conecte-se conosco


Cáceres e Região

Engenheiro do IFMT Cáceres registra patente de válvula hidráulica como produto inédito desenvolvido em projeto de doutorado

Publicado

Com o objetivo de produção em larga escala, o pesquisador já iniciou o diálogo sobre o licenciamento de patente com uma das empresas líderes do segmento no Brasil

O engenheiro civil do Instituto Federal de Mato Grosso, IFMT, Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo, Luiz Souza Costa Filho criou uma válvula hidráulica com comando de fechamento deslizante que otimiza o uso do chuveiro e apresenta, entre os diferenciais, economia para instalação, conforto aos usuários e aspectos ergonômicos que favorece a acessibilidade para pessoas com deficiência. O produto inédito foi desenvolvido com base em pesquisa de doutorado pela Universidade Estadual de Campinas, Unicamp, com orientação do professor José Gilberto Dalfré Filho, doutor e pós-doutor em Engenharia Civil, e coorientação do professor Paulo Vatavuk, doutor e pós-doutor em Engenharia Mecânica.

Com depósito de patente no Instituto Nacional da Propriedade Industrial – INPI, na categoria Modelo de Utilidade, realizado pela Agência de Inovação Tecnológica do IFMT em conjunto com a Unicamp foi assegurado os direitos autorais pelo produto. Segundo Luiz, a partir do objetivo de produção em larga escala e disponibilidade do produto no mercado, já foi iniciado o diálogo de licenciamento de patente com uma empresa especializada e uma das líderes do segmento na produção de metais sanitários no Brasil.

Leia mais:   Profissionais do Hospital São Luiz ganham agradecimento especial de paciente recuperado da Covid-19

“Nosso objetivo foi sempre desenvolver um produto e tecnologia que pudesse ser aproveitado pelas pessoas. Não ficar em prateleiras e estantes. Estamos em processo de negociação com uma empresa para produção em grande escala, já passamos a primeira etapa com sinal verde, agora outros protocolos estão sendo desenvolvidos. É a realização de um grande sonho”, afirma Luiz.

Entre as vantagens da válvula hidráulica criada pelo pesquisador sobre as válvulas existentes hoje no mercado está a economia nas instalações hidráulicas com a comprovação de um menor coeficiente de perda de carga, na ordem de 10 %,  em comparação com as já existentes.

 De acordo com os testes realizados, além do conforto ergonômico, acessibilidade às pessoas com deficiência e segurança aos usuários com a prevenção de choques mecânicos, o produto tem a possibilidade de fixação totalmente embutida na alvenaria ou em outra estrutura de vedação, bem como a facilidade de manutenção evitando quebra de alvenaria e revestimentos. Outra vantagem é a economia de espaço na área útil de boxes do banho. Segundo o pesquisador, essa maximização da área é em torno de 0,1 metros quadrados, por boxe, o que representa em um conjunto de 1000 casas, uma economia de área de 100 metros quadrados.

Leia mais:   Previdência de Cáceres fecha 2020 com déficit de R$ 300 mi, diz prefeito

Incentivo à qualificação

Natural de Campo Grande – MS, Luiz é egresso da antiga Escola Agrotécnica Federal de Cáceres, hoje campus do IFMT, onde cursou o ensino médio e retornou, em 2010, após aprovação em concurso público para engenheiro civil. Ele é um dos primeiros quatro técnico-administrativos da instituição com incentivo à qualificação para doutorado.

Com 32 anos de profissão, Luiz aposta na inovação tecnológica para projetar o IFMT, Cáceres e Mato Grosso para o Brasil e o mundo. “Nós oferecemos educação de qualidade, com incentivo à pesquisa e à ciência. Esse e outros registros de patentes e invenções demonstram o universo de possibilidades que as instituições educacionais podem oferecer a sociedade, não só para bens de consumo, mas serviços e melhoria na qualidade de vida das pessoas”, afirma.

Edna Pedro  DRT RJ 5056/2001
Assessoria de Comunicação
IFMT/Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo
(65) 3221-2631
Comentários Facebook

Cáceres e Região

Previdência de Cáceres fecha 2020 com déficit de R$ 300 mi, diz prefeito

Publicado

A Previdência dos servidores do município de Cáceres (225 km a oeste da Capital), o PreviCáceres, irá fechar o ano com um deficit de R$ 300 milhões, mesmo com o aumento do desconto previdenciário de 11% para 14%. O alerta foi realizado pelo prefeito Francis Maris (PSDB).

Em julho o Ministério da Economia divulgou o Índice de Situação Previdenciária (ISP) dos órgãos de previdência dos entes federativos, no qual a PreviCáceres teve nota C, a mais baixa. Foram avaliados gestão, transparência, situação financeira e atuarial.

Leia também – Governo já pagou R$ 2,2 bilhões em 2020 aos aposentados e pensionistas

Entre os problemas apontados pelo ISP está que a arrecadação é insuficiente para o pagamento das aposentadorias e pensões e que se nada for feito o problema continuara pelas próximas décadas.

“Diante do cenário atuarial a reforma da previdência será inevitável para garantir a sustentabilidade do plano de benefício, assim como reequilibrará o custo da previdência no orçamento municipal”, disse o prefeito em comunicado oficial.

O prefeito defende a reforma da Previdência para os servidores municipais, tendo em vista que as medidas tomadas até então não foram suficientes para suprir o deficit. Ele citou no comunicado medidas como realização de concurso, cassação de incorporações inconstitucionais nas carreiras e não parcelamento dos débitos previdenciários.

Leia mais:   Previdência de Cáceres fecha 2020 com déficit de R$ 300 mi, diz prefeito

Apesar de não informar os parâmetros em que a reforma será feita, Francis adianta que os municípios devem seguir o que foi feito em âmbito federal, ou seja, aumentar a idade e o tempo de contribuição para aposentadoria.

GD

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Sebrae Mato Grosso retoma atendimentos presenciais a partir de segunda-feira

Publicado

A partir da próxima segunda-feira (3), o Sebrae Mato Grosso retoma o atendimento presencial aos clientes na sede em Cuiabá, das 8h às 16h, inclusive durante o horário de almoço.

Porém, para garantir a segurança de clientes e dos colaboradores, o atendimento será feito exclusivamente por agendamento através do telefone 0800 570 0800, seguindo os protocolos sanitários e de biossegurança para evitar riscos de transmissão e contágio do novo coronavírus.

Todos os atendimentos remotos continuam a ser prestados, por meio do WhatsApp (65 9901-6167), através do APP Sebrae, pelo telefone 0800 570 0800, no portal mt.sebrae.com.br, incluindo os cursos de educação à distância (EAD) e consultorias online 100% gratuitas cujo agendamento pode ser feito no link https://relacionamento.mt.sebrae.com.br/consultoria-vamosjuntos

Da Assessoria

Comentários Facebook
Leia mais:   Profissionais do Hospital São Luiz ganham agradecimento especial de paciente recuperado da Covid-19
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana