conecte-se conosco


Política

Delegado Claudinei cobra calendário de pagamento dos servidores e outras demandas

Publicado

Foto: SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS

Após a presença do governador do estado de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), na última quarta-feira (10), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), para apresentar um panorama do Estado nos últimos 15 anos, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) se reuniu com o secretário-chefe da Casa Civil do estado de Mato Grosso, Mauro Carvalho, no Palácio Paiaguás, para obter alguns esclarecimentos e discutir assuntos relacionados ao serviço público.

O governo de Mato Grosso, em fevereiro, definiu um calendário para o pagamento salarial de forma parcelada aos servidores públicos, aposentados e pensionistas. Um dos motivos para essa decisão foi o decreto de estado de calamidade financeira, que é uma medida aplicada para amenizar as dívidas obtidas pela administração anterior e, assim, equilibrar as contas do Estado. “Sobre a previsão de quando seria o pagamento integral, o Mauro me posicionou que seria para o segundo semestre. Então, a partir de julho a agosto, pode ser regularizado o pagamento até o dia 10. É só no executivo, pois o pagamento dos outros poderes está sendo feito em dia”, comenta Claudinei.

Em referência ao decreto, também foi discutido o Reajuste Geral Anual (RGA). “Ele (Mauro) falou que não por agora, mas acredita que quando melhorar a situação financeira pode começar a regularizar o RGA do servidor público do Executivo, observando o novo empréstimo aprovado pela Assembleia Legislativa”, ressalta o deputado.

Leia mais:   Sétima reunião da CCJR analisa 13 matérias

Segurança pública – O deputado aproveitou a oportunidade para falar sobre a posição dada pelo governo estadual sobre o fechamento das delegacias de 16 municípios do Estado até o final deste mês. O parlamentar informou que instituiu um grupo de trabalho para realizar o levantamento de informações relativas às unidades que serão fechadas. Logo que concluído, será feito um relatório com dados sobre a infraestrutura, parcerias existentes com entidades para apoio financeiro, efetivo de pessoal, a distância entre as delegacias que irão atender as unidades policiais a serem desativadas, bem como as condições das vias terrestres.

“Estamos mantendo contato com autoridades, delegacias, associações e lideranças locais, entre outros públicos que são contrários ao fechamento das delegacias. Pretendemos finalizar o relatório na próxima semana e contribuir com o governo no que for preciso, principalmente em futuras decisões quanto à isso”, esclarece o deputado.

As reclamações recebidas por policiais quanto às progressões de carreira, que garantem a mudança do nível de carreira, foi outro ponto discutido na reunião. “Os servidores que já têm direito de subir de classe não estão conseguindo, devido ao decreto de calamidade. Mauro Carvalho vai confirmar com outros secretários de Estado e irá me posicionar sobre as progressões que não são só na área da segurança, como em outros setores públicos que estão prejudicados”, esclarece.

Leia mais:   MOVIMENTO VACINA BRASIL - Dr. Leonardo alerta para perigo do movimento antivacina

A nomeação dos aprovados no concurso público para delegado e aos cargos de nível superior especializado já realizado no Estado, como, também, a contratação de investigadores e escrivães para Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC-MT) foram também tratados no encontro.

Escola Militar Tiradentes – Mauro mostrou bastante interesse, no momento que o deputado estadual explicou sobre a parceria com os municípios para a instalaçãod e escolas militares. O deptuado contou da visita realizada na obra da Escola Militar Tiradentes, em Jaciara (MT), no último dia (9). O próprio secretário Mauro considerou que as inaugurações de novas instituições educacionais já poderiam contar com este sistema de ensino. “Hoje, os professores não são respeitados e chegam a ser agredidos por parte dos alunos. É necessário ter disciplina e ética. Isso vai ajudar para que os alunos tenham um crescimento, não só educacional e intelectual, mas um crescimento moral. Por isto, sou favorável à implantação de escolas militares no Estado e no país todo”, destaca Claudinei.

Mauro Carvalho vai levar e discutir com o governador as demandas apresentadas pelo deputado Delegado Claudinei e uma nova reunião deve ser agendada em breve.

Comentários Facebook

Política

MOVIMENTO VACINA BRASIL – Dr. Leonardo alerta para perigo do movimento antivacina

Publicado

O deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade) fez um alerta para o aumento dos movimentos antivacina, durante lançamento da 17ª Semana de Vacinação nas Américas, em Cuiabá, na segunda-feira (22). De acordo com ele, que é médico, é preciso iniciar um contramovimento como uma resposta à atitude que pode estimular o reaparecimento de surtos de doenças tidas como erradicadas, como o sarampo.

“Várias doenças que eu nunca havia visto, somente estudado em livros, como sarampo, coqueluche, difteria, tétano, estão voltando. Esses dias, o Estados Unidos entrou em estado de alerta pelo retorno do sarampo. São doenças evitáveis, que são prevenidas com a vacinação, mas que estão retornando devido ao avanço de movimentos antivacina”, afirmou Dr. Leonardo.

O evento contou com a presença do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, da bancada federal, do governador Mauro Mendes, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, a da presidente da Assembleia Legislativa, deputada Janaína Riva, além de outras autoridades.

Seguindo o parlamentar, um dos maiores vetores do aumento desses movimentos é a difusão das chamadas “fake news”, informações falsas, através das redes sociais. Pessoas têm deixado de vacinar os filhos por acreditarem que esse tipo de prevenção seria prejudicial à saúde.

Leia mais:   Comitiva de parlamentares reivindicam a pavimentação da MT-241

No Brasil, a cobertura de vacinação caiu nos últimos anos. No caso do sarampo, surtos foram identificados no Amazonas, Roraima, Rio Grande do Sul, Rondônia e Rio de Janeiro. Em Manaus, um bebê de sete meses morreu depois de ter febre, manchas na pele, tosse e coriza.

Na Venezuela, país vizinho, houve uma queda abrupta na imunização da população devido aos problemas político econômicos, tendo vários focos de Sarampo. O Ministério da Saúde também alertou sobre o alto risco de retorno da poliomielite em pelo menos 312 cidades brasileiras, por conta da baixa adesão à imunização, com apenas 50% das crianças vacinadas em 2018.

CÂMARA FEDERAL – Em seu primeiro mandato no Congresso Nacional, Dr. Leonardo tem atuado nas questões relacionadas ao fortalecimento da saúde pública. É membro da Frente Parlamentar da Saúde, Frente Parlamentar da Medicina e presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Endemias.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Projeto de lei atualiza normas para traslados de restos mortais dentro do estado

Publicado

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Foi pensando nisso, e depois de receber algumas demandas com reclamações sobre o translado intermunicipal, que o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, apresentou o Projeto de Lei nº 421/2019. Conforme o parágrafo único do projeto, “fica vedada a garantia de exclusividade da prestação de serviços de translado intermunicipal em virtude da localização da empresa que o realize”, diz o texto.

O que ocorre é que atualmente o transporte intermunicipal de corpos é limitado, impossibilitando a família de buscar uma alternativa logística, levando em conta as condições financeiras de quem contrata os serviços. Para o deputado Nininho, a cobrança da população é legítima e válida, especialmente em se tratando de situações que carecem de atenção e compreensão sentimental.

“O momento da perda de um ente querido já é difícil por si só, tornar a situação cômoda para familiares e amigos na hora de contratar o serviço de traslado ajuda, porque, com a opção de negociar o preço do serviço de transporte certamente facilita e baixa os custos fúnebres para as famílias”, explicou o parlamentar.

Leia mais:   Prefeito em MT vira réu por desviar energia de prédio público para obra própria

Confira o PL na íntregra no link  http://www.al.mt.gov.br/storage/webdisco/cp/20190322093459561000.pdf

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana