conecte-se conosco


Mato Grosso

Dr. Leonardo é escolhido para Comissões de Segurança Pública e Seguridade Social

Publicado

O deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade)
foi indicado, nesta quarta-feira (13.03) à noite pelo Solidariedade, para compor dois dos principais colegiados da Câmara dos Deputados: a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e a Comissão de Seguridade Social e Família.

Titular da Comissão de Segurança Pública
e Combate ao Crime Organizado, o parlamentar se junta ao bloco que tem como missão debater o pacote anticrime, proposto pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Em ofício encaminhado ao ministro, na semana passada, o deputado já havia solicitado
a inclusão do tema da saúde entre aqueles que terão penas agravadas.

Já a reforma da Previdência vai ser o ponto
principal das discussões da Comissão de Seguridade Social e Família no primeiro semestre, mesmo sendo objeto de análise de uma comissão especial. Na noite de ontem, os partidos políticos indicaram presidentes das 25 comissões permanentes. A distribuição segue
o critério da proporcionalidade partidária.

“A resposta às indicações será com muito
trabalho. Na Comissão da Segurança vamos discutir projetos sobre temas como combate ao tráfico de drogas, contrabando, crime organizado, lavagem de dinheiro, maioridade penal, comercialização de armas e sistema penitenciário. O colegiado também fiscaliza e
acompanha programas e políticas governamentais de segurança pública. Isso significa que teremos a oportunidade de defender Mato Grosso, nossas particularidades, cobrar repasses da União e novas políticas de prevenção e repressão ao crime”, afirmou Dr. Leonardo.

Leia mais:   Silvio Fávero quer isenção de Guia de Trânsito Animal às APAE’s

O parlamentar que já atuou como oficial do
Exército na região de fronteira de Cáceres (MT) com a Bolívia e entende que a segurança dessa região é crucial para todo restante do país. Pois, é pela fronteira que entram armas ilegais e drogas, saem carros e outras mercadorias roubados, além de outros descaminhos
que alimentam o crime organizado.

Em seu mandato anterior, como deputado estadual,
o parlamentar requereu uma Câmara Setorial Temática sobre Segurança na Fronteira, que foi relatada por um profissional da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). O estudo contou com a colaboração de todos os órgãos de segurança presentes em Mato Grosso
e apontou a necessidade de investir em tecnologia avançada para o monitoramento: Postos móveis de fiscalização, veículos aéreos não tripulados (Vants) para vigiar a extensa fronteira seca Brasil-Bolívia e outros equipamentos.

Já na Comissão de Seguridade Social o parlamentar
será suplente. Mesmo assim, sua função será tratar dos assuntos relativos à saúde, previdência e assistência social em geral; atividades médicas e paramédicas; matérias relativas à família, à mulher, ao nascituro, à criança, ao adolescente, ao idoso e à pessoa
com deficiência; além de questões relacionadas à indústria químico-farmacêutica e regime jurídico das entidades civis de finalidades sociais e assistenciais.

Leia mais:   Câmara elege vereadores que irão investigar Dênis; defesa dirá que foi vítima de ação truculenta da PM

O tema da saúde também será defendido por
Dr. Leonardo nas seguintes frentes que integra: Frente Parlamentar da Medicina, Frente Parlamentar da Saúde, além da presidência da Frente Parlamentar em Defesa dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias.

“No tema da saúde, já estamos tratando do
combate à corrupção. Por isso, o primeiro projeto que apresentei, o PL 379/2019, quer inserir a corrupção na saúde do rol dos crimes hediondos, ou seja, queremos penas mais duras para quem rouba dinheiro que deveria ser aplicado em atendimento digno à população.
Estou muito motivado neste trabalho. Vamos à luta”, concluiu o parlamentar.

Com informação da Agência
Câmara Notícias
Assessoria

Comentários Facebook

Mato Grosso

Estudantes de MT concorrem à premiação na área de Agrárias durante feira nacional

Publicado

Os vencedores da 10ª Mostra Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso (MECTI), Marcelo Ribeiro Vilela e Thallisson Alves de Santana dos Santos, da Escola Técnica Estadual de Poxoréu, estão participando da 17ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), que está ocorrendo esta semana na Universidade de São Paulo (USP).

Eles desenvolveram o projeto ‘Capim Citronela como Repelente Natural de Moscas causadoras da Miísea’, que fez com que ganhassem em primeiro lugar a MECTI do ano passado.

Para Marcelo, o reconhecimento faz querer fazer mais pesquisa. “Nosso projeto ganhou em todos os requisitos da MECTI, então avançamos ainda mais a nossa pesquisa para ajudar todos àqueles que não conheciam sobre o composto da citronela e com isso, todos nós ganhamos”.

Segundo ele, o simples fato de participar de uma feira de ciências como a Febrace é suficiente para expandir os horizontes do aluno e do professor orientador. “Como orientador, eu fico emocionado de ver que o pouco que eu consegui transferir de conhecimento, eles fizeram crescer de uma maneira incrível. Todo professor tem dentro de si um orientador de trabalho de pesquisa. Às vezes ele ainda não está desperto, mas quando ele desperta, não dorme mais”.

Leia mais:   CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal define cinco sub-relatorias

A superintendente de Desenvolvimento Cientifico, Tecnológico e de Inovação, Lecticia Figueiredo, afirma que os projetos apresentados na Febrace são a melhor prova do potencial que os brasileiros têm de inovar e de buscar novas soluções. “As feiras de ciências são um dos melhores mecanismos para descobrir os talentos e incentivar os jovens a buscarem a ciência, a serem cidadãos conscientes do mundo, sempre buscando uma vida melhor”.

O professor destaca que a metodologia científica possibilita que os estudantes despertem competências e habilidades necessárias para cidadãos atentos às transformações do mundo. “Quando se envolve jovens em projetos, estimulamos a leitura, a pesquisa, a comunicação e argumentação. Eles passam a ver sentido no estudo e no que estão fazendo”.

O estudante Thallisson Alves de Santana dos Santos não esconde a realização de poder participar da Febrace, evento em que todos os estudantes só se credenciam se forem premiados em uma das feiras de ciências habilitadas. “Para nós, ter sido selecionado para expor nosso projeto é uma grande conquista. É como se eu estivesse participando de uma Copa do Mundo, representando o nosso país”, compara o estudante.

A participação em eventos científicos tem sido uma oportunidade que Thallisson considera fundamental para seu desenvolvimento educacional. “A gente sabe que para que um trabalho de pesquisa avance, além dos resultados obtidos, é importante divulgá-lo e ter a avaliação de outras pessoas e é esta oportunidade que estamos tendo ao participar de eventos como este, quando ocorre também muita troca de informação”.

Leia mais:   Lavouras de café em Carlinda atingem uma produtividade média de 60 sacas por hectare

Lecticia conta que eles ainda estão concorrendo à premiação da Febrace na área de Agrárias. “Estamos torcendo para que a próxima sexta-feira (22) eles voltem vitoriosos para Mato Grosso”.

Febrace

Participam da Febrace estudantes do ensino fundamental, no ensino médio e técnico de instituições públicas e privadas de todo o Brasil. São inscritos projetos individuais ou em grupos de até três pessoas, com a participação de um professor orientador. Os projetos enquadram-se nas áreas das Ciências (Exatas, da Terra, Biológicas, da Saúde, Agrárias, Sociais e Humanas) e Engenharia.

Os critérios utilizados para a seleção são criatividade e inovação; conhecimento científico do problema; maneira como foram levantados os dados e conduzido o projeto; profundidade da pesquisa e clareza de apresentação na documentação do projeto.

Durante a mostra, os estudantes são avaliados por 300 professores mestres e doutores, que identificam os primeiros, segundos e terceiros lugares de cada categoria. Os ganhadores serão contemplados com troféus, medalhas e certificados.

Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Polícia Militar troca de comando em Nova Mutum

Publicado

A Polícia Militar fará nesta sexta-feira (22) a passagem de comando do 14ª CR, em Nova Mutum (a 264 quilômetros de Cuiabá). Em lugar do tenente-coronel Claudio Fernando Carneiro Souza, assumirá o coronel Marcos Vieira da Cunha. A cerimônia de troca será às 10 horas, no Auditório do Sindicato Rural do município, região central.

Serviço

Evento: Troca de comando em Nova Mutum

Data: 22/03 (sexta-feira)

Horário: 10h

Local: Sindicato Rural de Nova Mutum, Avenida dos Canários, nº 841, centro.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Leia mais:   Silvio Fávero quer isenção de Guia de Trânsito Animal às APAE’s
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana