conecte-se conosco


Mato Grosso

Dr. Leonardo participa de comitiva para discutir medidas de combate às queimadas no Pantanal

Publicado

Parlamentares estão se unindo na busca de iniciativas para enfrentar a maior série de queimadas do Pantanal de Mato Grosso das últimas duas décadas, e apresentam uma instalação de Comissão Externa visando a articulação de medidas a curto, médio e longo prazo, além de uma comitiva que visitará a região.

A diligência dos parlamentares, acontece neste final de semana, dias 19 e 20 de setembro, partindo de Cuiabá em direção a Poconé, com sobrevôo na região mais afetada, e reunião com as equipes que estão atuando na região, além do contato com as lideranças locais, com a comunidade, organizações e população da região. O deputado federal Dr Leonardo, que também participa da comitiva, ressalta a urgência em mobilizar ações de combate ao fogo no estado. ”Precisamos nos unir para enfrentarmos esse caos em que o estado do MT está passando, mas principalmente, para buscarmos medidas preventivas para os anos seguintes”, destaca o deputado.

Além da instalação de um Comissão Externa (REQ2369/2020) para focalizar o trabalho articulado e cooperativo de curto prazo (combate às queimadas) e de médio e longo prazos (planejamento, prevenção, estudos etc), os parlamentares deverão fazer em bloco uma Indicação ao Presidente sugerindo a mobilização de militares, a consignação de dotações orçamentárias adicionais para apoiar o enfrentamento das queimadas e a instituição de “Gabinete de Crise”,. Também estão previstos Requisição de Informações ao Ministério do Meio Ambiente sobre ações do Governo Federal no enfrentamento das queimadas.

Recentemente, Dr. Leonardo, enviou solicitação oficial ao presidente Jair Bolsonaro solicitando a presença das Forças Armadas no reforço ao combate às queimadas. Após a solicitação, o Ministro de Desenvolvimento Regional, Rogério Martinho, anunciou que o presidente Jair Bolsonaro determinou o envio de ajuda através da Defesa Civil para combater os incêndios florestais no Pantanal. “Esse é um reforço mais que necessário, o Pantanal precisa, nesse momento, mas ainda nao é suficiente. A presença das Forças Armadas, assim como já vem acontecendo com a Amazônia, é de fundamental importância num momento jamais vivenciado no Mato Grosso, para que cessem as perdas e os danos tanto para a nossa fauna e flora, quanto para população que está sofrendo com a fumaça”, conclui o parlamentar.

Assessoria

Comentários Facebook

Mato Grosso

Mato Grosso integra campanha nacional de multivacinação

Publicado

Público-alvo são crianças e adolescentes e o dia “D” de mobilização nacional será 17 de outubro

O Ministério da Saúde realizará de 5 a 30 de outubro a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e a Campanha Nacional de Multivacinação para atualização da Caderneta de Vacinação das crianças e adolescentes. O dia “D” de divulgação e mobilização nacional será 17 de outubro.

O grupo alvo da vacinação contra a poliomielite são as crianças na faixa etária de 1 a 4 anos de idade, que deverão ser imunizadas indiscriminadamente com a Vacina Oral Poliomielite (VOP). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), o total de crianças a ser vacinado em Mato Grosso é de 205.976; a meta mínima é vacinar 95% do público-alvo.

Na multivacinação, o público são crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade, sendo ofertadas todas as vacinas do calendário básico de vacinação da criança e do adolescente.

As campanhas oportunizam o acesso às vacinas, a atualização da situação vacinal, o aumento das coberturas vacinais e homogeneidade, a redução da incidência de doenças imunopreveníveis e contribui para o controle, eliminação e a erradicação dessas doenças.

É importante frisar que o Brasil não detecta casos de poliomielite desde 1990 e, em 1994, recebeu a certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem por parte da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). O país envida esforços para atingir a meta dos indicadores preconizados pelo Ministério da Saúde para a manutenção do território livre da doença.

Vacinação x COVID-19

Os municípios têm autonomia para definir as estratégias de vacinação seguindo as orientações do Ministério. Eles também já foram orientados a estruturarem os pontos de vacinação em lugares arejados; há ainda a indicação de evitar aglomeração, visando mitigar a propagação do novo coronavírus.

De acordo com o Ministério da Saúde, não há até o momento contraindicações médicas conhecidas para a vacinação de pessoas com a infecção pelo coronavírus. Contudo, para minimizar o risco de transmissão às demais pessoas, a vacinação deve ser adiada até pelo menos três dias depois do desaparecimento dos sintomas, com tempo mínimo de isolamento de 14 dias do início dos sintomas.

Rose Velasco | SES-MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Candidato a prefeito James Cabral debate alternativas sobre clima e ações ambientais em agenda com deputado Lúdio em Cáceres

Publicado

No contexto de mobilização mundial do Dia de Greve Global pelo Clima (25.09), o candidato a prefeito por Cáceres, James Cabral (PT) dialoga com coletivo de chapa de vereadoras e vereadores, direção do partido no município e o deputado Lúdio Cabral sobre as ações propostas em defesa do meio ambiente, do Rio Paraguai e da sociobiodiversidade do pantanal.  Em meio aos incêndios e queimadas que assolam todo o estado, o sofrimento da população de Cáceres, agravados pelos problemas de saúde, falta de água, poeira e fumaça refletem, na avaliação de James, a urgência do município em promover mudanças reais de gestão comprometida com as pessoas e com o ambiente.

“Cáceres precisa fazer sua parte pra salvar o pantanal. Nosso plano de governo tem um programa de cuidado e proteção da sociobiodiversidade, que articula ações com os diversos entes públicos das esferas estaduais e nacionais, organizações sociais e não governamentais”, explica James.

De acordo com James que é engenheiro agrônomo, especialista em Agricultura Familiar e Educação do Campo, mestre em Genética e Melhoramento de Plantas e doutorando em Biotecnologia e Biodiversidade, o programa de governo para Cáceres, construído a várias mãos, em diálogo com especialistas e movimentos populares, prevê Zoneamento Ambiental Urbano com diagnósticos de identificação de áreas de diminuição do verde e de problemas de saneamento ambiental, bem como projeção de ações para resolução de problemas com implantação de políticas públicas em Cáceres.

A agenda desta sexta-feira (25.09) em Cáceres contará com as contribuições do deputado estadual Lúdio Cabral que promoveu um amplo debate no estado por meio de audiência pública remota, realizada na última semana, sobre as queimadas em Mato Grosso. O deputado protagoniza – no diálogo com pesquisadoras e pesquisadores, ambientalistas, povos e comunidades tradicionais – ações e movimentos em defesa da sociobiodiversidade dos biomas Pantanal, Amazônia e Cerrado.

Acessoria James

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana