Connect with us

Renê Júnior dará nesta quinta-feira um passo importante no recomeço da carreira. Foi um processo que teve início em 2015 no Corinthians e que ele espera consolidar a partir de agora na Ponte Preta. Justamente os dois times que estarão no gramado de Itaquera pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Da recuperação de uma lesão no púbis no Timão à nova chance na Macaca, o volante será relacionado pela primeira vez para uma partida em quase um ano. 

VEJA TAMBÉM:
> Contra Corinthians, Ponte vai para o quarto jogo seguido com o mesmo time

Renê Júnior, volante Ponte Preta (Foto: Carlos Velardi  / EPTV)Contra Timão, Renê Júnior ficará à disposição pela primeira vez no retorno à Ponte Preta (Foto: Carlos Velardi / EPTV)

– A ansiedade é muito grande, mas é uma ansiedade muito boa, gostosa. Poder voltar a sentir o clima de um jogo, de jogar uma partida importante, sentir de perto o calor da torcida. É importante para mim retornar ao futebol brasileiro, e sentir todo esse clima que envolve uma partida de Brasileirão. É muito diferente quando você atua fora do Brasil, porque os torcedores lá são um pouco mais frios e aqui a paixão sempre fala mais alto. Estou animado para ser relacionado pela primeira vez e tentar ajudar a Ponte. Ser relacionado, mesmo que seja para entrar por alguns minutos, já é motivo de comemoração para mim – afirmou o jogador, de 26 anos. 

Sei da minha importância para o grupo. Tenho consciência que estou voltando agora e respeito muito meus companheiros. Mas decidi retornar à Ponte para voltar a jogar. Abri mão de muita coisa para estar aqui novamente e espero ter uma passagem vitoriosa 
Renê Júnior, volante da Ponte

Renê não atua oficialmente desde o fim de maio da temporada passada, quando ainda estava no Guangzhou Evergrande, da China. Depois disso, passou por uma cirurgia em junho e ficou em tratamento no Corinthians até o fim de setembro, sob os cuidados do departamento médico alvinegro.

Durante esse período, houve interesse do Timão em ficar com o jogador, mas os chineses não liberaram. Sem o acordo, ficou a gratidão pela estrutura e pelo apoio oferecidos. 

– Devo muito a eles (profissionais do Corinthians) por todo o tratamento que me deram durante o período que estive lá. A atenção que o Grava (Joaquim Grava, médico do clube) teve comigo quando me operou, a dedicação de todos na fisioterapia. Existe uma gratidão por tudo que fizeram por mim. Acabou não dando certo o acordo naquela época com o Corinthians, porque não chegaram a um entendimento com o meu clube na China, mas, se naquela época não aconteceu, é porque algo melhor estava guardado para mim aqui na Ponte.

SAIBA MAIS:
> Ponte volta a Itaquera com receio de arbitragem após polêmica no Paulista

Se o Corinthians abriu as portas para a recuperação, a Macaca acolheu Renê para dar uma nova chance. Ele também estava na mira de Atlético-MG e Fluminense. É a segunda passagem do atleta pelo Majestoso – a primeira foi em 2012. Chegou no começo de abril com status de um dos principais reforços para o Brasileiro, mas de lá para cá apenas treinou.

Rene Junior Uendel Corinthians (Foto: Divulgação)No Corinthians, Renê reencontrou Uendel, com quem jogou na Ponte (Foto: Divulgação)

Pela diferença de carga e ritmo em relação ao futebol chinês, além do tempo inativo, sentiu o desgaste muscular e demorou para aperfeiçoar a forma física. Recebeu cuidados especiais e só foi liberado para reestrear agora. Em boas condições, começa a caminhada para buscar um espaço entre os titulares. Com Matheus Jesus e João Vitor em alta, entra na fila, à espera de uma oportunidade. Pela carência no setor – contra o Palmeiras, o zagueiro Tiago Alves precisou ser improvisado como volante no fim do segundo tempo, Renê Júnior é o primeiro da fila. 

– Sei da minha importância para o grupo. Tenho consciência que estou voltando agora e respeito muito meus companheiros. Mas decidi retornar à Ponte para voltar a jogar. Abri mão de muita coisa para estar aqui novamente e espero ter uma passagem vitoriosa. Sei do meu potencial, das minhas qualidades e acredito que, estando 100%, terei muito para ajudar a Ponte neste ano. Respeito os companheiros, mas vou trabalhar para conquistar minha posição entre os titulares. Estou me sentindo bem como há muito tempo não me sentia. Treinei bem nos últimos dias, o corpo está zerado, sem dor, e estou preparado para voltar a entrar em campo – concluiu Renê. 

Veja as informações do próximo jogo da Ponte:
Adversário: Corinthians 
Local: Arena Corinthians, São Paulo
Data e horário: quinta-feira, 11h (horário de Brasília)
Escalação provável: João Carlos, Jeferson, Douglas Grolli, Kadu e Reinaldo; João Vitor, Matheus Jesus e Ravanelli; Felipe Azevedo, Clayson e Wellington Paulista
Desfalques: Elton (lesionado) e Pottker (documentação)
Transmissão: Premiere, Premiere HD e PFCI (Jota Júnior e Maurício Noriega)
Arbitragem: Elmo Alves Resende Cunha (GO), Fábio Rogério Baesteiro (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

Fonte: Globo Esporte

Comentários Facebook

Entretenimento

Eclipse lunar traz ‘Lua de sangue’ no domingo (15); saiba mais

Published

on

No próximo domingo (15), acontecerá o primeiro eclipse lunar de 2022. Será um eclipse do tipo total, que ocorre quando a Lua cheia se move para a chamada sombra umbral profunda da Terra (parte mais interna e escura). Isso ocorre porque nosso planeta passa em frente à luz solar enviada para o nosso satélite natural.

De acordo com o astrofísico americano Fred Espenak, conhecido por prever eclipses, como a Lua cheia do dia 15 de maio é a chamada superlua, por estar no perigeu, o ponto mais próximo da Terra, esse eclipse será considerado uma superlua de sangue. O fenômeno, que poderá ser visto em todo o Brasil, ocorre quando a luz do sol passa pela atmosfera terrestre, mas desvia pelos comprimentos de onda para refletir de forma avermelhada na Lua.

Diagrama da sombra do eclipse lunar do dia 15 de maio. (Fonte: NASA/Divulgação.)Fonte:  NASA 

Quando acontecerá o eclipse total da Lua no domingo?

Conforme o perfil Astronomiaum no Twitter, nas cidades com fuso horário de Brasília, o eclipse lunar de domingo terá início às 22h32, e terá o seu ápice na madrugada de segunda-feira (16) à 1h11, com o término ocorrendo às 3h51. Além do Brasil, a Lua de sangue poderá ser vista também nos EUA e Canadá, além de partes da África e Europa.

Diferentemente do eclipse solar, que só é observável em uma área relativamente pequena do mundo, os eclipses lunares podem ser vistos em qualquer lugar no lado noturno da Terra. A sua visualização também é mais segura, pois esses fenômenos não necessitam de nenhum tipo de proteção para os olhos, pois são mais escuros do que a própria lua cheia em si.

Para quem mora em grandes cidades, e não pretende viajar para locais com baixa poluição visual para assistir ao eclipse total da Lua no domingo, será possível visualizá-lo através do canal oficial da NASA do YouTube. O telescópio da agência aeroespacial norte-americana irá iniciar a transmissão das imagens do fenômeno a partir da zero hora do dia 16 de maio, no horário de Brasília.

Para assistir, basta clicar no link acima para definir o lembrete e, na hora marcada, acompanhar os detalhes em alta resolução.

Fonte: https://www.tecmundo.com.br/ciencia/238420-eclipse-lunar-traz-lua-sangue-domingo-15-saiba.htm

Comentários Facebook
Continue Reading

Brasileirão Série A

Em Minas, Cuiabá perde para o líder Atlético-MG e cai invencibilidade

Published

on

A Gazeta

Após 12 jogos sem derrotas fora de casa pelo Campeonato Brasileiro, o Cuiabá perdeu a longa invencibilidade que acumulava na série A para o líder Atlético-MG neste domingo (24), em Belo Horizonte, pela 28ª rodada do Brasileirão. O galo venceu por 2 a 1 e pôs fim a longa série do auriverde sem derrotas longe de casa.

O Dourado continua com 35 pontos, em décimo lugar na tabela de classificação. O Galo, por sua vez, chegou aos 59 tentos e é mais líder do que nunca.

A mil por hora, assim começou o início do jogo entre Cuiabá e Atlético-MG no Mineirão. Logo aos 2 minutos, Nathan Silva, contra, inaugurou o marcador em recuo infeliz para Everton, que viu a bola entrar lentamente no gol. Aos 4, Hulk, dentro da pequena área, deixou tudo igual após jogada ensaiada de escanteio.

O time mineiro conseguiu a virada com Jair, que completou de cabeça para as redes após assistência de Guilherme Arana.

No início da etapa final, Hulk marcou o terceiro para o Atlético, mas o gol foi anulado após a arbitragem pegar um toque de mão do atacante. Daí em diante o Atlético continuou pressionando, mas sempre parando nas defesas seguras do goleiro Walter.

À medida que o relógio foi passando, o Atlético deixou o Cuiabá mais a vontade para trabalhar com a bola e passou a contar com os contra-ataques. O Dourado martelou, porém não conseguiu criar chances claras de gol.

O próximo compromisso do Cuiabá no campeonato brasileiro é contra o Red Bull Bragantino no dia 1º de novembro, na Arena Pantanal, às 19h30 (de MT.

Comentários Facebook
Continue Reading

Mais Lidas da Semana