conecte-se conosco


Estadual

Energisa tem 40 oportunidades de emprego em Mato Grosso

Publicado

A Energisa Mato Grosso contrata profissionais para 40 vagas disponibilizadas em 14 municípios do Estado. Há oportunidades para nível técnico e superior, tanto na área operacional quanto no administrativo. Entre os cargos estão Eletricista de Distribuição de Linha Viva, Técnico de Redes e Linhas, Técnico de Operação do Sistema, Supervisor de Construção e Manutenção da Distribuição, Técnico de Fiscalização, Operador de Trator, Assistente Comercial (Leiturista), entre outros.

Para ter informação exata de qual a vaga para qual município, o interessado deve acessar o site www.grupoenergisa.com.br e clicar no ícone “Faça Parte da Nossa Equipe”, que fica ao lado esquerdo da página, na coluna branca. Ao chegar no ambiente de vagas, deve-se escolher o item “Nossas Oportunidades”. Lá a pessoa pode cadastrar o currículo e conferir quais as vagas disponíveis e em que município estão. A Energisa também anuncia suas vagas pelo site Vagas.com.

As oportunidades são para os municípios de Barra do Garças (2), Cáceres (1), Canarana (1), Cuiabá (7), Itanhangá (1), Jaciara (1), Juína (2), Lucas do Rio Verde (1), Primavera do Leste (1), Rondonópolis (4), Sinop (2), Sorriso (1), Tangará da Serra (3) e Várzea Grande (1).

Leia mais:   Assembleia Legislativa aprova projeto que faz de Cáceres a Capital Estadual da Pesca Esportiva

A Energisa atende os 141 municípios no Estado, e tem trabalhado para se tornar uma das melhores distribuidoras de energia elétrica do Brasil e deixar o cliente cada vez mais próximo e satisfeito. Para isso, desde que chegou a Mato Grosso já investiu mais de 1,5 bilhões de reais em melhorias, obras de extensão de rede, renovação de frota, qualificação de colaboradores, entre outros.

Sobre o Grupo Energisa

Com 113 anos de história, o Grupo Energisa é um dos maiores do Brasil em distribuição de energia elétrica. Uma das primeiras empresas a abrir capital no Brasil, a companhia controla nove distribuidoras em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo e Paraná. Hoje, são aproximadamente 6,5 milhões de clientes – o que representa uma população atendida de cerca de 16 milhões de pessoas – em 788 municípios em todas as regiões do Brasil. Com receita líquida anual de cerca de R$ 11 bilhões, o grupo gera aproximadamente 15 mil empregos.

Leia mais:   Governo federal garante recurso para rodovias de MT

Com a missão de transformar energia em conforto, desenvolvimento e oportunidades de forma sustentável, responsável e ética, a Energisa atua com um diversificado portfólio que engloba distribuição, geração, serviços para o setor elétrico (Energisa Soluções), serviços especializados de TI e Call Center (Multi Energisa), comercialização de energia (Energisa Comercializadora) e, mais recentemente, transmissão.

Assessoria

Comentários Facebook

Estadual

Governo federal garante recurso para rodovias de MT

Publicado

O Diário Oficial da União publicou ontem (15.08), portaria que transfere recursos dos orçamentos Fiscal e da Seguridade Social para o Ministério da Infraestrutura, garantindo investimentos num total de R$ 20 milhões para as BRs 163, 242 e 070 em Mato Grosso. No primeiro semestre, o governo federal havia anunciado o corte de recursos para essas obras, mas o trabalho do senador Wellington Fagundes e de toda a bancada de MT conseguiu reverter.
Agora, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit-MT) que homologou, nesta semana, a licitação para contratação de obras de drenagem no contorno rodoviário de Barra do Garças, já pode contar com esses recursos. A obra tornou-se necessária e teve que ser redimensionada devido ao crescimento da cidade.
“Essas obras de drenagem são essenciais para que se possa continuar a pavimentação do contorno”, explica o senador Wellington Fagundes, que vem acompanhando essa situação.
O superintendente do Dnit em Mato Grosso, Orlando Fanaia, lembra que, com a expansão de Barra do Garças, as obras de drenagem rodoviária precisaram ser substituídas por drenagem urbana e o projeto teve que ser alterado. “Somente com a conclusão da drenagem será possível executar a pavimentação da rodovia no perímetro de Barra do Garças”, diz.
O contorno viário tem 9,9 km ligando as BRs-070 e 158 até a ponte do rio Araguaia, em Barra do Garças e Pontal e vai retirar o tráfego de veículos pesado do perímetro urbano.
“O próximo passo é a iluminação desse anel viário”, disse o senador Wellington, que deve levar o assunto ao conhecimento do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.
Da assessoria

Comentários Facebook
Leia mais:   Assembleia Legislativa aprova projeto que faz de Cáceres a Capital Estadual da Pesca Esportiva
Continue lendo

Cáceres e Região

Assembleia Legislativa aprova projeto que faz de Cáceres a Capital Estadual da Pesca Esportiva

Publicado

A Assembleia Legislativa aprovou em duas votações o projeto de lei estadual 185/2018, de autoria do agora deputado federal Dr. Leonardo (SOLIDARIEDADE-MT), no início de agosto. O PL tem como objetivo fortalecer o município no cenário nacional e internacional do turismo, conferindo reconhecimento legal ao que já ocorre na prática, para facilitar a vinda recursos públicos e a construção de rotas turísticas. O projeto agora segue para sanção do governador Mauro Mendes.

“É vital o reconhecimento oficial de Cáceres como capital estadual da pesca para fortalecer os projetos de turismo para a região. Cáceres foi considerada pelo Governo Federal como uma das 65 cidades do Brasil que são indutoras do turismo, sendo a porta de entrada para a Rota das Águas, que envolve Curvelândia, Lambari d’Oeste, Rio Branco, Salto do Céu e Reserva do Cabaçal, ou para Pantanal, por Poconé”, afirmou Dr. Leonardo.

O município de Cáceres foi reconhecido pelo Instituto Rank Brasil como capital nacional da pesca esportiva, após três anos de estudo levando em consideração a aptidão da cidade para a pesca, o número de estabelecimentos voltados para a pesca esportiva, os profissionais envolvidos e o número de participantes fizeram de Cáceres a maior capital de pesca esportiva do Brasil.

Leia mais:   Assembleia Legislativa aprova projeto que faz de Cáceres a Capital Estadual da Pesca Esportiva

Anualmente, Cáceres realiza o Festival Internacional de Pesca Esportiva (FIPe), conhecido por unir os amantes pela pesca esportiva, valorizando a preservação das espécies e a sustentabilidade do meio ambiente, em especial do Rio Paraguai. O tradicional evento já aparece duas vezes no Guiness Book: a primeira desde 1992, como maior competição de pesca embarcada em água doce do mundo; a segundo a partir de 2010, como maior competição de canoa a remo.

fonte: assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana