conecte-se conosco


Mato Grosso

Empaer instala vitrine tecnológica voltada para agricultura familiar

Publicado

A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) montou uma Unidade de Demonstração (vitrine tecnológica) voltada para a agricultura familiar, no Parque de Exposições Jonas Pinheiro, em Cuiabá, durante o Dia de Negócios da Pecuária (Dinepec), realizado na quinta e sexta-feira (17 e 18.10), com a proposta de debater a modernização da pecuária de corte no Estado.

A unidade, montada em uma área de 5 mil metros quadrados é composta por 43 canteiros, de 15 metros quadrados cada, com diferentes hortaliças, frutíferas, feijão, arroz, trigo, milho, mandioca, flores tropicais e plantas medicinais, entre outros.

Segundo o engenheiro agrônomo e extensionista da Empaer, Lucas Estevão da Silva Freire, o espaço é aberto tanto ao agricultor familiar quanto para a população em geral, inclusive para crianças e escolas que queiram conhecer como funciona uma área agrícola. “Estamos abertos todos os dias no horário comercial (entre 08h e 18h), inclusive nos finais de semana em que o parque esteja funcionando”.

Ele acrescenta que a unidade não será desmontada com o final do Dinepec. “Estamos aqui há pouco mais de três meses (ainda está tudo no primeiro plantio) e esperamos continuar por mais um ou dois anos, para que possamos ter melhores condições de apresentar o resultado deste trabalho”.

Leia mais:   Microprodutores rurais podem emitir nota fiscal eletrônica voluntariamente

Para a construção da unidade foi realizada análise do solo da área, para verificar sua textura e química e avaliar a capacidade de produção e fertilidade, já que, para trabalhar com segurança em qualquer área, deve se analisar o solo antes do plantio para detectar possíveis problemas nutricionais, identificando sua fertilidade e potencial.   

Ele explica que a proposta é mostrar ao agricultor familiar técnicas passíveis de serem implementadas e como superar possíveis dificuldades no dia a dia de sua atividade. “São técnicas simples, nada sofisticadas, disponíveis para todos, não importando a capacidade financeira de cada um. Queremos mostrar ainda, de forma prática, manejos rápidos que ele pode fazer ou algum erro que possa estar cometendo”, completou.

A zootecnista da Empaer, Mikaelly Sales Frois, proferiu uma palestra sobre bem estar animal. Foto: Marcos Vergueiro

Bem estar animal

Além da Unidade de Demonstração para a Agricultura Familiar, a Empaer participou do evento com uma palestra sobre bem estar animal, proferida pela zootecnista Mikaelly Sales Frois. Segundo ela, atualmente a maior preocupação cestá relacionada à produção em larga escala.

Leia mais:   Prefeito Francis participa do 1º Workshop do Turismo de Pesca Esportiva em Mato Grosso

Não só a qualidade da carne está diretamente ligada ao bem estar do animal, a União Europeia, um dos importadores da carne mato-grossense, leva em consideração que os animais são seres sencientes, isto é, passíveis de sofrimento e sentimento. “Como eles sofrem, é preciso que sejam criados em ambientes que minimizem seu estresse, para que o resultado seja uma carne de melhor qualidade e, consequentemente, que favorece sua exportação”, disse, acrescentando que o estresse eleva o PH da carne, reduzindo o seu tempo de prateleira, isto é, de consumo.

Concluindo, ela explica que que os cuidados para garantir o bem estar do animal são manejo nutricional adequado; protocolo vacinal, em que todos os equipamentos utilizado estejam esterilizados, para que não haja nenhuma contaminação por agente infeccioso; manejo de pastagem, para se ter certeza de que na seca não faltará alimentos; e instalações que facilitem o livre acesso à alimentação, à água de qualidade e sanidade.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

MTI integra grupo de trabalho nacional para acelerar transformação digital nos Estados

Publicado

O vice-presidente da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI), Cleberson Gomes, participa nesta semana de mais uma reunião do Grupo de Transformação Digital, a fim de discutir as melhores práticas e as principais ações de “governo digital” em curso nos Estados, além de temas relacionados à área de tecnologia.

O “GTD.Gov: Grupo de Transformação Digital dos Estados e Distrito Federal” é uma rede nacional que reúne especialistas em TI dos governos de todo o País e é promovido pelo Conselho Nacional de Secretários de Estado da Administração (Consad), junto com a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep-TIC).

De acordo com Cleberson Gomes, por ser a empresa provedora de tecnologia do Estado, a MTI foi escolhida para representar Mato Grosso nessa grande discussão. Dentro desse grupo, a MTI ainda participa de subgrupos de Governança para a Transformação Digital, Arquitetura Corporativa e Serviços Digitais.

“Estamos participando para entender como os Estados estão se movimentando e como o Governo Federal pretende se relacionar com os Estados em relação à tecnologia da informação. É possível que haja uma ação unificada para que essa transformação digital aconteça de forma padronizada em todo o Brasil”, afirmou.

Leia mais:   Atrações musicais animarão transmissão da Libertadores na Arena Pantanal

Ainda segundo Cleberson, a reunião é uma oportunidade de conhecer ideias inovadoras, disruptivas e trazer as melhores práticas para Mato Grosso, além de mostrar aos demais estados o que Mato Grosso está fazendo na área de tecnologia em prol da administração pública.

“Queremos ver o que os demais governos estão pensando, para potencializar aquilo que já estamos fazendo. Esperamos aprender e compartilhar os conhecimentos, experiências e soluções para promover a maior integração entre os Estados gerando abordagens factíveis de implementação, além de entender como estaremos inseridos nesse cenário”, afirmou.

A reunião do Grupo de Transformação Digital ocorre durante três dias e se encerra na sexta-feira (22.11). Ao longo do encontro têm sido realizadas palestras e oficinas de trabalho, entre outras atividades.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Estado unifica cadeias de Rio Branco e Mirassol D’Oeste para atender Ação Civil Pública

Publicado

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) fechou a Cadeia Pública de Rio Branco (336 km a Oeste de Cuiabá) e transferiu, durante o feriado do dia 20 de novembro, os 34 presos da unidade para a Cadeia Pública de Mirassol D’Oeste, que fica a 73 km da cidade.

O diretor da Cadeia de Rio Branco ficará atendendo aos familiares dos detentos por tempo indeterminado para passar informações sobre o encerramento das atividades no local, que tinha capacidade para 12 pessoas.

O fechamento da unidade atende a um acordo feito com o Ministério Público Estadual (MPE-MT) que havia proposto ações para ampliação da Cadeia Pública de Mirassol D’Oeste e a unificação das duas unidades, além da lotação dos agentes penitenciários na unidade.

Além da transferência dos 34 presos, também serão remanejados os 16 agentes penitenciários e a viatura que atendia a Cadeia de Rio Branco.

A Ação Civil Pública do Ministério Público foi proposta em 2010 e em janeiro de 2017 foi feito bloqueio judicial de R$ 400 mil nas contas do Estado em favor do Conselho da Comunidade de Mirassol D’Oeste para a execução da obra de construção de um novo pavilhão, com capacidade para 60 presos.

Leia mais:   Virginia Mendes promove encontro com primeiras-damas do interior

Os servidores lotados da Cadeia Pública de Rio Branco terão prazo de 30 dias para se apresentarem na unidade de Mirassol D’Oeste. Enquanto isso, agentes penitenciários do Serviço de Operações Penitenciárias Especializadas (SOE) vão reforçar a segurança da unidade.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana