conecte-se conosco


Mato Grosso

Empaer instala vitrine tecnológica voltada para agricultura familiar

Publicado

A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) montou uma Unidade de Demonstração (vitrine tecnológica) voltada para a agricultura familiar, no Parque de Exposições Jonas Pinheiro, em Cuiabá, durante o Dia de Negócios da Pecuária (Dinepec), realizado na quinta e sexta-feira (17 e 18.10), com a proposta de debater a modernização da pecuária de corte no Estado.

A unidade, montada em uma área de 5 mil metros quadrados é composta por 43 canteiros, de 15 metros quadrados cada, com diferentes hortaliças, frutíferas, feijão, arroz, trigo, milho, mandioca, flores tropicais e plantas medicinais, entre outros.

Segundo o engenheiro agrônomo e extensionista da Empaer, Lucas Estevão da Silva Freire, o espaço é aberto tanto ao agricultor familiar quanto para a população em geral, inclusive para crianças e escolas que queiram conhecer como funciona uma área agrícola. “Estamos abertos todos os dias no horário comercial (entre 08h e 18h), inclusive nos finais de semana em que o parque esteja funcionando”.

Ele acrescenta que a unidade não será desmontada com o final do Dinepec. “Estamos aqui há pouco mais de três meses (ainda está tudo no primeiro plantio) e esperamos continuar por mais um ou dois anos, para que possamos ter melhores condições de apresentar o resultado deste trabalho”.

Leia mais:   MT tem mais de 21 mil casos de covid e registra mais 35 mortes em 24 horas

Para a construção da unidade foi realizada análise do solo da área, para verificar sua textura e química e avaliar a capacidade de produção e fertilidade, já que, para trabalhar com segurança em qualquer área, deve se analisar o solo antes do plantio para detectar possíveis problemas nutricionais, identificando sua fertilidade e potencial.   

Ele explica que a proposta é mostrar ao agricultor familiar técnicas passíveis de serem implementadas e como superar possíveis dificuldades no dia a dia de sua atividade. “São técnicas simples, nada sofisticadas, disponíveis para todos, não importando a capacidade financeira de cada um. Queremos mostrar ainda, de forma prática, manejos rápidos que ele pode fazer ou algum erro que possa estar cometendo”, completou.

A zootecnista da Empaer, Mikaelly Sales Frois, proferiu uma palestra sobre bem estar animal. Foto: Marcos Vergueiro

Bem estar animal

Além da Unidade de Demonstração para a Agricultura Familiar, a Empaer participou do evento com uma palestra sobre bem estar animal, proferida pela zootecnista Mikaelly Sales Frois. Segundo ela, atualmente a maior preocupação cestá relacionada à produção em larga escala.

Leia mais:   Em reunião, ministro garante a governador retomada das obras na BR-163

Não só a qualidade da carne está diretamente ligada ao bem estar do animal, a União Europeia, um dos importadores da carne mato-grossense, leva em consideração que os animais são seres sencientes, isto é, passíveis de sofrimento e sentimento. “Como eles sofrem, é preciso que sejam criados em ambientes que minimizem seu estresse, para que o resultado seja uma carne de melhor qualidade e, consequentemente, que favorece sua exportação”, disse, acrescentando que o estresse eleva o PH da carne, reduzindo o seu tempo de prateleira, isto é, de consumo.

Concluindo, ela explica que que os cuidados para garantir o bem estar do animal são manejo nutricional adequado; protocolo vacinal, em que todos os equipamentos utilizado estejam esterilizados, para que não haja nenhuma contaminação por agente infeccioso; manejo de pastagem, para se ter certeza de que na seca não faltará alimentos; e instalações que facilitem o livre acesso à alimentação, à água de qualidade e sanidade.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Cáceres e Região

Advogado de Cáceres de 41 anos morre vítima de Covid-19 em Crato -CE; OAB lamenta perda da classe

Publicado

Assessoria

O advogado Kleber de Souza Silva morreu vítima do novo coronavírus, neste domingo (5), em Crato, no Ceará. A Ordem dos Advogados do Brasil  3ª Subseção Cáceres, informou, por meio de nota, que Kleber é a primeira vítima de Covid-19 entre a classe da advocacia Cáceres.

A OAB-MT lamentou o falecimento do advogado, que era um advogado bastante atuante em Cáceres, foi presidente do Conselho da Comunidade da Vara de Execuções Penais de Cáceres.

A entidade informou, ainda, que ele estava internado no Hospital do município cearense de Crato, onde residia parte de sua família, e que devido as complicações de um problema renal e dos sintomas da Covid-19 veio a falecer neste domingo (5).

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) lamenta o falecimento de Kleber de Souza Silva, na manhã deste domingo (5). Advogado criminalista era conhecido por atuação contundente junto à comunidade e vinculado a Terceira Subseção Cáceres, onde também residia.

Há anos lutava contra a falência renal e teve suspeita de Covid19 confirmada recentemente. Kleber faleceu no município de Crato-CE, onde estava internado devido ao COVID-19 e o consequente agravamento do seu quadro de falência renal. Kleber de Souza Silva deixa esposa e três filhos.

Leia mais:   Em reunião, ministro garante a governador retomada das obras na BR-163
Nota de Pesar e Luto
A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso, 3ª Subseção, solidariza-se com familiares, amigos e com a classe advocatícia pelo falecimento do advogado Kleber de Souza Silva, ocorrido na data de hoje, 05/07/2020.
Dr. Kleber foi advogado atuante na 3° Subseção de Cáceres e deixa esposa e 3 filhos. Contribuiu muito com a classe, especialmente, quando presidiu a Comissão de Direito do Consumidor e a Comissão de Direito Carcerário e, ainda, como presidente do Conselho da Comunidade, onde desenvolveu um grande trabalho. À família, aos amigos e colegas de profissão deixamos nossos votos para que todos possam seguir suas vidas confortados na fé, em momento tão difícil.
Cáceres, 05 de julho de 2020.
3ª Subseção da Ordem dos Advogados, Seccional Mato Grosso
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Aproximadamente 187 mil pessoas apresentaram sintomas gripais em Mato Grosso

Publicado

Assessoria

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que 187 mil mato-grossenses (ou 5,4% da população) apresentaram pelo menos um dos 12 sintomas associados à síndrome gripal (febre, tosse, dor de garganta, dificuldade para respirar, dor de cabeça, dor no peito, náusea, nariz entupido ou escorrendo, fadiga, dor nos olhos, perda de olfato ou paladar e dor muscular) que são investigados por uma pesquisa no mês de maio. Neste quesito, Mato Grosso foi o que teve o menor índice entre todos os estados, enquanto o maior, 26,6%, foi o Amapá.

O total de pessoas que apresentaram sintomas conjugados de síndrome gripal que podiam estar associados à Covid-19 (perda de cheiro ou sabor; ou tosse, febre e dificuldade para respirar; ou tosse e febre e dor no peito) foi de 15 mil no estado, o que representa 0,4% da população.

Só Goiás (0,3%) e Mato Grosso do Sul (0,3%) tiveram índices menores do que MT. Dos 187 mil mato-grossenses que apresentaram sintomas, cerca de 20% (ou 37 mil pessoas) procuraram estabelecimento de saúde em busca de atendimento (postos de saúde, equipe de saúde da família, UPA, Pronto-socorro ou Hospital do SUS ou, ainda, ambulatório/consultório, pronto-socorro ou hospital privado).

Leia mais:   Mais de 80% dos servidores beneficiados receberam auxílio de forma automática

Do total de 15 mil pessoas que tiveram sintomas conjugados de síndrome gripal, 36,8% (ou 6.000) foram a algum estabelecimento de saúde. De acordo com a pesquisa, cerca de 789 mil mato-grossenses (22,8%) têm algum plano de saúde.

Os dados são os primeiros resultados da PNAD COVID19, do IBGE. O levantamento é uma versão da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Contínua), realizada com apoio do Ministério da Saúde, e com coleta exclusivamente por telefone, para identificar os impactos da pandemia no mercado de trabalho e para quantificar as pessoas com sintomas associados à síndrome gripal.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana