Eleição para nova Mesa Diretora da Câmara deverá ter chapa única

120

Caminha para candidatura única a eleição para nova Mesa Diretora da Câmara de Cáceres. Uma pesquisa feita, na segunda-feira (3/12), pela reportagem do Jornal Expressão constatou que 10 vereadores, estariam dispostos a votar no candidato Rubens Macedo (PTB). E, apenas, três estariam propensos a apoiar a candidatura do vereador Jerônimo Gonçalves (PSB). Caso a pesquisa seja confirmada, até no dia 17 quando acontece a eleição, Jerônimo não terá número suficiente de candidato para compor a chapa que são de 5 membros.

Em contato com a reportagem, o vereador Jerônimo confirma que dificilmente sua candidatura terá êxito. “Já não tenho os sete vereadores que se comprometeram em votar em mim, há duas semanas” revelou acrescentando que “mesmo sabendo que posso perder mantenho a minha candidatura. Infelizmente, fora minha proposta de trabalho, não tenho nada a oferecer aos colegas” disse.

Embora esteja em ligeira vantagem, Rubens Macedo, se mantém cautelo e não canta vitória. “A eleição não está decidida. Vamos continuar trabalhando e mantendo os contatos até na última hora” afirmou salientando que sua intenção seria que houvesse uma chapa de consenso. “Estamos trabalhando para que seja uma candidatura única com apoio de todos os vereadores”. O vereador Creude Castrillon (Podemos) que ensaiou concorrer recuou. “A presidência toma muito tempo. E, além disso, o desgaste é muito grande” justificou.

Nomes considerados de “peso” que também descartaram foram os ex-candidatos a deputado estadual Cesare Pastorello (SD), Claudio Henrique (PSDB) e Valdeníria Ferreira (PSDB). Pastorello disse que “eu já não me candidatei em 2017 quando teria mais chances de eleger por ter sido o mais votado, muito menos agora”. Por usa vez, o vereador Claudio Henrique diz ter mais importância defender a gestão do prefeito Francis Maris, na Câmara, do que ser presidente. Valdeníria garantiu não ser candidata, mas não justificou por que.

O prefeito Francis Maris (PSDB) que dispõe da maioria na Câmara garante que manterá neutro no processo. “Os poderes são independentes. Além disso, meu relacionamento é bom com todos os vereadores. Me manterei neutro. Que vença o melhor” afirmou. A eleição para a nova Mesa Diretora está prevista para a última sessão ordinária no dia 17 de dezembro. O novo presidente irá substituir o vereador Domingos Oliveira dos Santos (PSB). O mandato será de 1º de janeiro de 2019 a 31 de dezembro de 2020.

Editoria – Sinézio Alcântara

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here