conecte-se conosco


Policial

Disque denúncia é ampliado para nove municípios de Mato Grosso

Publicado

Hérica Teixeira | Sesp-MT

Nove delegacias do Estado receberam o sistema de armazenamento do disque denúncia do 197. Anteriormente, somente Cuiabá e Várzea Grande detinham desta ferramenta. No interior, as denúncias eram armazenadas de forma manual. O incremento foi efetivado na segunda quinzena do mês de março deste ano e vai possibilitar um melhor gerenciamento e checagens das informações recebidas. Qualquer cidadão pode denunciar nos canais de emergências das forças de segurança e a identidade é mantida em sigilo.

Os municípios contemplados são Barra do Garças, Campo Verde, Chapada dos Guimarães, Juína, Tangará da Serra, Sinop, Sorriso, Lucas do Rio Verde e Nova Mutum.

Dados da gerência operacional do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) apontam que em Cuiabá e Várzea Grande, no período de janeiro de 2004 a 30 de junho de 2019, os números 197 e 181 receberam mais de 107 mil denúncias.

Já no primeiro semestre de 2019 foram 3.637 denúncias. Dentre os crimes mais denunciados está o tráfico de drogas, com 1.587 chamados, seguido de uso ou porte de droga (214), roubo (152), homicídio (125), furto ou roubo de veículos (113), fugitivo (152), formação de quadrilha (155), dentre outros.

Leia mais:   Polícia Civil prende homem por uso de documentos falsos e contrabando

A gerente operacional do disque denúncia 197, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), Daise Beckmann Morel Luck, enfatiza que meta é expandir a ferramenta para todas as delegacias do Estado.

“Esse trabalho faz parte da política de ampliação de tecnologia para os municípios. O objetivo da instalação deste software é diminuir o tempo resposta das ações criminosas e auxiliar nas operações policias em Mato Grosso”, ressalta.

Além do disque denúncia 197, o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) é responsável pelo recebimento das chamadas de emergência da Polícia Militar (190), Corpo de Bombeiros (193), chamadas de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana (118), Defesa Civil (199), Guarda Municipal (153) e denúncias de violência contra a mulher (180). A central também coordena o envio de pessoal e viaturas ao atendimento das ocorrências e o videomonitoramento.  

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Irmãos acusados de homicídio e ocultação de cadáver são presos em Poxoréu

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Dois irmãos envolvidos em crimes de homicídio e ocultação de cadáver, ocorridos no ano de 2018, em Poxoréu (251 km ao Sul de Cuiabá) tiveram mandados de prisão cumpridos, na quinta-feira (05.12), em ação integrada da Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar, no município.

Os suspeitos, Raimundo Nonato da Cunha Nascimento, 32 e José Carlos da Cunha, 30, estavam com as ordens de prisão decretadas pela justiça pelo homicídio que vitimou, Humberto Avelino de Souza, de 28 anos, no distrito de Paraíso do Leste, em Poxoréu.

O corpo da vítima foi localizado no dia 11 de novembro de 2018, quando a equipe da Polícia Civil recebeu denúncia referente a ocultação de corpo, no distrito. Identificados como autores dos crimes de homicídio e ocultação de cadáver, os suspeitos tiveram as ordens de prisão decretadas pela justiça.

Os mandados de prisão contra os irmãos foram cumpridos, na quinta-feira (05), em trabalho integrados das equipes da Polícia Civil e Militar. O suspeito José Carlos teve a ordem de prisão cumprida nas dependências do fórum de Poxoréu, quando se apesentava para uma audiência.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre prisão contra autor de diversos crimes na capital

O suspeito, Raimundo, foi localizado em uma residência no bairro Lagoa, onde teve o mandado devidamente cumprido.

Após as providências de praxe, os irmãos passaram por audiência de custódia e aguardam para serem encaminhados para a Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa (Mata Grande), em Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá).

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre prisão contra autor de diversos crimes na capital

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Após dias de monitoramento, policiais civis da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) realizaram a prisão do homicida, Mateus Rodrigues de Paula, 34, na noite de segunda-feira, (25.11), na capital. O suspeito, que possuí extensa ficha de antecedentes por atuação em diferentes crimes, estava com a ordem de prisão expedida pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá.

Segundo as investigações, Mateus trabalha como jardineiro e é considerado criminoso contumaz de extrema periculosidade, respondendo a processos por roubo qualificado, associação criminosa, furto qualificado, homicídio qualificado e condenado pela justiça a mais de 22 anos de reclusão.

Como sabia do mandado de prisão em aberto, o procurado vinha tomando uma série de precauções, usando diferentes locais para pernoitar, intercalando sua estadia nos endereços, raramente sendo visto em locais públicos e fazendo uso de diferentes veículos para se deslocar pela cidade, ora em carros de passeio, ora em motocicletas.

O procurado contava com apoio de familiares para se esconder da Polícia, o que dificultou o trabalho de monitoramento, busca e captura do alvo. Dias atrás, o suspeito conseguiu escapar de uma investida dos policiais, quando ao ser abordado empreendeu fuga para uma região de mata densa na Capital.

Leia mais:   Polícia Civil cumpre prisão contra autor de diversos crimes na capital

A prisão do suspeito, realizada pela equipe de policiais da Polinter, ocorreu na noite de segunda feira, na estrada do Coxipó do Ouro em uma região de chácaras e condomínios. Após ser detido, o preso foi conduzido a sede da Polinter, onde confessou a participação em roubo de caminhonetes e também no roubo a uma joalheria do Shopping Três Américas, na capital.

De acordo com o suspeito, havia planos e tratativas para outros crimes, como o roubo de malote de valores em assalto a carro-forte, que seria realizado nos próximos dias nas dependências de um Shopping Center da Capital. O preso será conduzido nesta terça-feira para Audiência de Custódia no Fórum Criminal da Capital devendo permanecer a disposição da justiça até posteriores determinações.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana