conecte-se conosco


Mato Grosso

Cotação agrícola mostra variação de até 142% nos preços de produtos da agricultura

Publicado

Toda quinta-feira, a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) divulga a cotação de preços de 40 produtos da agricultura, coletados em nove regiões do Estado. O levantamento de preços apresenta a média da região, enfocando o menor e o maior preço praticado durante a semana. O engenheiro agrônomo da Empaer, Luiz Carlos Guerra Victorino, responsável pela tabulação dos dados, comenta que a cotação agrícola é realizada pelos técnicos da empresa em parceria com os produtores rurais, cooperativas e empresas agropecuárias.

De acordo com Victorino, a cotação dessa semana apresentou algumas variações de preços. A farinha de mandioca foi vendida pelo menor preço no município de Rondonópolis, por R$ 122,50 o saco de 45 quilos, e em São Félix do Araguaia pelo maior valor, de R$ 296,67, uma diferença de 142% no preço final. O quilo do peixe teve uma variação de preço acima de R$ 10,00. Em Rondonópolis foi comercializado por R$ 7,00 o quilo e em Barra do Garças por R$ 17,06. O feijão Carioca também teve oscilação, no município de Barra do Bugres a saca de 60 quilos foi vendida por R$ 105,00 e em Alta Floresta por R$ 232,50.

Leia mais:   PM e PRF intecerptam suspeitos de roubo e recuperam caminhonete em Primavera do Leste

Nesta semana (11 a 18/07), a venda da arroba do boi gordo com 25 dias foi comercializada pelo menor preço na capital, por R$ 131,25, e em Rondonópolis por R$ 145,00 a arroba. Em Barra do Garças, uma vaca de leite foi vendida por R$ 2.675,00 e em Barra do Bugres por R$ 3.420,00. O menor preço da carne de suíno foi encontrado em Sinop por R$ 76,95 a arroba, Já em Cáceres por R$ 136,95. O frango caipira em Barra do Bugres foi vendido por R$ 15,78 a unidade, e por R$ 29,64 em Cáceres.

Conforme Luiz Carlos, a cotação agrícola promove a tomada de preços para facilitar o acesso aos produtores rurais, que ganham com essa decisão, pesquisando para fazer um bom negócio, com preço justo. Os dados da cotação agrícola são renovados toda quinta-feira, permanecendo por um período de sete dias. “A cotação é muito procurada para solicitação do preço da arroba do boi gordo (à vista, c/25 dias) e da cabeça do boi magro, vaca de cria e leite, vaca gorda, vaca magra e outros. Essa é mais uma ferramenta que está à disposição do produtor rural”, destaca.

Leia mais:   Unidades do Ganha Tempo reforçam Operação ‘Natal Feliz’ no estado

 As informações são coletadas nos municípios de Alta Floresta, Barra do Bugres, Barra do Garças, Cáceres, Cuiabá, Juína, Rondonópolis, São Félix do Araguaia e Sinop. A cotação é enviada para os veículos de comunicação, Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), escritórios da Empaer, comércio em geral e também para o Estado de Rondônia.

 A cotação possibilita aos interessados verificarem preços dos mais variados itens, tais como: algodão, soja, milho, café, cana-de-açúcar, borracha, arroz, banana (terra, nanica/nanicão), mandioca, boi gordo, garrote, leite, frango, ovos, peixes, suínos e outros. Todos os dados estão à disposição no site www.empaer.mt.gov.br

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Polícia Militar apreende 468 quilos de pescado irregular em Cáceres

Publicado

Policiais da Força Tática de Cáceres prenderam H.R.S. (50 anos) e A.E.(40) com 468,39 kg de pescado irregular, na sexta-feira (13.12), nas proximidades da MT-343.

Populares denunciaram a polícia que os dois suspeitos estavam comercializando peixe ilegal em um veículo Ecosport, na região da Vila Aparecida. Ao verificar a denúncia, os policiais encontraram o veículo estacionado e engatado em outro carro Saveiro.

Na diligência, a PM apreendeu o pescado na carroceria do Ecosport. Os 468 kg envolviam peixes das espécies pintado, cachara e pacu. Os dois homens que foram presos por crime ambiental já haviam sido detidos anteriormentes pelo mesmo motivo.

Todo o pescado apreendido foi doado para as entidades sem fins lucrativos Lar Servas de Maria e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e a Associação Remanso Fraterna João Gabriel

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Leia mais:   MTI promove encontro sobre desburocratização e melhoria da eficiência na gestão estatal
Continue lendo

Mato Grosso

Servidores realizam doações de brinquedos para crianças com deficiências

Publicado

Os servidores da Superintendência da Pessoa com Deficiência da Casa Civil promoveram neste ano o Natal Solidário para as crianças com deficiência do Instituto dos Cegos de Mato Grosso (Icemat). Cada servidor adotou uma cartinha e comprou um brinquedo para entregar a uma das crianças assistidas pela instituição. As doações foram entregues na manhã desta sexta-feira (13.12), data em que é celebrado o Dia Nacional do Cego.

A mãe do pequeno Juvenil, de 12 anos, Diana Lúcia Rondon, comemorou a ação. “É muito importante. Você vê a alegria no rosto de cada criança que recebe um presente. Por vezes, elas são discriminadas, e aqui não, aqui eles recebem atenção e carinho”, disse.

O casal Joice Gleibiane Santos e Ademir Pilatte, pais do Thomas, de 2 aninhos, também expressaram a alegria durante as doações. “É gratificante para nós pais e para o instituto também. Fico feliz que o meu filho desenvolveu bastante com a Instituição que hoje está presenteando e realizando um desejo tão esperado”, externou.

A entrega de brinquedos contou com a participação da superintendente das Pessoas com Deficiência da Casa Civil, Taís Augusta de Paula, que esteve no evento representando os servidores. Ela conta que a ideia da iniciativa surgiu com a intenção de realizar um Natal diferente. “Em anos anteriores a instituição mandava as cartinhas para os correios, que demorava muito para retornar e geralmente já tinha passado o natal, então resolvemos esse ano fazer essa parceria solidária”, disse.

Leia mais:   MTI promove encontro sobre desburocratização e melhoria da eficiência na gestão estatal

Conforme Taís, essa foi uma primeira experiência e a intenção agora é ampliar a ação. “Todas as crianças têm sonhos e desejos. Esse foi apenas um plano piloto. Esperamos que a Casa Civil junto a primeira-dama, Virginia Mendes e o Governo do estado possam levar esse trabalho para toda a rede estadual e organizações que atendam as pessoas com deficiência”, destacou.

O presidente do Icemat, Udeilson César de Arruda, disse que a iniciativa os ajudam a cumprir o papel de promoção dos Direitos Humanos, tornando o Natal das crianças mais feliz. “Essa ação mostra que as pessoas ainda são solidárias e estão preocupadas com o bem-estar do próximo. É muito enriquecedor para nós, ter esse tipo de parceria, até para estimular os alunos no estudo”, ressaltou

Para o presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conede), Luiz Grassi, o evento é de extrema importância para as crianças que são atendidas na instituição. “Esse evento realizado em parceria contribui para o desenvolvimento dessas crianças, que para algumas esse é o primeiro presente recebido no ano. Qualquer presente simbólico torna a vida delas mais alegre ainda”, pontuou.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana