conecte-se conosco


Cáceres e Região

Crossfit: modalidade que ganha adeptos em Primavera

Publicado

Assim como em todo o país, Primavera do Leste também possui adeptos ao Crossfit, uma modalidade que vem crescendo a cada ano. A estudante Danielle Prestes tinha o objetivo de queimar gorduras e definição, por isso optou pela modalidade. “O crossfit é muito ativo. Fará um mês que pratico e consegui reduzir medidas. Se eu estivesse na academia também iria mudar, mas, lá você treina sozinho e no crossfit você treina em equipe, ou seja, um incentivo a mais”, conta.

Elielson Bortolanza também treina o crossfit há um ano e meio. Nesse período ele conseguiu emagrecer 30 quilos. “O crossfit mudou tudo na minha vida. Antes de iniciar era obeso, sedentário, não queria saber de nada e, uma amiga falou sobre essa modalidade mas eu não aceitei. Certo dia resolvi ir à uma academia de crossfit fazer uma aula, comecei a treinar e fui gostando cada vez mais. Não tem como parar de treinar. Vicia mesmo. Todos os dias é um novo desafio para nós”, relatou o jovem.

O coach e proprietário de uma Box de Crossfit, em Primavera, Tiago Caovilla contou que para ministrar as aulas é preciso seguir algumas regras. “Para dar aula precisa ser um educador físico formado e, passar por um curso dentro da crossfit. Nos Estados Unidos que foi onde surgiu a modalidade, a única coisa que eles exigem é que você passe em uma prova”, disse.

Ele explicou a diferença entre uma academia comum e uma Box de Crossfit. “A modalidade em si é um tipo de treinamento que une várias modalidades, como ginástica olímpica, atletismo e levantamento de peso olímpico. A maioria dos exercícios que o Crossfit usa são dessas modalidades. A principal diferença é a dinâmica dos treinamentos”, relatou Caovilla.

Leia mais:   Juba Supermercados de Mirassol D’Oeste doa cilindros de oxigênio e cestas básicas para a prefeitura e carne para a comunidade

O profissional garante que “é comprovado cientificamente que o crossfit lesiona menos do que várias outras atividades físicas”.

O QUE É O CROSSFIT? 

Crossfit é um regime de fitness desenvolvido por Greg Glassman ao longo de várias décadas.

Glassman, fundador e CEO do Crossfit, foi a primeira pessoa na história a definir a aptidão de uma forma significativa, mensurável: aumento da capacidade de trabalho em toda a ampla domínios do tempo e modais. Ele então criou um programa especificamente desenhado para melhorar a saúde e fitness.

Crossfit é movimentos funcionais constantemente variados realizados em intensidade relativamente alta.

Todos os exercícios Crossfit são baseados em movimentos funcionais, e esses movimentos refletem os melhores aspectos de ginástica, halterofilismo, corrida, remo e muito mais.

Estes são os principais movimentos da vida. Movem-se as maiores cargas mais longas distâncias, por isso são ideais para maximizar a quantidade de trabalho feito no menor tempo possível.

Atletas de Primavera do leste/Foto:Aline Olean

Atletas de Primavera do leste/Foto:Aline Olean

A intensidade é essencial para obter resultados e é mensurável como trabalho dividido pelo tempo ou energia.

Quanto mais trabalho que você faz em menos tempo, ou quanto maior a potência, mais intensa o esforço. Ao empregar uma abordagem constantemente variada à formação, movimentos funcionais e chumbo intensidade para ganhos dramáticos na aptidão.

A comunidade que espontaneamente surge quando as pessoas fazem estes exercícios juntos é um componente-chave de por que Crossfit é tão eficaz, e deu à luz a uma rede global de afiliadas Crossfit esse número mais de 11 mil.

Leia mais:   Instituto Cometa lança, nesta terça-feira campanha "Natal solidário 2021",

Aproveitando a camaradagem natural, competição e diversão de esporte ou jogo produz uma intensidade que não pode ser igualada por outros meios.

BEBÊS PODEM SIM!

Quem conhece o Crossfit sabe a quantidade de benefícios que a atividade traz para corpo e mente. E por que não trazer isso para os pequenos também?

Glassman, fundador do Crossfit, disse uma vez que “nossas necessidades não se diferem por tipo e sim por grau”.

Ou seja, todos necessitam e são capazes de realizar os mesmos movimentos, o que diferencia é a intensidade e o volume a ser aplicado para cada um. Isso pode ser facilmente traduzido para as crianças. Qualquer um que  tenha visto um grupo de crianças brincar em um parque ou no recreio da escola sabe que a corrida, o equilíbrio, as escaladas e os saltos são movimentos mais do que presentes na rotina dos nossos pequenos.

O Crossfit Kids nada mais é do que realizar todos esses movimentos de forma a aprender sua técnica correta e postura adequada.  O grande diferencial em realizar isso em um local com profissionais especializados é que, com o acompanhamento do coach, seu filho é estimulado a desenvolver suas necessidades neurológicas, cognitivas e motoras, próprias e adequadas para cada uma das idades.Além disso, as crianças vão crescer sabendo utilizar o seu corpo da forma correta ao movimentar-se e ao mover cargas. Afinal, tudo é técnica.

Fonte: Clickf5

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Ministério da Saúde atende bancada federal e enviará concentradores de oxigênio para MT

Publicado

 

Por – Jardel Arruda

Atendendo pedidos da bancada federal de Mato Grosso, o Governo Federal comunicou que enviará nos próximos dias aparelhos concentradores de oxigênio para reduzir as possibilidades de faltar o insumo necessário para atender pacientes em tratamento covid-19. A informação foi divulgada aos deputados federais e senadores de MT nesta terça-feira (20), após reiteradas solicitações para instalação de pequenas usinas de O2 nos hospitais.

Concentradores de oxigênio portátil é uma ferramenta cuja função é fornecer a oxigênio complementar para que o paciente mantenha a saturação da substância acima de 90%, o ideal para a saúde. “Informo que está em vias de ser enviado um lote de concentradores de oxigênio, equipamento que atenua a falta de cilindros, fornecendo oxigênio para consumo de pacientes leves e moderados”, informa o despacho da Assessoria Especial do Ministério da Saúde.

Para o coordenador da bancada federal de Mato Grosso, deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade), a vinda desses equipamentos mostra a força dos 11 parlamentares quando trabalham juntos e também em consonância com o governo do estado. “Mais uma vitória. As empresas de distribuição de oxigênio hospitalar comunicaram a Secretaria de Estado de Saúde, que comunicou a bancada que cobrou o Governo Federal. Com união os resultados são melhores para a população, que tanto tem sofrido com a pandemia. Também estamos cobrando insistentemente mais vacinas para Mato Grosso, porque só com a vacinação em massa vamos vencer a covid-19”, disse.

Leia mais:   Ação integrada apreende 360 kg de entorpecentes em Vila Bela da Santíssima Trindade

Dr. Leonardo ainda agradeceu o comprometimento de todos os outros parlamentares federais de MT pelo comprometimento no combate a pandemia de covid-19, os senadores Jayme Campos (DEM), Carlos Fávaro (PSD) e Welllington Fagundes (PL), e os deputados Carlos Bezerra (MDB), Juarez Costa (MDB), Nelson Barbudo (PSL), José Medeiros (PODEMOS), Rosa Neide (PT), Neri Geller (PP)  Emanuel Pinheiro Neto (PTB).

Em março, as duas principais empresas fornecedoras de cilindros de oxigênio para os hospitais de Mato Grosso comunicaram as autoridades sobre o risco do desabastecimento do insumo causado pelo aumento da demanda e complicações na logística elaborada pelo Ministério da Saúde. A bancada federal desde então tem atuado tanto propondo soluções emergenciais e definitivas para o problema ao Governo Federal, quanto cobrando decisões. Com gestão da bancada, a Força Aérea Brasileira (FAB) prestou suporte logístico, entregando emergencialmente cilindros de oxigênio para Mato Grosso e agora o Governo Federal irá enviar concentradores de oxigênio.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Infraestrutura e Logística : Agenda Regional Oeste projeta encontro entre municípios para discutir demandas

Publicado

Por – Sérgio Robertp

A importância do sistema intermodal de transportes para o desenvolvimento socioeconômico da macrorregião oeste-sudoeste de Mato Grosso, a assimilação do conceito de hinterland e a compreensão dos benefícios e da participação de cada município da área de abrangência.

Este é o tripé ideológico que embasa o planejamento de um grande debate sobre infraestrutura e logística para cerca de 30 municípios que comporão a área geográfica de influência do sistema intermodal rodo-hidroviário que está em fase de viabilização nas regiões polarizadas por Cáceres e Tangará da Serra.

Estradas que integram a macrorregião oeste-sudoeste estiveram em pauta no encontro virtual.

Uma vez agendado, o evento reunirá as lideranças políticas e empresariais dos municípios envolvidos com objetivo de definir estratégias para agilização das obras do sistema intermodal, além de identificar os benefícios de cada município de acordo com suas respectivas demandas e vocações socioeconômicas. O encontro resultará na redação de um documento com encaminhamentos às autoridades das esferas estadual e federal.

Terminais portuários são engrenagens fundamentais no sistema intermodal de transporte.

A possibilidade de organização do encontro foi levantada durante a 1º Reunião Ampliada de Trabalho da Agenda Regional Oeste (ARO), que envolveu representantes dos municípios de Cáceres e Tangará da Serra, na tarde da última quinta-feira, através da plataforma digital google meet.

Leia mais:   Estado vai mandar internados com covid na enfermaria do Regional de Cáceres para se tratarem em casa

A data, a programação e o formato ainda serão definidos, conforme proposta a ser apresentada pela advogada e mestranda em Economia Adriane Nascimento, integrante da ARO que sugeriu a realização do encontro.

Reunião

Além dos membros da ARO, participaram o secretário de Agricultura e Desenvolvimento Econômico de Cáceres, Vilson Sato; o superintendente de Governo de Tangará da Serra, Alysson Vargas; o Capitão-tenente Sérgio Sales, comandante da Agência Fluvial de Cáceres da Marinha do Brasil, e a advogada e professora universitária Linnet Mendes Dantas, do campus Cáceres da Unemat.

Reunião foi realizada em plataforma virtual no último dia 15, com representantes de Cáceres e Tangará da Serra.

Os trabalhos foram liderados pelo coordenador do escritório da ARO em Tangará da Serra,  engenheiro civil, economista e especialista em logística Silvio Tupinambá, e pelo coordenador do escritório da ARO em Cáceres, engenheiro civil Adilson Reis. Ambos apresentaram, na oportunidade, um relatório técnico-analítico sobre o sistema logístico da região polarizada pelos dois municípios.

Também foram apresentados os atuais estágios das obras de pavimentação das rodovias estaduais MT-339 (Tangará-Panorama) e MT-343 (Cáceres-Barra do Bugres), das obras de extensão e pavimentação da BR-174 (que corta a região oeste do estado), dos terminais portuários APH, Paratudal e Barranco Vermelho (no trecho do rio Paraguai entre Cáceres e Corumbá), da hidrovia do rio Paraguai e, também, da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Cáceres.

ARO

A Agência Regional Oeste (ARO) é um movimento apartidário, de natureza privada, que tem por objetivo acompanhar as obras de integração logística e de desenvolvimento socioeconômico da mesorregião sudoeste do estado de Mato Grosso, colaborando com a sociedade e os poderes constituídos no que for possível e necessário para que os trabalhos tenham continuidade e a devida celeridade.

Leia mais:   Ação integrada apreende 360 kg de entorpecentes em Vila Bela da Santíssima Trindade

Compõem a ARO representantes da sociedade civil organizada, através de profissionais de logística, engenharia civil, ciência da informação, direito, administração, comunicação e imprensa, além de representantes do agronegócio, do ambiente universitário e da iniciativa privada.

ZPE de Cáceres está em construção e impulsionará o setor industrial da região.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana