conecte-se conosco


Esportes

Cuiabá Arsenal inicia treinos com treinador e quarterback americano

Publicado

Governo do Estado anuncia que buscará forma de colaborar financeiramente com associações esportivas como o Cuiabá Arsenal

O Cuiabá Arsenal realizou duas atividades que marcaram o início da temporada 2019 nesse fim de semana, fez uma reunião para apresentar o clube aos novos jogadores, nesse sábado (09), com presença do novo treinador e quarterback, o americano Thomas Anthony Kudyba e o secretário adjunto de esporte do estado, Jefferson Neves, no auditório da Arena Pantanal, e fez o primeiro treino físico do ano, nesse domingo (10.03), no campo do Ginásio do Quilombo, em Cuiabá.

Reunião

A reunião apresentou um pouco da história do Cuiabá Arsenal, que começou em 2006, passou por dois títulos nacionais (2010 e 2012) e dois estaduais (2015 e 2016), formou jogadores para as seleções mato-grossense e brasileira, exportou atletas para o mundo, além de títulos no Flag Football, e completará 13 anos no próximo abril. Também mostrou a estrutura organizacional, como organograma da diretoria e comissão técnica, planejamento orçamentário, ações sociais e etc.

“Fizemos a reunião inaugural da temporada para expor o escopo de trabalho da Associação Atlética Cuiabá Arsenal e motivar os atletas a buscarem um objetivo maior, como se tornarem pessoas melhores pelo esporte e a conquistarem outro título nacional. Temos um calendário repleto de jogos e ações. E, neste ano, faremos a Temporada da Reconquista, onde repatriaremos atletas nossos que estão em outros times”, planeja o atual presidente, Denevaldo Barbosa Junior.

Um dos principais fundadores e primeiro presidente do Cuiabá Arsenal, Orlando Ferreira Junior, foi um dos palestrantes na reunião inaugural. Ele contou estórias antigas e aventuras de viagens, sobre as dificuldades que enfrentavam na época e que algumas foram superadas atualmente e contou sobre qual caminho precisa ser percorrido para o grupo alcançar um novo título nacional. Falou sobre como cada indivíduo precisa crescer pessoalmente, abdicar e trabalhar em equipe.

“O número de vezes que os atletas vão querer desistir é inimaginável. Precisarão superar inúmeras provas diárias. Vão enfrentar três principais problemas durante a temporada: Falta de tempo, falta de dinheiro e distrações. Todos terão que lidar com isso e só tem uma solução, foco. Foco é a arte de dizer não. Todos precisam dizer não para várias coisas com o objetivo de economizar energia. A energia é o tempo, o dinheiro e a atenção necessária para colocar naquilo que designou como foco”, explica o fundador e ex-presidente, Orlando Ferreira Jr.

O secretário adjunto de Esporte e Lazer do Estado de Mato Grosso, Jefferson Neves, esteve presente na reunião inaugural, nesse sábado (09), no auditório da Arena Pantanal, e declarou sobre como a Associação Atlética Cuiabá Arsenal (AACA) é vista de forma positiva pelo governador, Mauro Mendes. Segundo ele, entidades bem organizadas e com o mesmo espírito de tocar o esporte, como o Cuiabá Arsenal, são vistas como grandes parceiras e que serão valorizadas.

“Temos a visão de que o esporte é um transformador da sociedade e o Cuiabá Arsenal tem essa característica. Além do time principal, ele faz trabalho de base e desenvolve os atletas com preparação física, mental e social. E isso faz com que nos motivemos a tê-los como parceiros. Entendemos que o esporte precisa de dinheiro, ainda não temos definida a quantidade, pois o orçamento ainda está fechado, mas sabemos que essas iniciativas precisam ser valorizadas e, dentro da nossa possibilidade financeira, iremos contribuir”, conclui o secretário, Neves.

Primeiro Treino

O primeiro treino foi comandado pelo treinador e quarterback, Thomas Anthony Kudyba, ou apenas ‘Tom Kudyba’, um americano nascido em Chicago (Illinois – EUA), 34 anos, com experiência internacional no futebol americano, e que possui longo histórico de relacionamento com o Cuiabá Arsenal. Ele fez parte da turma que ganhou o brasileiro em 2010, passou outras vezes pela equipe cuiabana e, mais recentemente, coordenador de ataque e quarterback do Arsenal em 2017.

“Explicamos sobre a cultura do futebol americano e do Cuiabá Arsenal, quais os objetivos, as metas e a filosofia para eles ficarem mais preparados para sermos campeões. Tivemos cerca de 80 jogadores no primeiro treino, temos uma boa mistura de veteranos, que participaram dos títulos nacionais de 2010 e 2012, com novatos. E destacamos sobre a necessidade do sacrifício diário, individual e coletivo, para alcançarmos outro título”, diz o treinador e quarterback, Kudyba.

Tom Kudyba foi considerado o atleta mais valioso (MVP – Most Valuable Player) na final do título brasileiro de 2010, quando jogou pelo Cuiabá Arsenal na vitória contra o Coritiba Crocodiles por placar de 49 a 21, em 18 de dezembro de 2010, em Embu das Artes (SP). Além disso, foi MVP e campeão finlandês em 2008 e jogou futebol americano no ensino médio e faculdade nos EUA. Hoje é casado com uma cuiabana, naturalizado brasileiro e com domicílio em Cuiabá-MT.

“Foi em 2013 que conheci minha esposa, Maria Fernanda, em Cuiabá. Me senti diferente com ela e passamos a nos relacionar. Naquela época fiquei pouco tempo por aqui, retornei para os EUA e mantivemos contato pela internet. Depois nos reencontramos na minha cidade em 2015, em Chicago. Retornei neste ano para cá, casamos no cartório no mês passado, vamos organizar uma cerimônia no religioso e moraremos aqui por pelos menos dois anos”, contou o treinador.

O Cuiabá Arsenal está com 145 jogadores masculinos e 25 femininos e disputará o Campeonato Brasileiro de Futebol Americano, o Campeonato Mato-grossense de Futebol Americano, o Circuito Brasileiro de Flag Football, nas categorias masculino e feminino, e fará um ou dois amistosos em maio. E, segundo um dos atletas que entrou na peneira deste ano, Francisco Alonso, de 16 anos, a reunião inaugural e o primeiro treino serviram para elucidar dúvidas e motivar.

“Estava muito confuso sobre o time. Não sabia que competições disputaríamos e quais eram os objetivos, mas a reunião de sábado esclareceu tudo. Agora sei o que faremos, como faremos e quando faremos. Tivemos o primeiro treino no domingo, sei como funcionarão e estou empolgado. Achei o treino bastante intenso, pensei em desistir, mas vi meus colegas quase morrendo de cansados e mesmo assim dando 100% e então decidi seguir em frente”, concluiu Alonso.

Parceiros

O Cuiabá Arsenal tem patrocínio do Sicredi (Sistema de Crédito Cooperativo), da Unic (Universidade de Cuiabá), Sorveteria Nevaska, GTX Sports, Sinepe-MT (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de Mato Grosso) e da Rodrigo Auto Center. Tem apoio da Academia Phidias, Academia Meta Fitness, Influx Escola de Idiomas, FCS Comunicação, Squad65 Crossfit e Prefeitura de Cuiabá. E os pontos de vendas de ingressos são: Futeboll Mania, Nutri Mundo Suplementos e Sarate Suplementos. Mais informações na página no Facebook.

Texto e fotojornalismo: Junior Martins

Comentários Facebook

Esportes

Torcedores violentos não entrarão no Brasil durante a Copa América

Publicado

Torcedores estrangeiros envolvidos em episódios de violência não poderão entrar no Brasil durante o período da Copa América 2019, que começa no dia 14 de junho, com a partida entre as seleções do Brasil e da Bolívia, no Estádio do Morumbi, em São Paulo, e vai até o jogo final no dia 7 de julho, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. A decisão consta de portaria do Ministério da Justiça e Segurança Pública publicada na edição desta segunda-feira (13) do Diário Oficial da União.

De acordo com o documento, os órgãos de controle fronteiriço e de atividades de fiscalização migratória nos portos, aeroportos internacionais e pontos de fiscalização terrestre de migração estão instruídos a impedir a entrada no país de pessoa que conste nos sistemas de controle migratório como “membro de torcida envolvida com violência em estádios”.

 Treinadores das seleções no sorteio dos grupos da Copa América Brasil 2019, na Cidade das Artes.
Treinadores das seleções no sorteio dos grupos da Copa América Brasil 2019, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro. – Fernando Frazão/Agência Brasil

Reconhecimento facial

Para aumentar ainda mais a segurança nos estádios, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) vai utilizar o sistema de reconhecimento facial para identificação de torcedores nos seis estádios onde serão disputadas as partidas.

De acordo com o gerente de Segurança do Comitê Organizador Local da Conmebol, Hilário Medeiros, esse será o primeiro evento no Brasil a trabalhar com o reconhecimento facial.

“Vamos deixar um banco de dados que será abastecido com informações de todo o mundo. Trabalhamos em parceria com os órgãos de segurança pública e a Interpol [organização internacional que ajuda na cooperação de polícias de diferentes países] para impedir que um indivíduo indesejado, que já tenha ou possa vir a causar distúrbios, entre nos estádios e perturbe o torcedor”, explicou.

Medeiros disse que, além da utilização do sistema de reconhecimento facial para coibir a presença de vândalos ou pessoas foragidas da Justiça nos estádios, um efetivo de 10 mil agentes de segurança privada será contratado pelo Comitê Organizador Local para o policiamento dentro dos estádios.

A Copa América Brasil 2019 será disputada em cinco cidades-sede: Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, com a participação de 12 seleções, sendo dez da América do Sul: Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela; e duas convidadas: Catar e Japão.

Edição: Aécio Amado
Por Agência Brasil Brasília
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Para comemorar seus 80 anos, 2º B Fron realizará corrida pedestre

Publicado

Em 24 de Maio deste ano, o 2º Batalhão de Fronteira, denominado de “Batalhão General José Miguel Lanza”, completará 80 anos de criação. Em razão desta data importante, diversas atividades comemorativas estão sendo planejadas, e dentre elas está a 1ª Corrida do 2º Bfron que acontecerá no dia 19 deste mês.

Os participantes poderão optar por dois percursos , sendo: um de 5 km e outro de 10 km. A largada e chegada, será dentro da unidade militar.

A inscrição, para o evento custa o valor de R$ 70,00 (setenta reais). Este valor, dá direito ao kt do corredor que contém: uma camiseta, sacola personalizada, número de peito, chip para cronometragem e medalha. Haverá premiação em dinheri para os 3 primeiros colocados na categoria geral (masculino e feminino), e na categoria militar/policial (10 km).

As inscrições podem ser feitas, através dos link: https://www.morro.mt.com.br/eventos/1a-corrida-do-2o-bfron-caceres-mt-183.

Presencialmente nos seguintes locais:

– 2º B Fron: Rua XV de Novembro nº 737 – de segunda á quinta-feira, das 09h30 ás 17:00h e sexta, das 09h30 ás 12:00h.

– Jubão: Rua Padre Casemiro, nº  1.299 – de segunda a sexta-feira, das 18 ás 20h e sábado e domingo, das 10:00h ás 12:00h

Data máxima para inscrições; 16 de Maio

Entrega de kits no 2º Bfron – Dias 17 e 18/05 – das 8h as 17h

5ca3f7a9523dc.jpg

História da criação do 2º B fron

O 2º B Fron foi criado em 24 de maio de 1939, a partir da aglutinação da 2ª Companhia de Fronteira (2ª Cia Fron), sediada em Cáceres desde 1932, com a 4ª Companhia de Fronteira (4ª Cia Fron, em Cáceres desde 1937).

Em 27 de julho de 1978, foi transformado em 66º Batalhão de Infantaria Motorizado, sendo subordinado à 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, até 1994, quando volta a ter a atual denominação e subordinação.

Em 1999, numa cerimônia que ocorre tanto no Brasil como na Bolívia, recebeu a denominação histórica de Batalhão General José Miguel Lanza. Do lado boliviano, o Batalhão de Infantaria XVII, sediado na cidade fronteiriça de Guayaramerín, recebeu a denominação histórica Batalhão Marechal Luís Alves de Lima e Silva.

O coronel, Antonio Hervé Braga Júnior, é o atual comandante do 2º Batalhão de Fronteira.

Por: Redação – Luiz Garcia

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana