conecte-se conosco


Destaque

Dr. Leonardo destina recurso para compra de EPIs para ACS e ACE de Cáceres

Publicado

O deputado federal Dr. Leonardo destinou R$ 1.444.016,00 para a Prefeitura de Cáceres adquirir equipamentos para os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Combate às Endemias (ACE) e profissionais da Vigilância Sanitária que estão na linha de frente do combate a pandemia de Covid-19, e custear o tratamento de pacientes que precisam ser entubados no Pronto Atendimento Municipal (PAM). Deste total, serão usados R$ 1,2 milhão na compra máscaras, macacão, óculos de proteção, luvas, botas e uniforme para os ACS, a pedido do parlamentar, que é presidente da Frente Parlamentar Nacional em Defesa dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias.

 

Já para custear tratamentos no PAM serão usados os outros R$ 244 mil. A unidade de saúde conta com duas Cápsulas Vanessa de Ventilação Não Invasiva (VNI), que são considerados leitos de estabilização para evitar uma entubação precoce dos pacientes e aumentar a chance de sobrevivência dos pacientes. A cápsula também serve para proteger os profissionais da saúde. “O profissional da saúde precisa ser protegido nessa pandemia. Os ACS tem feito papel importantíssimo de conscientização da população em relação ao coronavírus e, com isso, acabam muito expostos ao vírus”, afirmou Dr. Leonardo.

 

Os recursos, que foram conseguidos a partir de articulação do parlamentar, foram repassado pelo Governo Federal na semana passada, e podem ser conferido no  Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (SIAFI). Também podem ser verificado através da ordem bancária 2020OB815792. “Se conseguirmos evitar que os pacientes precisem ir para UTI podemos conseguir salvar mais vidas e é por isso que estou buscando recursos para custear o tratamento. O objetivo é salvar o máximo de vidas possível”, disse o parlamentar domiciliado em Cáceres.

 

O prefeito Francis Maris, reforçou a importância da atuação do deputado Dr. Leonardo, seja destinando recursos, seja através da votação para a chegada de verbas, para que Cáceres consiga enfrentar a pandemia. “Que Deus abençoe e proteja o Dr. Leonardo para que ele possa continuar trablahando em Brasília por Cáceres e pela Região”, afirmou o prefeito.

 

A vice-prefeita Eliene Liberato também ressaltou a parceria entre o parlamentar e a Região Sudoeste e Oeste de Mato Grosso. “Essa atenção que o Dr. Leonardo dá a Cáceres só um cacerense daria. Essa é a importância do município e da Região terem um representante que trabalho pensando em nós”, disse a vice- prefeita.

Da assessoria

Comentários Facebook
Leia mais:   Podemos: oficializa a pré-candidatura do médico Sérgio Arruda para disputar a prefeitura de Cáceres

Destaque

Cáceres implanta atendimento às vítimas por aplicativo de mensagens

Publicado

O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Cáceres acaba de lançar um novo canal para atendimento preliminar às vítimas de violência doméstica e familiar na cidade, em parceria com a Polícia Militar.

Trata-se do número (65) 99981-5578, disponível para mensagens via WhatsApp.

A nova ferramenta atende a uma reivindicação do Ministério Público do Estado de Mato Grosso e da Delegacia da Mulher do município.

Além do atendimento e acolhimento das vítimas, o WhatsApp poderá ser utilizado para denúncias de violência contra a mulher, 24 horas por dia.

A plataforma digital ganha uma importância ainda maior durante a pandemia do Novo Coronavírus. Isso porque no período de confinamento, com agressores e vítimas sob o mesmo teto em tempo integral, a busca por outros canais de denúncia tende a diminuir, uma vez que a vítima não consegue pedir ajuda reservadamente.

Outras cidades – Conforme a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), algumas Delegacias Especializadas de Defesa da Mulher também criaram canais para denúncias e atendimento psicológico pelo serviço de WhatsApp, em função do período de isolamento social. Em Cuiabá, o número disponibilizado para mensagens é (65) 99973-4796, e em Várzea Grande é o (65) 98408-7445.

Leia mais:   Técnicos estão produzindo relatória sobre logística e porto de Cáceres

Dados – Levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) divulgado em junho deste ano aponta redução dos registros de crimes nas Delegacias de Polícia e crescimento das denúncias telefônicas no país, nos meses de março e abril de 2020, comparados ao mesmo período do ano passado. Em Mato Grosso, nesse período o número de registros de lesão corporal dolosa caiu 16,7%, enquanto o número de feminicídios aumentou 150%. Os dados da pesquisa podem ser conferidos aqui.

Por Assessoria
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Governo Federal recupera quase R$ 110 milhões de auxílio emergencial indevido

Publicado

O governo federal recuperou R$ 109,1 milhões em devoluções do auxílio emergencial, de acordo dados divulgados nesta sexta-feira (7) pelo Ministério da Cidadania.

Mais de 115 mil pessoas que receberam o benefício não se enquadravam nas regras e, por isso, devolveram os recursos. Foram registradas 89,1 mil devoluções por civis e outras 26,2 mil por militares.

Dos 65,8 milhões de beneficiários, apenas 0,44% não se encaixam nos critérios da lei. O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, diz que a quantidade de devoluções é significativa.

Leia também – ‘Como pode trabalhador pagar 27,5% e empresário zero?’, questiona Guedes

“O número de devoluções é muito significativo e expressivo, mas na verdade tivemos uma ação importante que resultou de um acordo com a Controladoria-Geral da União, que foi a transparência ativa, um conceito de combate à falha e à corrupção muito importante”, afirma Lorenzoni.

Como devolver o auxílio emergencial?

De acordo com a pasta, as devoluções podem ser feitas pelo site oficial. Ao entrar no site, é preciso inserir o CPF do beneficiário. Com as informações preenchidas, a plataforma vai emitir uma GRU (Guia de Recolhimento da União) e o cidadão poderá fazer o pagamento nos canais de atendimento do Banco do Brasil, como internet, terminais de autoatendimento e caixas eletrônicos.

Leia mais:   Técnicos estão produzindo relatória sobre logística e porto de Cáceres

Como denunciar

O canal para registro de denúncias de fraudes é o sistema Fala.Br (Plataforma integrada de Ouvidoria e Acesso à Informação da CGU).

Para falar com a ouvidoria, você deve fazer uma manifestação de denúncia, que serve para comunicar ocorrências de ato ilícitos ou irregularidades.

Adicionalmente, o Portal da Transparência traz a relação pública de todos aqueles que receberam o auxílio emergencial, no seguinte endereço eletrônico. Há pesquisa por estado, município e mês. A ferramenta também permite busca por nome e CPF ou pelos telefones 121 ou 0800 – 707– 2003.

R7 Noticias

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana