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Marcelo Resende Ribeiro, explica que a cesta está com o preço bem abaixo do mercado e estão sendo atendidas residências e empresas do município. Ele cita que alguns agricultores que produzem especificamente hortaliças estão entregando também em órgãos públicos e outros.

 A entrega é realizada de segunda a sábado, das 7h às 13h.

A cesta é composta dos seguintes itens: 10 kg de mandioca, um kg de limão, goiaba, pepino e tomate, três kg de batata doce, dois kg de abóbora, polpa de fruta, banana nanica, duas unidades de folhosas, um coco verde, meia dúzia de milho verde, jiló, quiabo e pimenta. Marcelo esclarece que essa é uma alternativa para os agricultores familiares e feirantes que estão comercializando seus produtos e garantindo o sustento de sua família. “Essa forma encontrada evita a perda exagerada dos hortifruti nas propriedades, auxilia as pessoas da cidade a consumirem produtos frescos e com bom preço e garante a segurança dos agricultores e da população nesse período de pandemia ao evitar aglomerações em feiras e supermercados”, esclarece.

Leia mais:   Governo comprova com documento da Prefeitura de Cuiabá exclusão de 40 leitos da Covid

Essas alternativa de venda considerou as medidas do governo do Estado (Decretos nº 425 de 25/03/2020 e nº 432 de 31/03/2020), no combate e prevenção ao novo coronavírus (Covid-19) que proíbe toda e qualquer forma de aglomeração de pessoas em locais públicos ou privados, inclusive em eventos, festas, feiras e outros.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Governo paga 1ª parcela do 13º salário dos servidores dia 30 de junho

Publicado

Os servidores efetivos do Governo do Estado recebem no dia 30 de junho a primeira parcela do 13º salário de 2020. Serão pagos R$ 204,5 milhões, em valores líquidos, aos servidores ativos, aposentados e pensionistas.

A data foi estipulada em janeiro deste ano e o calendário será mantido. A garantia do pagamento do benefício foi dada pelo governador Mauro Mendes.

“Divulgamos esse compromisso no início do ano e estamos cumprindo. Apesar da queda na arrecadação e de todos os prejuízos econômicos causados pela pandemia, as medidas de equilíbrio fiscal que tomamos desde 2019 permitiu que pudéssemos honrar esse pagamento, assim como temos honrado todos os demais. Nesse momento delicado, tenho certeza de que essa parcela vai representar um fôlego financeiro aos nossos servidores”, afirmou Mendes.

O valor pago da primeira parcela corresponde a 40% da folha do 13º salário, ou seja, os servidores efetivos receberão essa porcentagem sobre a totalidade do benefício. O montante referente à gratificação de fim de ano para os efetivos é de R$ 511,3 milhões, em valores líquidos.

Leia mais:   Trabalhadores de eventos são beneficiados com cestas básicas da campanha

A segunda parcela será quitada em dezembro, assim como o valor integral do 13º salário dos servidores comissionados.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo delega a cada município a decisão sobre aulas nas escolas particulares

Publicado

O governador Mauro Mendes decidiu delegar a cada prefeito dos 141 municípios de Mato Grosso a decisão sobre o retorno ou não das aulas nas escolas particulares.

A decisão foi tomada nesta terça-feira (02.06), após reunião com o secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho, e os deputados Dilmar Dal Bosco e Xuxu Dal Molin. Também foram ouvidos diretores de escolas e profissionais da Educação para embasar a iniciativa.

As aulas nas escolas públicas e particulares estão suspensas desde o dia 23 de março, por conta do coronavírus.

Conforme o governador, a realidade de contaminação é muito diferente em cada município e, desta forma, os prefeitos devem ficar responsáveis por avaliar se é prudente e seguro reabrir as unidades particulares de ensino neste momento.

“Se temos um nível diferente de contaminação, as medidas mais restritivas têm que ser diferentes em cada um desses 141 municípios. Vamos continuar repassando aos prefeitos para que analisem o cenário local de suas cidades. Temos que dar tratamento diferenciado para cada realidade”, afirmou.

Leia mais:   Secretários da Amazônia apresentam ações de combate ao desmatamento

Quanto às escolas públicas, as aulas continuam suspensas. Para minimizar as perdas de ensino, o Governo tem transmitido as aulas pela TV Assembleia, disponibilizado apostilas e mais de 300 mil kits-alimentação aos estudantes.

Mendes lembrou que o Governo de Mato Grosso já editou decretos orientativos para auxiliar os prefeitos a tomarem as medidas restritivas mais adequadas em seus municípios, sempre com respeito ao isolamento social, medidas de higiene e distanciamento e uso de máscaras.

Além disso, o Estado tem investido na criação de centenas de leitos em todas as regiões do Estado, adquirido respiradores, EPIs, ambulâncias e tomado uma série de medidas para preservar a vida e os empregos da população mato-grossense.

“Estamos abrindo leitos na Baixada Cuiabana e em todo o estado, nos hospitais regionais e em parcerias com os prefeitos, que é o que recomenda a Organização Mundial de Saúde”, declarou.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana